Moda

Dawid Tomaszewski | ModaLisboa Transfusion

IMG002391

Ana Pinto @ ModaLisboa Logbook | dia 8:

Dawid tomaszewski conseguiu, a partir da inspiração da pintura do século XVII, criar uma silhueta elegante em tons neutros, fortes e brilhantes. Consegue intercalar vestidos fluidos em chiffon com fatos masculinos clássicos.

VANITAS FLOWERS

Dawid Tomaszewski tem como principal fonte inspiração a pintura do século XVII. O designer é confrontado com a mortalidade, a solidão, a dissimulação, o anonimato, a morte e um demeritório rompimento com o início. Dawid Tomaszewski vê a morte como uma parte positiva da vida e reflecte isso na sua colecção "Vanitas Flowers", através de criações com cores fortes e brilhantes. Desenhos de flores translúcidas são uma alegoria de vitalidade e mortalidade, ao mesmo tempo, surgindo em ‘blocos’ de sedas e chiffons. Esta colecção é uma simbiose de vestidos fluidos em chiffon e fatos masculinos clássicos. A vida é estruturada por episódios em que cada final é um começo. Para Dawid Tomaszewski a transitoriedade é um começo, que ainda brilha com o glamour de luzes brilhantes.

Um especial destaque desta colecção é a colaboração com a tradicional casa Peter Kaiser, para quem Tomaszewski criou uma colecção de sapatos pela segunda vez, bem como a colaboração com a modista Zussa.

Fotos:

IMG002461IMG002431

Categorias
Moda

Estudante de Farmácia, amante das ciências e das artes. Gosto particular por entretenimento em diversas áreas: televisão, cinema, teatro, música.

Comentários