Destaques

As “Cátias” encontraram-se para uma conversa muito animada

Já brilharam ambos, no mesmo horário, nas noites de domingo. Numa destas tardes, a Notícias TV juntou Manuel Marques e Cátia Palhinha, numa livraria em Lisboa e as gargalhadas, não faltaram.

Ninguém ficou indiferente à imitação de Cátia, da Casa dos Segredos, protagonizada por Manuel Marques no programa da RTP1 Estado de Graça. “É que é tal e qual a maneira de falar e tudo”, revela surpreendida a segunda classificada de Secret Story 2 – Casa dos Segredos.

Foi numa livraria em Lisboa que os dois se encontraram e assim que Cátia chegou Manuel prontamente lhe ofereceu um livro sobre dinossauros! Muito agradada e sempre animada, a algarvia agradeceu o presente e revelou que o ia ler, de imediato, no caminho para o Algarve, que sucedeu logo após este muito divertido encontro.

A 'Notícias TV' juntou Cátia Palhinha e Manuel Marques

Numa conversa em que começou com os dois a assistir aos sketches de Estado de Graça, de tudo se falou e quiçá se idealizaram grandes apostas para o futuro. “Adorava trabalhar com o Manuel, até porque certamente ia aprender muito”, revelou Cátia que mais tarde perguntou ao humorista: “Gostava de um dia fazer uma coisa contigo. É possível? (…) Para entreter as pessoazinhas, elas iam adorar. Toda a gente gosta dele”. Manuel Marques não rejeitou a hipótese e quando questionado sobre a possibilidade de Cátia ser um reforço para a próxima edição do Estado de Graça, o ator diz que: “Poderá [ser um reforço], gostava muito”.

Nesta longa conversa, Cátia revelou ainda que as barbaridades que dizia e a falta de cultura que mostrava ter eram autênticas e que o facto de ser tão espontânea, só piorou. “Muitas vezes dizia as coisas de forma muito espontânea, não pensava. E às vezes até ficava a pensar, ‘é pá, mas eu disse isto, mas isto não é assim, isto está mal’. E dizia para mim: ‘sou mesmo burra’.”

Fique com alguns momentos deste encontro cedidos pelo DN:

Categorias
DestaquesTelevisão

Se o Jornalismo não se pode considerar uma ciência temos certamente de olhá-lo como uma arte. A arte de saber contar estórias e marcar a história. Estudante de Jornalismo (ESCS-IPL)

Comentários