Destaques

SoundCloud: Rihanna em Lisboa – o espetáculo antecipado

Rihanna atua em Lisboa já este Sábado. Se se está a preparar para o concerto, ou a lamentar-ser por não ir, o SoundCloud desta semana é para si. Em época natalícia pensei em presenteá-lo uma viagem ao planeta Rihanna e arriscar-me numa crónica antecipada ao concerto que a cantora dá no Pavilhão Atlântico. Vai arriscar ficar em terra?

Para quem vai ao concerto…

É obrigatório conhecer o reportório todo de Rihanna, que já é bastante extenso. Desde o primeiro single da cantora, o já fóssil “Pon De Replay”, ao mais recente “You da One” do novo álbum, são muitos os sucessos da cantora. Parecendo que não, já lá vão seis álbuns recheados de grandes hits. De “Music of the Sun” (2005) até “Talk That Talk”, lançado no passado mês, já passámos de uma menina inocente dos Barbados para uma bad girl, depois para uma espécie de super-mulher sombria. Mais recentemente conhecemos uma ruiva (demasiado) sexual. Agora Rihanna está num estado híbrido: voltou a ser morena como era nos seus primórdios, mas continua muito selvagem.

Apesar de todas as críticas que já tenho feito a esta estratégia camaleónica, acho que Rihanna começa finalmente a encontrar o seu perfil enquanto artista: uma mulher muito sexual, selvagem, um tanto ou quanto violenta, mas que mantém o seu lado feminino e sensível. E é essa a Rihanna que vamos ver este sábado no Pavilhão Atlântico.

A propósito do lançamento do novo álbum, é muito provável que a cantora apresente algumas músicas do mesmo, apesar de esta se tratar ainda da digressão mundial do álbum anterior.

Se for ao concerto e ainda não souber como voltar a casa, fique a saber que a CP criou um comboio especial para o concerto deste sábado. Depois do espetáculo, parte da estação do Oriente, às 23h34, um comboio em direção ao Porto (passagem por Santarém, Entroncamento, Pombal, Coimbra-B, Aveiro Espinho e Gaia). Os bilhetes estão à venda nos locais habituais.

Para quem não vai ao concerto…

Como a descriminação é uma coisa que não me assiste, tenho que falar para aqueles que não têm a oportunidade de assistir ao concerto.

(É aqui que falo mal de Rihanna!) Em 2005, tive a oportunidade de assistir ao primeiro concerto da Rihanna em Portugal, num Pavilhão Atlântico a meio gás, e com a cantora apenas acompanhada de duas bailarinas e um DJ. Não era um concerto normal, numa noite em que atuavam também as PussycatDolls. Na altura não fiquei com boa impressão da cantora. A falta de à vontade no palco juntou-se à postura de “queen” e tudo resultou num espetáculo aquém das expectativas. Já este ano, vi o concerto que a cantora deu no Rock in Rio, no Rio de Janeiro. Apesar de se movimentar muito melhor no palco e da interação com o público, a cantora não melhorou a sua performance vocal. Eu diria mesmo que continua a destruir muitas das músicas que todos adoramos ouvir. Os back vocals e, em último caso, o playback, acabam por ser a salvação da cantora. O espetáculo que Rihanna apresentará este sábado aos portugueses vale pela cor, pelas coreografias… pelo espetáculo, pela imagem, mas infelizmente não pela voz da cantora. (Não seria ético colocar aqui a gravação completa do concerto, mas procure no Youtube e comprove!)

Resumindo, olhando para o seu percurso, Rihanna é uma cantora melhor, é uma artista com mais potencial, mas, como muitos outros, ao vivo não satisfaz por completo – as provas estão no espetáculo de amanhã (e no Youtube também). Ainda assim, é mais que justificável assistir a um concerto de Rihanna: vale pela cor, pela dança, pelo espetáculo visual, pela emoção.

Veja aqui imagens dos bastidores da digressão mundial que passa amanhã pelo Pavilhão Atlântico, em Lisboa. O espetáculo começa às 19h30, com a atuação do DJ produtor de “We Found Love”, Calvin Harris.

Categorias
DestaquesRubricasSoundCloud

Media student, workaholic, tv-radio-web addicted, fashion victim, music lover. A life enjoyer.

Comentários