Destaques

Top TV – O melhor e o pior da televisão portuguesa

O Top TV regressa para lhe dar conta do que de melhor e pior aconteceu na televisão portuguesa na semana que passou.

A tua cara não me é estranha, novo programa das noite de domingo da TVI, não traz nada de novo ao audiovisual português e não é um bom programa, mas é divertido. Quase sempre em televisão, sobretudo em Portugal, a qualidade não é sinal de boas audiências, ao contrário de programas como este que, sendo maus, proporcionam momentos alegres para quem assiste. Manuel Luis Goucha e Cristina Ferreira, os apresentadores, sabem o que fazem e servem que nem uma luva a este formato. O programa não podia ter corrido melhor ao canal de Queluz. Foi líder, e bem, na noite de domingo e colocou a um canto o programa da SIC, Ganha num Minuto, que em duas noites arrecadou duas vitórias para a estação de Carnaxide. Ainda só se sabe o resultado da estreia, mas é quase certo que A tua cara não me é estranha chegou para vencer as noites de domingo, sem dar grande hipótese à concorrência.

José Fragoso, antigo diretor de programas da RTP1 e atualmente na TVI, salvo raras excepções, teve muitas vezes opções de programação extremamente discutíveis. A última delas aconteceu esta sexta-feira. No lugar de Morangos com Açúcar foi transmitido o programa Dá cá mais 5, numa emissão especial, com concorrentes e júri de A minha cara não me é estranha. Era certo e sabido que esta emissão não ía resultar. Não por culpa do programa, que sendo fraco, não conseguia fazer muito mais do que aquilo que fez. 17% share era um resultado que a estação de Queluz de Baixo não fazia há muitos anos naquele horário e durante a semana. A ideia foi má, ou melhor, foi péssima.

Acompanhe todas as novidades aqui no Propagandista Social e tambem as crónicas sobre televisão em A Caixa que já foi Mágica.

Boa semana!

Tiago Lourenço

Categorias
DestaquesRubricasTelevisãoTop TV

Comentários