Cinema

Mark Wahlberg afirma que o 11 de setembro não teria acontecido se ele fosse a bordo de um dos aviões

Mark Wahlberg foi entrevistado pela revista Men´s Journal com o objetivo de promover o seu filme de ação “Contrabando”. Contudo, foram as suas declarações sobre o ataque às torres gémeas que receberam toda a atenção: «Se eu fosse nesse avião com os meus filhos, ele não teria caído daquela forma». O ator acrescentou ainda «Teria haviado muito sangue a bordo da primeira classe e depois eu diria “Ok, nós vamos aterrar em algum lugar seguro, não se preocupem”».

As declarações do ator causaram polémica, principalmente entre as famílias das vítimas dos ataques de 11 de setembro. Wahlberg emitiu mais tarde um comunicado a desculpar-se pelo sucedido «Primeiramente, especular sobre tal situação é ridículo. Peço sinceras desculpas às famílias das vítimas que sentiram a minha resposta como insensível, não era certamente a minha intenção».

Esta manhã (20), durante a emissão do programa matinal “Scott and Todd” na estação de rádio WPLJ, Wahlberg voltou a esclarecer os seus comentários «Eu nunca quis desrespeitar ninguém. Eu só queria que as pessoas soubessem que eu colocar-me-ia em perigo para proteger, não só a minha família, mas todos os inocentes».

Categorias
Cinema

Comentários