Social

Cristiano Ronaldo está noivo

Por  | 

Desde 2007 que ouvimos escândalos relacionados com Cristiano Ronaldo e as mulheres mais belas do mundo, de entre as quais Gemma Atkinson, Paris Hilton, Kim Kardashian, Raffaella Fico e Naya. Do que não estávamos à espera era que, por um lado, uma desconhecida conquistasse o coração daquele que é considerado um dos homens mais sexy do mundo devido à sua excelente forma física, e, por outro, outra o acusasse de exploração sexual de menores.

20 dias antes do início do Mundial de Futebol na África do Sul, o avançado da equipa das Quinas foi fotografado a bordo de um iate, num suposto clima de romance com uma jovem desconhecida durante uma viagem pela cidade de Sardenha, Itália.

2 dias depois deste flagrante, Irina Shaykhlislamova surge em quase todas as revistas do mundo como par romântico do pupilo português e surgem também rumores de que ambos ter-se-ão conhecido no início do ano passado, aquando da realização de uma campanha para a marca italiana de roupas Armani. Desde então, rendido pela beleza exótica da jovem russa, o ex-número 1 do mundo terá pedido o seu número de telefone demarcando, deste modo, a epígrafe para o romance do ano.

Após a referida viagem, o casal teve de se separar devido à participação de Ronaldo no Campeonato do Mundo. Com a derrota por 1-0 em frente à Espanha, a participação de Portugal na competição mundial chega ao fim e, sem demoras, o jogador do Real Madrid junta-se a Irina em Nova Iorque, ao mesmo tempo que, um pouco por todo o Mundo, se espalhava a notícia de que tinha sido pai. Desde então, tornaram-se inseparáveis.

Já em Novembro de 2010, sobrevieram anúncios de que o casal-sensação do momento estava de casamento marcado, mas como na altura nada foi confirmado, o assunto caiu no esquecimento.

Como já foi aqui noticiado, Irina esteve no país, pela primeira vez, no passado dia de S. Valentim e, segundo a fonte, o seu namorado aproveitou esse dia para lhe pedir em casamento. Diz a publicação espanhola “Qué me Dicés” (anunciadora do noivado) que, o pedido foi feito durante a viagem de ambos à cidade de Nova Iorque, EUA, com vista a participar no programa The Late Show with David Letterman do canal CBS, para promover o recente trabalho de Irina na “Sports Illustrated”. Apesar de o programa ainda não ter sido transmitido, sabe-se que o futebolista não interveio na entrevista, tendo apenas assistido à gravação da mesma nos bastidores.

Mas, como infelizmente nem tudo é um mar de rosas, segundo consta na revista Caras, o anúncio do noivado irrompe, precisamente, um dia depois de o escândalo sexual que envolve o Primeiro-Ministro italiano, Silvio Berlusconi, se ter estendido à camisola 7 do Real Madrid. Karima El Mahroug, o nome da jovem envolvida, que de lingerie, na semana passada, se tornou cabeça-de-cartaz de um spot publicitário, contou às autoridades que quando tinha 17 anos de idade teve relações sexuais com Cristiano Ronaldo, de 26 anos.

Numa entrevista ao jornal italiano La Repubblica, Ruby, como também é conhecida a jovem marroquina, de 18 anos, afirmou que conheceu o jogador numa discoteca em Milão, Itália, em de Dezembro de 2009:

Ele elogiou-me e trocámos números de telefone. Até então eu não sabia que ele era futebolista, mas descobri algumas noites mais tarde, quando nos encontrámos num restaurante e estavam a pedir-lhe autógrafos.

Acrescentou também que, mesmo sabendo da sua menoridade, o internacional português de 26 anos, teve relações com ela tendo lhe oferecido para o efeito, uma quantia de cerca de quatro mil euros, que esta devolveu  mais tarde ao atleta.

Dado o tumulto, no dia 21 do corrente mês e ano, o Jornal de Notícias diz que o avançado se defendeu alegando não conhecer a jovem que o acusa de exploração sexual de menores:

Todos esses relatos são absolutamente falsos. Não conheço a jovem em causa; nunca a vi, nem muito menos me encontrei com ela. No dia 29 de Dezembro de 2009, concretamente, encontrava-me em Madrid, onde treinei, como aliás, no dia seguinte. Entre Dezembro de 2009 e Junho de 2010 não estive em Milão uma única vez que fosse, o que é facilmente demonstrável. Sou vítima, uma vez mais, de jornalismo lamacento e infame. Como em ocasiões anteriores, não terei contemplações para os que envolvem o meu nome em histórias sórdidas, sem o mínimo respeito pela dignidade alheia e pelas regras da profissão.

Sem intenção alguma de fazer chacota do teu incidente, acho que as mulheres são o teu calcanhar de Aquiles, Ronaldo!