Televisão

Mais de 700 mil acompanharam “Dr. White”

image

Estreou ontem o novo programa da SIC que tem como objetivo ensinar “O Caminho para a Felicidade” a alguns portugueses.

O formato da autoria de Miguel Stanley, que é igualmente o apresentador, conseguiu uma audiência média de 7,5% o correspondente a cerca de 715 mil espetadores. Quanto ao share o programa não foi além dos 21,4%. À mesma hora, em prime-time, era exibida a telenovela Remédio Santo, na TVI, que se consagrou o programa mais visto do dia com uma audiência média de 12,0% e um share próximo dos 35%.

No mesmo horário, mas com uma duração muito superior, decorria o primeiro direto d’A Voz de Portugal. O programa conduzido por Catarina Furtado, que é considerado por muitos o melhor formato musical alguma vez feito em Portugal, não foi além dos 495 mil espetadores e alcançou somente um share de 16%.

image

Tendo ou não sido um sucesso, Dr. White deixou uma muito boa herança ao novo formato apresentado por Rita Ferro Rodrigues. Até à Verdade estreou também ontem, alcançando um bom resultado para o horário em que foi exibido. A apresentadora de Vizinho, Mudei a Loja, na SIC Mulher, prendeu mais de 610 mil espetadores e conseguiu subir o share alcançado pelo programa de Miguel Stanley: 23,5% foi o share conseguido por Até à Verdade. Ainda que tenha conseguido um bom resultado, o novo formato da SIC foi derrotado por Anjo Meu, num dos seus piores resultados, que conseguiu uma audiência média de 7,3% e um share de 28%.

Foram dois os candidatos transformados no programa de Miguel Stanley. O Dr. White conseguiu ótimos resultados e terá deixado, por certo, o público rendido. Veja agora o perfil dos dois transformados da passada noite:

Ana Maria Martins

clip_image002

Intervenção: Abdominoplastia e lifting pescoço; rejuvenescimento facial e perda de peso.

Sobre a candidata: É reformada. Foi empregada de balcão durante 45 anos. Vive com o marido e é uma avó babada. Não está a saber envelhecer e quer apagar as marcas do tempo. Emociona-se facilmente é expansiva e é aquilo a que se chama um “bom astral”.

Nelson Moreira

clip_image002[5]

Intervenção: Correção nariz e cicatriz lábio; intervenção dentária de alto impacto; implantes capilares e apoio de psicologia.

Sobre o candidato: É Segurança. Tem uma deformação de nascença no lábio (fenda). Já fez várias cirurgias em criança. Perdeu o pai muito cedo e foi criado só pela mãe, juntamente com mais 11 irmãos. É casado mas não tem filhos. É envergonhado, complexado com a sua imagem, guardando traumas de infância.

Categorias
Televisão

Se o Jornalismo não se pode considerar uma ciência temos certamente de olhá-lo como uma arte. A arte de saber contar estórias e marcar a história. Estudante de Jornalismo (ESCS-IPL)

Comentários