Música

“À conversa” com Bye Bye Bicycle

Foi na passada segunda-feira, dia 25 de Abril, em pleno feriado, que os suecos Bye Bye Bicycle se apresentaram na Fnac Leiria para um curto mas energético concerto de apresentação do seu álbum de estreia Compass.

O Propagandista Social esteve à conversa com o vocalista André Vikingsson, que nos confessou gostar de Portugal e do seu povo: «gostamos dos portugueses, são bastante simpáticos». Porém, apesar de ser um país de sol radioso em boa percentagem de dias por ano (pelo menos, relativamente à Suécia), a banda não tem tido tanta sorte com o tempo: «Estávamos entusiasmados por chegar ao Algarve para apanhar sol e calor, mas chegámos lá e estava mesmo mau tempo, a chover muito», como admitiu Vikingsson, durante o concerto.

Relativamente ao álbum, soubemos que «as reacções nos concertos têm sido boas de modo geral. Na Suécia temos tocado em locais maiores, mas, para estreia, em Portugal os concertos têm corrido muito bem», nomeadamente a sua grande estreia no palco do Musicbox, em Lisboa, no passado dia 23: «o concerto correu muito bem e as pessoas foram espectaculares, no fim da nossa actuação até gritavam para tocarmos mais! Bem queríamos ter tocado mas já tínhamos esgotado o nosso tempo».

E como podemos descrever a música dos Bye Bye Bicycle? «É essencialmente Pop, com grande influência dos anos 70 e 80», respondeu-nos Vikingsson, «cada membro da banda gosta de coisas diferentes mas, de modo geral, somos influenciados por bandas como The Cure e Stone Roses».

E, por fim, que planos lhes estão reservados para um futuro próximo? «No Verão, iremos tocar em vários festivais pela Europa e depois, em fins de Agosto/ inícios de Setembro iremos começar a gravar o nosso segundo álbum».

Jakob Schröder, Nils-Olof Blomstrand, Samuel Petersson, Viktor Engström e André Vikingsson cresceram numa pequena vila na costa este da Suécia, Bovallstrand, onde, desde cedo, se iniciaram na escrita de músicas pop. Quando se aperceberam que as suas ambições enquanto banda eram maiores, decidiram mudar-se para Gothenburg, em 2007. Dois anos mais tarde, conseguiram editar na Suécia, o seu álbum de estreia Compass, que conta com a produção de Mattias Glavå. Por cá, o álbum acabou de ser lançado, mais precisamente a 14 de Março deste ano.

Album de estreia Compass

Actualmente, a banda encontra-se numa digressão pelo nosso país, com 11 concertos programados, tendo já passado por várias cidades como Lisboa, Albufeira, Leiria, Coimbra e Tomar. Se quiser assistir a um concerto da banda ainda pode ter essa oportunidade dia 28, na Fnac de Santa Catarina, Porto, dia 29, pela tarde, na Fnac Braga ou pela noite, no café concerto a decorrer no Centro Cultural Vila Flor em Guimarães (preço: 3€), ou dia 30, no Beat Club, em Leiria (preço: desde 3,50€).

httpv://www.youtube.com/watch?v=B1ibr8xP1aM

Categorias
Música

Comentários