Televisão

Ana Zanatti hoje em “Alta Definição”

Esta semana no Alta Definição, Ana Zanatti responde a todas as perguntas, sem tabus, nem receio das palavras, com uma tranquilidade e dignidade singulares.

Com uma longa carreira no teatro, televisão e no cinema, Ana Zanatti foi apresentadora de diversos Festivais da Canção, na RTP, em parceria com Eládio Clímaco. Também dá voz a vários documentários e são conhecidas as suas participações em projectos musicais, como letrista de temas interpretados, nomeadamente, por Lara Li e Mafalda Sacchetti.

Em 2009, Ana Zanatti tornou pública a sua homossexualidade, durante a apresentação pública do primeiro movimento da sociedade civil de defesa dos direitos dos homossexuais pelo casamento, que se realizou no Cinema São Jorge, em Lisboa. De entre as várias declarações a jornais e revistas, a actriz frisou “que não aceita perder direitos por ser uma minoria”.

Daniel Oliveira escreveu…

A serenidade

A tónica das respostas de Ana Zanatti não é a outra quenão a contemplada neste título. A atriz e escritora “fala-me-nos” como se nos contasse um segredo. Um não, vários. Quase em surdina, com as palavras certas e uma solidez de pensamento e de espírito que dá que pensar. O mote da entrevista foi o último livro de Ana, “Teodorico e as mães cegonhas”, onde aborda de forma subliminar a adoção de crianças por parte de casais homossexuais.

Há pouco menos que três anos, Ana Zanatti revelou de forma consciente e digna a sua orientação sexual, mas nunca foi tão longe como veremos no “Alta Definição”. Não foge a nenhuma perguna e nenhuma questão a deixou sobressaltada, incomodada. A conversa fluiu com mesma certeza da verdade. “Se é verdade para mim não há-de estar assim tão errado”, disse e acrescentou: “Sempre achei que mais valia estar o Mundo contra mim do que eu contra mim própria”.

O prazer de fazer este programa é conhecer pessoas como a Ana Zanatti, que curiosamente estava receosa em relação à conversa: “eu não sou nada boa nestas coisas”, confessou-me. Bebeu um café, fumou um cigarro, passeou os olhos pelos livros que enchiam as prateleiras da “Ler Devagar” e sentou-se. Olhou-me nos olhos e sorriu. O que veio depois vai dar que falar.

Notícias TV

Atualmente, a atriz está a dar vida a uma personagem na sitcom da RTP1, Os Compadres, com Nicolau Breyner, Fernando Mendes e Rosa do Canto.

Hoje, sábado, um pouco depois das 14h, ligue-se ao Alta Definição, na SIC.

Veja a promoção: Alta Definição

Categorias
Televisão

Se o Jornalismo não se pode considerar uma ciência temos certamente de olhá-lo como uma arte. A arte de saber contar estórias e marcar a história. Estudante de Jornalismo (ESCS-IPL)

Comentários