Televisão

Editorial: Fama

 

fama
s. f.
1. Apreciação favorável em que o público tem o talento, habilidade ou saber de alguém.
2. Reputação; glória; notícia

 

Numa era de globalização é fácil ser-se famoso e ter os 10 minutos de fama. Aparecer na TV deixou de ser aquela coisa improvável e passou a estar à distância de um simples telefonema ou de um simples mail.

Mas afinal o que será realmente importante nesta nova cultura pop-fast? Será que tudo se resume a aparecer?

Pois muito bem, tudo se resume a fama. A curiosidade pelo outro é efectivamente o que vende. Tudo se resume ao espreitar pelo buraco da fechadura.

Poder-me-ia chamar hipócrita já que muitos dos conteúdos que publico se enquadram nessa linha, mas será que o leitor não nutre de um profundo interesse pela vida alheia?

Basta pensar nos dados do meu blog. Dos cinco artigos mais lidos, três são sobre o Secret Story e ocupam a primeira, segunda e quarta posições do TOP dos mais lidos.

Antes de começar o meu blog sempre me deparei com uma questão: que linha seguir… As possibilidades são múltiplas mas a escolha foi deixar as coisas surgir. A fama é um conceito interessante, mas será que damos verdadeiramente valor às pessoas que devemos? O que será mais importante, um criador ou uma tentativa barata de usar a criação?

Gostamos de aceitar tudo o que nos aparece à frente, de assimilar informações, mas falta-nos muitas vezes o filtro da qualidade e do que é importante, mea culpa assumida.

Categorias
Televisão

Estudante de Farmácia, amante das ciências e das artes. Gosto particular por entretenimento em diversas áreas: televisão, cinema, teatro, música.

Comentários