Destaques

Entrevista PS: «Olha, Nilton… q’andas a fazer?» no ‘5 para a Meia-Noite’ (veja o vídeo)

Nilton2

Desde o início do “5 para a Meia-Noite”, Nilton era o senhor das quartas-feiras. Mas a partir da próxima semana, cabem-lhe as sextas-feiras. O Propagandista Social foi perguntar a Nilton ‘”q’andas a fazer?” no regresso às madrugadas da RTP (veja o vídeo).

A passagem da 2 para a RTP1 criou a possibilidade de o humor ganhar um novo rumo, mas Nilton descansa os espetadores: «mantém-se a génese do “5 para a meia-noite”». «Eu vejo isto como uma pizza: a massa é a mesma, o queijo é igual, depois mudam-se os ingredientes» explicou.

Para a sua sexta temporada à frente do programa, o humorista promete «muitas personagens novas», mas há pelo menos uma que continuará a suscitar gargalhadas: o personagem da famosa questão «olha… q’andas a fazer?». Nilton contou que «Não sei se é o que as pessoas mais gostam. (…) Mas é o personagem que me dá mais gozo a fazer. São horas e horas a gravar… um dia inteiro, às vezes, para ter um bom momento».

De 2009 até hoje, muitas foram as personalidades que se sentaram no sofá do ‘5’ para conversar com Nilton. Ainda assim existem algumas que o apresentador adorava entrevistar, mas que insistem em não aceitar o convite. É o caso de Marcelo Rebelo de Sousa e Jorge Nuno Pinto da Costa. «São pessoas que andam há tanto tempo a esquivar-se e eu mantenho este acreditar utópico ou não que elas lá irão.», contudo «há tanta gente interessante neste país». E, por isso, no primeiro programa da sexta série do ‘5’, Nilton recebe em estúdio Boss AC, que irá apresentar “Sexta-Feira”.

Nova casa, novos vizinhos

Passadas cinco séries na RTP2, o programa das madrugadas foi promovido ao canal 1. O humorista vê com bons olhos a mudança, afinal ganha a «possibilidade de chegar a mais pessoas».

O autor de “Há pessoas que dizem supcelente”, da RFM, acredita que Nuno Markl e Zé Pedro Vasconcelos «trarão coisas 100% novas» para o programa, enquanto os veteranos (ele, Luís Filipe Borges e Pedro Fernandes) trarão as «maluquices» do costume.

O regresso do ‘”5” junta-se aos muitos afazeres de Nilton. O autor admite ser um «workaholic» dentro de um quadrado: «é o “5 para a Meia-Noite”, a RFM, o “Clube da Comédia” e os shows de stand up comedy que faço pelo país todos os fins de semana». Com a agenda cheia, Nilton diz que «agora não vou aceitar nenhum projeto».

Apesar de não sentir a crise que assombra o setor da Cultura, o também escritor diz ter a «perfeita consciência da redução de apostas no mercado». «O artista tem sempre projeto (..) pode estar a morrer à fome, mas tem sempre um projeto», rematou com a sarcasmo habitual.

Ao longo desta semana, o Propagandista Social apresentou-lhe entrevistas com todas as caras do “5 para a Meia-Noite”. Veja as entrevistas a Luís Filipe Borges, a Zé Pedro Vasconcelos, a Nuno Markl, e a Pedro Fernandes.

Categorias
DestaquesTelevisão

Media student, workaholic, tv-radio-web addicted, fashion victim, music lover. A life enjoyer.

Comentários