Cinema

Angèle e Tony: uma história de amor… diferente

Estreia hoje, dia 4, nas salas portuguesas o filme francês Angèle e Tony, da estreante Alix Delaporte, que lhe valeu o Prix Michel D’Ornano (para Melhor Primeiro Filme Francês) no Festival de Cinema de Deauville, tendo estado ainda em destaque na edição passada do Festival de Cinema de Veneza.

O filme apresenta como pano de fundo uma vila pescatória na costa francesa. Ele é um pescador solitário e sério que vive com a sua mãe. Ela é uma mulher complicada que transporta um passado sombrio, sem quotidiano, casa ou trabalho estáveis, apenas focada em conseguir a custódia do seu filho. Um dia ela decide por um anúncio pessoal no jornal. Ele vê e contacta-a. E, ao longo da história, vão-se apaixonando.

Mas desengane-se o leitor ao pensar que esta é mais uma história de amor, igual às outras, uma Cinderela que é descoberta pelo príncipe através do seu sapato, uma Bela Adormecida que espera pelo beijo do seu amado, um “cliché”, ou mesmo um “deja vu”; na verdade, o seu primeiro encontro acaba por nem correr bem e apesar dos esforços desajeitados de Angèle em conquistar Tony (inicialmente, por motivos de interesse), o romance custa em aparecer. Mas quando os motivos começam a ser verdadeiros, aí sim, é que tudo começa…

Esta fita rege-se, assim, pela complexidade das personagens (muito bem interpretadas por Clotilde Hesme e Grégory Gadebois), pela exploração das suas personalidades. Não existem longos diálogos, mas também não é necessário; bastam os comportamentos, os gestos e os olhares para se compreender os sentimentos e perceber que começa a nascer uma paixão. E é aí que o filme ganha a sua beleza: pela sua simplicidade, pelas paisagens da costa e do mar, pela imponência da linguagem visual sobre a linguagem verbal.

Aqui não há príncipes nem há princesas, não há almas gémeas nem amor à primeira vista. Pode-se dizer, então, que é uma história de amor… diferente; por sinal, bem real.

httpv://www.youtube.com/watch?v=Vk4S-6LxlPw&feature=related

Categorias
Cinema

Comentários