Cinema

Óscares 2012: Categoria Melhor Fotografia

Um segundo de um filme é formado por 24 fotografias que, quando colocadas em rotação no projetor, proporcionam a sensação de movimento. É a qualidade dessas fotografias que os membros da Academia avaliam, e tudo é tido em consideração, desde a luz usada até à posição da câmara adotada pelo fotógrafo (diretor de fotografia).

O prémio é oferecido pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas desde 1929. A partir de 1940, o Óscar passou a ser oferecido em duas subcategorias: a preto e branco e a cores. Contudo, esta divisão foi abonada em 1967.

Conheça os nomeados deste ano:

httpv://www.youtube.com/watch?v=1Ndudt-FtSs

O Artista”

(Guillaume Schiffman)

O fotógrafo passou muito tempo a discutir com o realizador do filme, Michel Hazanavicius, as melhores opções para trabalhar um filme a preto e branco. A escala de cores e a iluminação tornaram-se elementos fundamentais para contar a história, pois tratando-se de um filme sem diálogos, a própria luz e sombras tinham que contar algo.

Millenium 1: Os Homens que odeiam as mulheres

(Jeff Cronenweth)

Este diretor de fotografia americano fiou conhecido pelo seu trabalho nos filmes de David FincherClube de Combate” (1999) e “A Rede Social” (2010). Agora, vê o seu nome indicado pela segunda vez pela Academia, novamente com um filme do realizador. Apesar de ter perdido no ano passado para com o filme “A Origem”, a nomeação deixou todos com os olhos postos no diretor. Atualmente, Jeff Cronenweth e o irmão realizam também diversos anúncios e videoclipes na cidade de Los Angeles, EUA.

A Invenção de Hugo

(Robert Richardson)

Mais uma vez, Martin Scorsese escolheu colaboradores de outros filmes para se juntarem a ele em “A Invenção de Hugo”. Richardson é um colaborador frequente de outros realizadores, como Oliver Stone, John Sayles, Errol Morris e Quentin Tarantino. O diretor de fotografia já ganhou dois Óscares, nomeadamente com os filmes “JFK” (1991) e “O Aviador” (2004).

A Árvore da Vida

(Emmanuel Lubezki)

Conhecido pelas suas técnicas inovadoras e estilo característico, Emmanuel Lubezki é um diretor de fotografia mexicano. Nomeado cinco vezes pela Academia, é considerado como um dos grandes favoritos este ano a arrecadar o Óscar de Melhor Fotografia. O seu trabalho em “A Árvore da Vida” foi extremamente longo e exigente, pois com Terrence Malick na realização, o diretor de fotografia nunca sabia se o seu trabalho acabaria por incorporar a versão final do filme ou não. Mas Emmanuel Lubezki considerou a experiência recompensadora, e o resultado fica a vista de todos.

Cavalo de Guerra

(Janusz Kaminski)

O polaco Janusz Kaminski trabalhou em todos os filmes de Steven Spielberg desde “A Lista de Schindler (1993). Vencedor de dois óscares, Kaminski foi o primeiro diretor de fotografia a apresentar a entrega de um prémio pela Academia. Em 2009, ao lado de James Franco e Seth Rogen, o polaco apresentou a categoria de melhor curta-metragem (live action).

Categorias
Cinema

Comentários