Cinema

O Artista vence prémio do Sindicato de Realizadores norte-americano

O filme a preto e branco mudo continua a dar que falar, e na noite de ontem (28 de Janeiro), Hazanavicius saiu vitorioso, vencendo o prémio do Sindicato de Realizadores norte-americano (Directors Guild of America Award).

O Artista” competia com “Meia-noite em Paris” de Woody Allen, “Os Descendentes” de Alexander Payne, “Hugo” de Martin Scorsese e “Millenium 1: Os Homens que Odeiam as Mulheres” de David Fincher, todos eles nomeados para o Óscar de melhor filme com exceção do último.

O prémio do Sindicato de Realizadores tem sido um prelúdio do vencedor para os Óscares desde que iniciou a sua atividade em 1948, sendo que desde então apenas 6 filmes ganharam o prémio DGA mas perderam o Óscar. A mais exceção ocorreu em 2002, quando Rob Marshall (“Chicago“) ganhou o prémio, mas perdeu o Óscar para Roman Polanski  (“O Pianista“).

Categorias
Cinema

Comentários