Cinema

Óscares 2012: Categoria Melhor Edição de Som

O prémio da Academia para Melhor Edição de Som é concedido anualmente ao filme que exibe a melhor edição de som. Geralmente o Óscar é recebido pelos supervisores da edição de som do filme.

Drive – Risco Duplo

(Lon Bender e Victor Ray Ennis)

A estreia na Academia é uma novidade para estes dois editores de som, que vêm com o filme “Drive – Risco Duplo” a sua primeira oportunidade de levar a estatueta dourada para casa. Esta é também a única categoria em que o nome do filme é indicado.

Millenium 1: Os Homens que Odeiam as Mulheres

(Ren Klyce)

Ren Klyce já foi nomeado quatro vezes pela Academia, sendo conhecido por colaborar frequentemente com o realizador David Fincher. Está também nomeado para a categoria Melhor Mistura de Som.

A Invenção de Hugo

(Philip Stockton e Eugene Gearty)

Nesta dupla, apenas Eugene Gearty está nomeado pela segunda vez. Curiosamente, a sua primeira nomeação ocorreu em 2002, também com um filme de Martin ScorseseGangs de Nova Iorque”.

Transformers 3

(Ethan Van der Ryn e Erik Aadahl)

Ethan Van der Ryn já venceu dois óscares nesta categoria, com o filme “O Senhor dos Anéis: As Duas Torres” (2002) e “King Kong” (2005), ambos realizados por Peter Jackson. Erik Aadahl obtém com “Transformers 3” a sua primeira nomeação.

O Cavalo de Guerra

(Richard Hymns e Gary Rydstrom)

Gary Rydstrom tem um percurso impressionante, tendo sido nomeado 17 vezes pela Academia (levou sete estatuetas douradas para casa). Está também nomeado na categoria de Melhor Mistura de Som. Richard Hymns conhece a sua primeira nomeação com este filme de Steven Spielberg.

Categorias
Cinema

Comentários