Cinema

Estreia Amanhã: “Tournée- Em Digressão”

Estreia amanhã, dia 21 de Abril, o filme Tournée – Em Digressão, que valeu ao realizador e actor principal Mathieu Amalric o prémio de Melhor Realizador no Festival de Cannes de 2010.

O filme retrata a vida de um ex-produtor de televisão parisiense que deixa tudo para trás a fim de começar um novo capítulo na América; anos mais tarde decide voltar ao seu país natal com uma companhia de artistas de New Burlesque, levando-os numa prometida digressão por França, a terminar em Paris.

Poderia ser um simples passar de imagens de um dia-a-dia de gente no mundo do burlesco, podia ser um desfilar de roupas extravagantes (ou quase falta delas) ou apenas uma mostra de espectáculos provocantes. Mas não é.

Neste filme é possível notar um certo realismo, sobretudo pelas (verdadeiras) medidas das dançarinas, desmistificando a ideia (que costuma passar de Hollywood), de que para se dançar burlesco é necessário ser-se magra e sem curvas. Mas, acima de tudo, nesta fita o observador consegue ultrapassar a barreira do que é aparente e de “o que se deixa ver” nos espectáculos, podendo-se apurar o que acontece no outro lado das cortinas, estadias de hotel em hotel, viagens de carro ou de comboio, dependendo do dinheiro que se vai tendo para gastar; e, por baixo das quantidades de maquilhagem destas dançarinas, esconde-se vulnerabilidade e um sentimento de “vazio”, quer seja por não se ter casa fixa, por estar longe da família ou por não se ter nenhum amor que esteja à sua espera quando regressar ao país originário.

Por fim, observa-se, no centro do enredo, Joachim Zand (Mathieu Amalric), uma personagem principal complexa, que se sabe ter abandonado França para ir para a América, por causas aparentemente desconhecidas. Ao fim de alguns anos, faz uma tentativa para voltar ao seu país de origem através da digressão do espectáculo de New Burlesque que produz; contudo, França não o recebe bem. Desde esforços para reatar contactos profissionais a tentativas de reconquistar afecto e o carinho dos seus filhos, Joachim tenta aos poucos, recuperar respeito, outrora perdido…

Um filme que, apesar de transparecer uma certa melancolia constante, não deixa de ter momentos cómicos. A ver!

Aqui fica o trailer:

httpv://www.youtube.com/watch?v=EL9e0gaJb7M

Categorias
Cinema

Comentários