Música

Lady Gaga levanta o véu sobre o seu novo álbum

“Born This Way”, o título do novo álbum de Lady Gaga, a ser lançado em Maio deste ano, está a dar que falar! Ao que parece a estrela “odd couture” mais falada do momento, para além de ter revelado a capa do seu terceiro álbum antecipadamente, inspirou-se em Kyle Minogue para o design da mesma.

O que tem chamado a atenção sobre a referida capa é a semelhança com o álbum “2 Hearts”, editado em 2007, por Kyle Minogue. O ângulo da foto, a maquilhagem, a fonte usada para o nome do álbum são algumas semelhanças notáveis. Aponta-se como grande diferença a cor escolhida pelas cantoras. Enquanto que, Gaga optou por tons mais escuros, Minogue apostou em cores vivas.

Importante será salientar que, esta não é a primeira vez que acusam a Lady Gaga de copiar as ideias de outros artistas. Dado isto, alguns especulam que, de tanto procurar a sua individualidade e diferença de outros artistas, a cantora acaba por, cada vez mais, imitá-los em alguns aspectos.

Para além da capa polémica, numa entrevista à revista Vogue, a cantora italiana levantou o véu sobre alguns detalhes sobre o seu novo projecto de originais: “Há alguns momentos rock no álbum, nomeadamente, uma canção ao estilo do Brice Sprinsteen e um momento à Guns N’ Roses. Refiro-me à natureza das melodias e dos coros”.

Na entrevista, Gaga revelou também que, o single “Born This Way” que partilha o mesmo título com o álbum, a ser revelado ainda hoje, é o primeiro tema do seu recente trabalho. Acrescentou ainda que, “Judas” será a segunda canção, a qual a revista descreve como algo que “parece ter sido escrito para as Rounettes, mas com uma forte batida de dança, e fala sobre cair de amores por homens traiçoeiros do tipo bíblico”. Para além dos anteriores, a artista citou “Americano”, um outro tema incluído no álbum: “tema tecno-house mariachi, no qual eu canto sobre a lei da imigração e o casamento gay”. Em suma, Gaga refere-se ao seu terceiro projecto como algo que “soa como um álbum pop, mas quando canto vejo a Edith Piaf com um velho microfone por baixo de um holofote”;” é electrónico, mas com vocalizações muito teatrais. é como uma gigante pela de teatro musical”.

A artista já demonstrou o seu grande talento a milhares de fãs nos palcos portugueses a 10 de Dezembro de 2010 no Pavilhão Atlântico em Lisboa. Para já, para além da saudade deixada por Gaga, resta-nos esperar que “Born This Way” chegue às nossas lojas.

Categorias
Música

Estudante de Farmácia, amante das ciências e das artes. Gosto particular por entretenimento em diversas áreas: televisão, cinema, teatro, música.

Comentários