Destaques

Grammy 2012: Melhor Álbum do Ano

titulos_grammy2012

rihannaadele

Primeiro o vinil, depois a cassete e o CD. As cassetes já não existem, os CDs vão sobrevivendo e o vinil voltou a estar na moda, convivendo em harmonia com o meio digital que ganha mais e mais utilizadores a cada dia. Independentemente do seu formato, o seu conteúdo não muda e a sensação de ouvir um novo álbum também não. Se for um dos cinco que se seguem, melhor ainda! Os nomeados a Melhor Álbum do Ano são…

Adele – “21” – VENCEDOR

O segundo álbum editado por Adele no início de 2011 foi música para muitos ouvidos durante todo o ano. Os críticos gostaram do álbum e elogiaram a evolução da cantora relativamente ao disco antecessor, “19”. Dizem que as mudanças não se verificam apenas nos dotes vocais, mas também na maturidade que imprime nas suas letras, demonstrando a passagem dos dramas da adolescência a cicatrizes difíceis de sarar na vida adulta.

Foo Fighters – “Wasting Light”

O sétimo álbum dos Foo Fighters é considerado pela crítica como o mais feroz da discografia da banda. Muitos consideram que “Wasting Light” apresenta algumas das músicas mais memoráveis de Dave Grohl, vocalista do grupo e ex-membro dos Nirvana, representando este um regresso às suas origens.

Lady Gaga – “Born This Way”

Ouvir o segundo álbum de estúdio de Lady Gaga foi para os críticos uma delícia. Dizem eles que a cantora não sabe quando parar e que, por isso, produziu um álbum de excessos musicais surrealistas, mas brilhantes. Ainda assim, há quem discorde e considere que o álbum é mais fraco que os seus antecessores.

Bruno Mars – “Doo-Wops & Hooligans”

O primeiro álbum editado por Mars é tido como a melhor estreia de 2011 para muitos críticos, que anteveem uma longa carreira para o cantor. No disco ouvimos um artista poliglota que canta Pop, Soul, R&B e até dá alguns toques na música clássica. Mars é uma mistura de Michael Jackson, Kanye West e um toque de Bob Marley, que faz dele um músico único.

Rihanna – “Loud”

O quinto álbum da carreira de Rihanna é um regresso às origens. Depois de experimentar sonoridades mais agressivas, a cantora volta ao estilo musical que a levou ao sucesso: a pop mais colorida e fácil de ouvir. Os críticos elogiam a evolução da performance vocal da cantora que voltou a ser mais orgânica que nos álbuns antecessores.

O Melhor Álbum do Ano é anunciado na cerimónia de entrega dos Grammys, no dia 12 de fevereiro. Acompanhe todas as novidades sobre a maior noite da música no Propagandista Social em www.propagandistasocial.com/grammy.

Categorias
DestaquesMúsica

Media student, workaholic, tv-radio-web addicted, fashion victim, music lover. A life enjoyer.

Comentários