Digital

Google Play: nova loja de entretenimento

A Google revelou esta terça-feira o Google Play, uma remodelação da plataforma de venda que aglutina as aplicações do antigo Android Market com novos conteúdos: e-books, filmes e música.

Google Play é um esforço da Google de se manter a par da organização das lojas digitais da principal concorrente, a Apple. Esta última já desde há algum tempo que disponibiliza conteúdos variados para compra através da iTunes Store, App Store, iBook Store e Quiosque. Os utilizadores da marca da maçã podem comprar de forma instantânea, mediante a criação de uma conta, vídeos/filmes, música, livros, revistas, toques, etc.

Já o Android Marketplace era limitado em termos de conteúdos, e centrava-se sobretudo na venda de aplicações. Agora renovado e renomeado, o Google Play assume-se como uma central de conteúdos onde convergem as várias formas de entretenimento. O trunfo outrora da Apple, o iCloud, também foi replicado, e é possível fazer sincronização automática e imediata de compras realizadas (a integração do iCloud, mesmo assim, abrange mais elementos externos, como documentos pessoais, notas e fotografias).

Mas o que tem a oferecer a mais que as plataformas de venda da Apple? Uma maior integração dos conteúdos para venda, numa única loja (no ecossistema Apple existe uma loja para cada tipo de produto); um serviço fácil de recomendação e partilha de música para os amigos; a possibilidade de fazer streaming de música online, e de selecionar músicas ‘favoritas’ para acesso offline; aluguer e venda de filmes – tudo isto acessível através de equipamentos Android (smartphones, tablets) e da Web. E claro, um design bastante mais apelativo.

httpv://www.youtube.com/watch?v=GdZxbmEHW7M

 Não existe ainda informação quanto ao tempo que levará até esta nova loja estar disponível.

Categorias
Digital

Comentários