Moda

Lidija Kolovrat – ModaLisboa Freedom 2012

imageAna Pinto @ ModaLisboa:

“I Can See myself in your eyes” é o nome da colecção de outono/inverno 2012/2013. Elementos, de certo modo, vintage mas ao mesmo tempo futuristas. Aposta em cores fortes sem nunca faltar o dramatismo do preto.

Fotos:

Lidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - FreedomLidija Kolovrat | winter 2013 | ModaLisboa - Freedom

Dossier de imprensa:

Somos influenciados pela maneira como os outros nos vêm.

Olho em redor e vejo com deslumbramento a natureza humana, aquilo que o Homem fez e ainda não fez e o que nunca poderá fazer.

Revistar lugares antigos, reinterpretá-los e atribuir-lhes novas perspetivas, é o mood desta coleção.

Depuração do acessório, dando ênfase às necessidades primárias do corpo, o conforto físico para o corpo e o visual para os demais; os detalhes partem de dentro para fora, assim como se entende a presença do Homem para

Uma emergente dinâmica se apodera da roupa, um rasgo de movimento que se reflete nos detalhes.

SILHUETA
As peças são um estudo delas mesmas. Os elementos formais mais casuais como as golas e lapelas são explorados. Vai-se para além da estética. Eles são questionados e com isso ganham um significado – num tom irónico. Um blazer tem uma lapela. Porquê? Porque é uma característica formal sua. Estes elementos sofrem translações e rotações. São explorados na sua forma e
tamanho. Criam silhuetas com ênfase na verticalidade, na envolvência do corpo. O contraste entre o estruturado e o levemente drapeado cria uma dualidade que se torna una, em união com os materiais e digital prints.

Créditos fotográficos: ModaLisboa / Fotógrafo: Rui Vasco

outros desfiles

Categorias
Moda

Estudante de Farmácia, amante das ciências e das artes. Gosto particular por entretenimento em diversas áreas: televisão, cinema, teatro, música.

Comentários