Destaques

Cinema Odeon entregue ao Comércio

A autarquia de António Costa, certificou hoje a aprovação do projeto de reabilitação do Cinema Odeon, em Lisboa.

A obra prevê a instalação de espaços comerciais e a demolição parcial do interior, mantendo a fachada e as principais linhas arquitetónicas do edifício.

 Através da direção municipal de Planeamento, Reabilitação e Gestão Urbanística, Manuel Salgado – vereador com o pelouro do Urbanismo, deu “luz verde” à reabilitação do edificio, que será a última maravilha da Art-Deco, na Capital.
A proposta que chegou aos serviços municipais em maio, a “”instalação de espaços comerciais, biblioteca/livraria, espaços para exposições e serviços”, além da “demolição parcial do interior, com o aproveitamento do teto em madeira, da sala de espetáculos e de parte da boca de cena”, refere uma nota da direção municipal de Urbanismo enviada à agência Lusa.

O projeto «foi objeto de parecer favorável do IGESPAR» (Instituto de Gestão do Património Arquitetónico e Arqueológico), acrescenta a Câmara de Lisboa.
A decisão de Manuel Salgado, é justificada com «a garantia de manutenção da fachada, incluindo as varandas corridas existentes sobre a Rua dos Condes, bem como a manutenção e recuperação de elementos considerados no interior do edifício e que lhe dão identidade».A Câmara de Lisboa esclarece ainda que «a aprovação da construção de estacionamento subterrâneo está dependente da apresentação de estudo hidrogeológico que confirme a sua viabilidade».

O Odéon foi inaugurado em 1927 e modernizado em 1931, recebendo as galerias metálicas que ainda hoje o caracterizam. O seu interior é notável, com uma cobertura em madeira escura pau-Brasil na forma da quilha de navio, o palco com frontão Art-Deco, e o lustre central com raios de luzes néon.
Composto por plateia, dois balcões e camarotes, podia acomodar cerca de 691 espectadores. Possui ainda um mecanismo que permite que a sala seja iluminada com luz natural se assim se desejar.
Na segunda metade dos anos 80 passou a exibir sessões de cinema porno e já nos anos 90 viria a encerrar.

Categorias
DestaquesPalcos & Letras

Comentários