Destaques

Entrevista PS: Estreia de Nuno Markl no ‘5 para a meia noite’ é «como abrir a porta de uma loja de brinquedos»

nm2

Foi “O homem que mordeu o cão”. Descobriu que “Há vida em Markl”. Foi co-autor do “Herman Enciclopédia” e dos “Contemporâneos”. É uma das caras do Canal Q. É a voz de Finn McMíssil (“Carros 2”) e de Dupont (“As aventuras de Tintin”). É o colecionador da “Caderneta de Cromos”. É o PRIMO de todos nós. E agora prepara-se para ser um dos “5 para a Meia-Noite”. O Propagandista Social esteve á conversa com Nuno Markl sobre o que podemos esperar das novas madrugadas de quarta-feira (que não poderão ser até muito tarde) na RTP1 (veja o vídeo).

«É como abrir a porta de uma loja de brinquedos». Nuno Markl ainda está «inebriado com a liberdade que nos é dada» para fazer o “5 para a Meia-Noite”. O humorista foi convidado por Hugo Andrade para ser um dos novos apresentadores do programa e aceitou.

Mas o animador das manhãs da Rádio Comercial não vem sozinho. João Quadros, Francisco Palma e Ana Ribeiro, com quem tem trabalho no Canal Q, formam o leque de argumentistas que se juntam a Markl na produção das noites de quarta-feira.

«Não quero prender-me a rubricas, quero tentar que cada semana seja uma experiência diferente». Ainda assim há já algumas ideias para o primeiro programa, onde irá receber a fadista Carminho. O autor da “Caderneta de Cromos” revelou que deverá contar pontualmente com a colaboração de Miguel Araújo, músico com quem criou o espetáculo “Como desenhar mulheres, motas e cavalos”. A estreia de Nuno Markl ficará marcada pela recriação desse espetáculo ao vivo. O autor irá contar a história que o levou até ao “5 para a Meia-Noite” através de imagens desenhadas por si em tempo real no iPad, e da música de Miguel Araújo. «É uma história tão banal e tão desprovida de qualquer interesse que  temos que criar este aparato todo com desenhos, música e loops para a tornar interessante» contou ao PS.

Quanto aos possíveis entrevistados para o programa, o comediante diz que «há convidados portugueses muito bons», mas gostava de ter em estúdio alguns «estrangeiros da música». Markl revelou-nos que «mandaram uma lista com o pessoal estrangeiro que vem cá», e entre eles estava o nome de Lana Del Rey, por exemplo. Mas não pense que só de vedetas se faz a lista de convidados. «Há muita gente que não é conhecida e faz coisas extraordinárias» e que Nuno gostava de entrevistar.

Nova casa, novos vizinhos

NM3Nuno Markl é estreante no “5 para a Meia-Noite”, mas há quem lá ande há mais tempo. Sobre os veteranos do “5”, o humorista disse serem todos «muito hospitaleiros», afinal «já os conheço de outras aventuras». Ainda assim , o tempo para socializar não será muito, «iremos falar mais por e-mail que ao vivo».

Rádio Comercial de manhã, Canal Q durante o dia, espetáculos ao vivo à noite, e agora RTP1 de madrugada. Como conciliar tudo? «No fim-de-semana durmo… mas ao mesmo tempo sou pai!» foi a resposta. «Se aguentei tudo até aqui, mais uma noite, menos uma noite…» disse, tendo já o compromisso do diretor de programas da RTP, Hugo Andrade:  «Ele comprometeu-se… ‘o programa vai mesmo começar por volta da meia-noite’».

Até ao verão Nuno Markl não aceita mais projetos, por falta de tempo. A seguir vai percorrer Portugal com a apresentação de “Como desenhar mulheres, motas e cavalos”, com Miguel Araújo. Em tempos de crise, o autor considera «uma benção» todo o trabalho que tem. «Não somos as vedetas de Hollywood (…) as travessias do deserto estão sempre no horizonte. E as oportunidades são para serem aproveitadas» rematou.

Ao longo desta semana, o Propagandista Social apresenta-lhe entrevistas com todas as caras do “5 para a Meia-Noite”. Já lhe mostrámos as entrevistas a Luís Filipe Borges e a Zé Pedro Vasconcelos, e amanhã será a vez de Pedro Fernandes.

Entrevista: Ruben de Carvalho; Imagem: Ana Patrícia Alves

Categorias
DestaquesTelevisão

Media student, workaholic, tv-radio-web addicted, fashion victim, music lover. A life enjoyer.

Comentários