Destaques

RTP1 solidária “até à medula” na quinta-feira

Dia 19, quinta-feira, a programação da RTP1 transforma-se para uma emissão especial. “Solidários até à medula”, que surge pela segunda vez em parceria com a Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL), tem como objetivo levar os portugueses a doarem medula óssea.

João Baião e Tânia Ribas de Oliveira apresentaram a primeira edição de "Solidários até à medula" há 3 anos.

Tânia Ribas de Oliveira voltará, a par de João Baião, a dar a cara pela iniciativa. A apresentadora diz estar preparada para esta «maratona de solidariedade» que irá das 10h às 13 e das 15h30 às 19h, em direto do Parque das Nações. Durante o dia, Tânia e João irão conversar com «pessoas que ultrapassaram a doença e outras que ainda não ultrapassaram, mas que todos nós acreditamos que vão ultrapassar», para além de médicos, investigadores e dadores de medula óssea.

Em relação ao parceiro destas 6h30 de emissão, a apresentadora de “Portugal no Coração” diz que acontece como se estivesse «sozinha». «Gosto tanto dele. Nós não pensamos, completamo-nos. Por ser com ele ainda vai correr melhor.» acrescentou.

Música de Rui Veloso, Carminho e Boss AC em direto

A iniciativa da RTP e da APCL culmina com a “Primavera da Vida”. Catarina Furtado irá apresentar no dia 19 à noite um concerto em direto do Pavilhão Atlântico (cartaz em baixo).

Luís Represas, Carminho, Boss AC, Nancy Vieira, Camané, Paulo Flores e João Gil compõem o cartaz encabeçado por Rui Veloso. O cantor foi o responsável pela direção artística do espetáculo que contará com o acompanhamento da Orquestra Filarmonia das Beiras.

O preço dos bilhetes para o concerto variam entre os 20€ e os 55€. A totalidade do montante dos ingressos reverte para a Luta Contra a Leucemia.

Em apenas 10 anos, o registo nacional de dadores de medula óssea passou da última posição para o 3º lugar no ranking mundial. Para tal contribuiu a RTP. Esta será a segunda emissão especial da estação pública dedicada a esta iniciativa, depois do primeiro programa há três anos.

Hugo Andrade, o diretor de programas da RTP, considera que esta «é uma das obrigações do serviço público: os projetos de solidariedade». «Colaborámos com o Maior Estendal do Mundo e vamos começar uma campanha nacional contra o desperdício», disse o responsável.

As emissões especiais da RTP1 são uma das  apostas de Andrade, e são para continuar. Na próxima semana o canal emite a festa das flores, na Madeira. «Quebrar a rotina» e «estar mais próximos dos portugueses» são os objetivos.

6914741532_b5a56c2937_z

Categorias
DestaquesTelevisão

Media student, workaholic, tv-radio-web addicted, fashion victim, music lover. A life enjoyer.

Comentários