Destaques

MTV EMA 2011 – Uma noite sem surpresas mas com inovação (Leia a crónica)

Mais um ano, mais uma edição dos MTV Europe Music Awards. Belfast foi o palco para a edição de 2011 dos prémios da MTV Europa que não surpreenderam – a noite foi de Gaga e Bieber – mas inovaram – a qualidade do espectáculo aumentou substancialmente.

Não é novidade para ninguém que quando Lady Gaga está presente num qualquer evento, todos os holofotes se centram em si. Nos EMA o fenómeno repetiu-se. A cantora era à partida a favorita a vencer a noite – às seis nomeações que detinha juntava-se a ânsia por mais uma actuação desconcertante. No final da noite, os little monsters não poderiam estar mais contentes. Os fãs de Gaga trabalharam bem e mobilizaram-se de tal forma que lhe ofereceram quatro prémios, entre os quais o mais cobiçado da noite – o de melhor música do ano que levou a cantora às lágrimas (será que ainda não está habituada?). A estes juntar-se-iam o de melhor vídeo do ano – o único eleito pela MTV – e os de melhor artista feminina e de melhores fãs (que na realidade foi mesmo para os little monsters!). Como Gaga não se contenta com pouco (como se os prémios não bastassem), a cantora presentou o mundo com mais uma performance electrizante. A interpretação de “Marry The Night” – o novo single e faixa preferida de Gaga de “Born This Way” – começou com a cantora em cima de uma semi-esfera (quereria ela ter o mundo a seus pés?!) com a face encerrada num chapéu/mascara (?) que fez questão de usar em todos os outfits que usou durante a noite – cerca de 5. A música – das melhores de “Born This Way” na minha opinião – exigia um pezinho de dança e Gaga e os já conhecidos dançarinos exuberantes encheram-nos os olhos. Contudo, logo no momento final, o peso nos olhos era tal que já não aguentei… quando a cantora levantou a saia – seria só mais uma actuação se não o fizesse.

Felizmente a noite faria brilhar outras estrelas. Graças aos Beliebers, Justin Bieber arrecadou dois prémios – o de melhor artista masculino e de melhor artista Pop. Da minha parte aceito, apesar de fazer parte da multidão que acha que haviam artistas com mais talento (mas então porque não votaram nesses?!). A estreia de Bieber no palco dos EMA era dos momentos mais aguardados pelos espectadores da MTV e o cantor não decepcionou. Aproveitou para promover o novo álbum apresentando parte do primeiro single – “Mistletoe” – e o filme biográfico com “Never Say Never”. Bieber mostrou ser o entretainer que já conhecemos – cantou, danço, saltou, sorriu para as fãs e elas deliraram – missão cumprida.

 

Outro dos senhores da noite (este um bocadinho mais velho) foi Bruno Mars. A meu ver, Bruno teve finalmente o seu momento. Há muito que ansiava por ver um talento tão raro na musica actual ter um momento de consagração. Os EMA foram esse momento. Bruno Mars ganhou finalmente um prémio MTV, depois de sair de mãos a abanar nos VMA. O cantor arrecadou o prémio de artista revelação e o prémio MTV Push, também dedicado a novos artistas. Mas mais que os prémios, o talento de Mars mostra-se em palco. Em Belfast, o cantor levou o público de todo o mundo ao rubro. Com “Marry You”, o cantor arrebatou mais uns quantos corações. Não me canso de elogiar a soul que Mars imprime no seu estilo actual – com a pop sempre presente – mas com um toque clássico – que recorda artistas de outros tempos – e que resulta numa mistura refrescante no panorama musical actual – um caso único de talento!

Há que salientar ainda a premiação dos BigBang com o galardão de Melhor Artista Global. Parecendo que não este é um feito a ter em conta e que salienta a crescente importância da cultura asiática no panorama mundial. O grupo coreano derrotou artistas de todo o mundo entre os quais Britney Spears! Importa ainda destacar os 30 Seconds to Mars que também arrecadaram dois prémios. A banda de Jared Leto arrebatou os títulos de melhor grupo alternativo e de melhor concerto World Stage.

Esta crónica não ficaria completa se não falasse de Selena Gomez. A cantora e actriz foi responsável pela apresentação da cerimónia mas acabou por passar um pouco ao lado, na minha opinião. Talvez pelo facto de não ter um lugar de destaque na cultura europeia, ou mais provavelmente pela presença de estrelas de maior prestígio na cerimónia. Contudo, Selena cumpriu com distinção o seu papel. Esteve à altura do desafio e ainda teve direito a actuar durante a cerimónia.

Não posso deixar de referir a importância dos fãs nesta cerimónia. Afinal são eles quem decide quem são os vencedores de grande parte dos prémios. E por isso vemos Gaga, Katy Perry ou Justin Beiber a vencer tantos prémios e a deixar para trás tanta qualidade. Com tal, aqueles cujos fãs não são tão participativos neste tipo de acontecimentos, acabam por sair a perder, como é o caso de Adele, Beyoncé ou Coldplay. Atrever-me-ia a dizer que nos EMA não ganham os artistas com mais qualidade, ganham os artistas com mais fãs. A meu ver, se a eleição dos vencedores fosse dividida entre o público e um júri especializado (50%-50%), talvez as coisas se equilibrassem.

Apesar disso, há que referir a qualidade do espectáculo que a MTV apresentou na noite de domingo. Comparando com as últimas edições dos EMA, a de 2011 saiu a ganhar com um acréscimo de qualidade que se verificou ao nível de performances com as actuações de Coldplay, Jessie J e as estreias de David Guetta, Gaga, Bieber e Mars no prémios europeus (depois de os vermos várias vezes nos Video Music Awards); e ao nível de toda a cenografia, com um palco imponente e futurista (depois do choque do palco-cubo de 2010) que elevaram a qualidade das actuações.

Em suma, olhando para a generalidade do espectáculo, a edição de 2011 dos EMA tem um balanço positivo. Apesar da falta de surpresas e do monopólio de prémios de Gaga e Bieber, a MTV preocupou-se em aumentar a qualidade do seu espectáculo. Daqui a um ano há mais e nós cá estaremos à sua espera. Até lá!

Os MTV Europe Music Awards realizaram-se no dia 6 de Novembro, em Belfast, na Irlanda do Norte. Saiba tudo sobre o evento na cobertura especial do Propagandista Social,em http://www.propagandistasocial.com/ema2011/


Categorias
DestaquesMúsica

Media student, workaholic, tv-radio-web addicted, fashion victim, music lover. A life enjoyer.

Comentários