Música

“Vodafone Mexefest” deve regressar ao Porto em 2013

A primeira edição do festival de música de inverno Vodafone Mexefest no Porto, que terminou no sábado, deve regressar para o ano, porque o objetivo foi atingido, admitiu à Lusa fonte da organização do evento cultural.

«Ainda estamos a vender bilhetes para hoje à noite, mas a estimativa é terminar o festival com mais de sete mil bilhetes vendidos. Um número bastante positivo para a primeira edição no Porto», adiantou à Lusa fonte da organização, Música no Coração, garantindo que no primeiro dia do Mexefest as 10 salas estiveram quase sempre cheias.

Segundo a organização, o Vodafone Mexefest do Porto atingiu os objetivos e a «ideia é haver uma continuidade».

O festival de música, que começou na sexta-feira à tarde com concertos no mítico Café Majestic, agendou 40 concertos para dois dias em 10 salas especiais do Porto, designadamente Café Guarany, Cinema Passos Manuel ou Ateneu do Porto.

No primeiro dia do festival, as salas onde decorria o Vodafone Mexefest estiveram a meio gás enquanto o clássico de futebol Benfica-FC Porto não terminou, mas os concertos foram enchendo à medida que a noite avançava, como foi o caso do espetáculo da espanhola Russian Red, St. Vicente, Emika e Supernada.

No sábado ocorreram mais 25 concertos e a actuação de vários DJ’s. Um dos espectáculos mais aguardados era o de Fink, no Ateneu Comercial do Porto, que trouxe sons entre o dub, blues e folk e correspondeu às expetativas.

O público teve também oportunidade de ouvir o blues/rock de Hanni El Khatib, na Garagem Vodafone, Twin Shadow, no Coliseu do Porto e Ladrões do Tempo, no Cinema Passos Manuel.

Categorias
Música

Se o Jornalismo não se pode considerar uma ciência temos certamente de olhá-lo como uma arte. A arte de saber contar estórias e marcar a história. Estudante de Jornalismo (ESCS-IPL)

Comentários