Cinema

“Capitães da Areia” estreia quinta-feira (leia a crítica)

O sucesso literário de Jorge Amado, “Capitães da Areia”, foi transformado numa longa-metragem pela neta do escritor, Cecília Amado, que faz jus ao clássico brasileiro.

A história passa-se na Baía dos anos 50 e mostra a vida de um grupo de meninos (Capitães da Areia) de rua sem afectos, comida e educação que vivem de esquemas e burlas. Pedro Bala, o líder da quadrilha, impõe a ordem e é o rei do Trapiche – um armazém abandonado na praia, onde todos os meninos de rua dormem. Um dia Dora chega e a vida do Trapiche nunca mais será a mesma e os meninos depressa descobrem que ainda têm muito que aprender sobre a vida.

Esta é sem dúvida uma trama que nos mostra a cultura baiana. Através do filme sentimos os cheiros, ouvimos o mar e sentimos a areia debaixo dos nossos pés. O argumento foi muito bem adaptado apesar da tentativa falhada de abranger todo o conteúdo do livro de Jorge Amado. Assim, a fita surge fragmentada, parecendo até que as cenas não têm ligação entre si. Quem sai mais prejudicado são as personagens, que ficamos a conhecer apenas muito superficialmente.

 Apesar dos cenários serem “deliciosos”, a montagem do filme e os planos escolhidos, que mudam constante e abruptamente, causam alguma confusão e fazem o espectador perder-se no meio da história.

O elenco é claramente amador e sem experiência, e aí o filme também perde um pouco. Os meninos são pouco naturais na sua interpretação. No entanto, é perceptível um sentimento de quase irmandade entre eles, e nota-se que criaram laços muito fortes entre si.

Algo que abona a favor desta fita é a banda sonora de Carlinhos Brown, que é magnífica e acrescenta muito valor a esta obra.

O filme estreia esta quinta-feira nas salas de cinema portuguesas, e apesar dos pontos fracos não deve perder este filme porque é uma das histórias mais bonitas da literatura.

[xrr rating=3/5]

Veja aqui o trailer do filme

                          httpv://www.youtube.com/watch?v=VTav_7PbnpU

Categorias
CinemaDestaques

Jornalista Estagiária numa publicação mensal e amante de Cinema e da Cultura nacionais

Comentários