Cinema

Já foi ao 8 ½ Festa do Cinema Italiano?

Desde dia 12 de Abril que está a decorrer em Lisboa a 5ª edição do 8 ½ Festa do Cinema Italiano, com várias mostras de filmes Italianos (e não só) no Medeia Monumental, Espaço Nimas e Cinemateca Portuguesa- Museu do Cinema. A acontecer até hoje, dia 19.

E nesta grande festa de homenagem ao cinema Italiano (a que o Propagandista Social não faltou) foi possível assitir a grandes filmes, de grandes nomes, quer em competição, quer fora de competição. A destacar Paolo Sorrentino (que acabou por não comparecer no evento) e à sua mais recente obra This Must Be The Place, que tem como protagonista uma rock-star reformada, algures entre Robert Smith (The Cure) e Eduardo Mãos-de-Tesoura, interpretada por Sean Penn. Outras obras suas em destaque foram Le Consequenze Dell’Amore (2004) e Il Divo (2008). Mas destacaram-se igualmente obras de outros realizadores como Il Primo Uomo, de Gianni Amelio (2011) e mesmo filmes em competição, como Ruggine, de Daniele Gaglianone (2011)e Scialla!, de Francesco Bruni (2011).

Sean Penn em "This Must be the Place"

Mas esta festa não festejou apenas o cinema; também, pegou num dos pontos fortes de Itália, a gastronomia, tendo organizado vários cine-aperitivos e mesmo um cine-jantar com exibição do filme La Grande Abbuffata de Marco Ferreri (1973).

Para que possa ainda aproveitar o último dia da grande festa do cinema Italiano, o Propagandista Social deixa-lhe aqui o que poderá ver hoje:

19h00 Il Tempo Si è Fermato – Cinemateca Portuguesa (Ermanno Olmi, 1959, 100′)

Se é amante do cinema mais clássico, então aconselhamos a ir ver este filme. Centrado num estaleiro deserto onde se interromperam as obras de construção de uma barragem, este aborda a relação de amizade que se estabelece na solidão das montanhas entre dois homens, personagens interpretadas por atores não profissionais, cujos gestos e diálogos são captados em som direto e acompanhados por uma câmara sempre atenta às pequenas particularidades do quotidiano.

19h30 Il Dio Domani – Cinema Monumental – Em competição (Marina Spada, 2011, 88′)

Monica, gestora dedicada a gráficos e novas estratégias para os recursos humanos, decide colocar em discussão o equilíbrio precário entre trabalho e afectos, numa Milão antonioniana. Mantém uma relação com Vittorio, o presidente da sociedade para a qual trabalha e cujo distanciamento é crescente, e uma relação conflituosa que a liga à meia-irmã Simona e ao pai. Talvez por um desejo oculto de reparação, é levada a ajudar o sobrinho Roberto, um esquivo adolescente. Frequenta um seminário sobre auto-retrato fotográfico onde conhece Lorenzo, com quem vive uma breve relação, que ainda assim não consegue afastar Monica das suas inquietações. Neste momento da sua vida, tem de fazer contas com o passado.

21h00 Scialla! – Espaço Nimas – Em competição (Franscesco Bruni, 2011, 95′)

Não deve perder um dos filmes em grande destaque neste festival! E se achar que não tem tempo para jantar não se preocupe, apareça neste espaço às 20h30 e mediante a apresentação do bilhete poderá aproveitar o CINE-APERITIVO.

Fala-nos de Luca, um romano de 15 anos, irrequieto, criado sem pai e inconscientemente à procura de um mentor, e de Bruno, um professor sem filhos que deixou o ensino para se refugiar na apatia das aulas particulares. Bruno jamais foi um mentor, nem mesmo para si próprio, mas o seu dia-a-dia pacato sofre uma imprevista mudança quando descobre que Luca é seu filho. O aluno rebelde e o professor melancólico vêem-se impostos a uma convivência forçada, que abre a ambos a misteriosa existência do outro.

21H30 Terraferma – Cinema Monumental – Sessão de Encerramento (Emanuele Crialese, 2011, 88′)

Não pode perder  a sessão de encerramento com a exibição daquele foi o filme Italiano candidato ao óscar de melhor filme estrangeiro em 2011.

Ernesto tem 70 anos e não quer desmantelar o seu barco pesqueiro. O neto Filippo, de 20 anos, perdeu o pai no mar e está suspenso entre o tempo do avô Ernesto e o do tio Nino, que abandonou a pesca para apanhar turistas. A mãe Giulietta, jovem viúva, sente que o tempo imutável daquela ilha os tornou a todos estrangeiros e que ali jamais poderá existir um futuro, quer para ela quer para Filippo. Um dia o mar empurra para as suas vidas outros viajantes, entre os quais Sara e o seu filho. Ernesto acolhe-os: é a antiga lei do mar. Mas a nova lei do homem não o permite e a vida da família Pucillo está destinada a ser abalada impondo a escolha de uma nova rota.

21h30 Il Posto – Cinemateca Portuguesa (Ermanno Olmi, 1961, 105′)

Premiado pela crítica no Festival de Veneza, IL POSTO narra a história de dois jovens à procura do primeiro emprego. Um deles, Domenico, entra numa empresa e na sua vida quotidiana, de que faz parte a amizade com uma rapariga que nunca consegue ver porque trabalham em turnos diferentes. Com irónica leveza Olmi oferece um quadro completo da condição pequena-burguesa da grande cidade. Um dos grandes “clássicos” de Olmi que, através da história de uma personagem, traça o retrato da sociedade italiana.

23h30 Frank Sent Us DJ – VJ Set

Os Frank Sent Us  são um excitante projecto audiovisual italiano onde  a música é criada através um explosivo mush up de sons, fragmentos e sequências cinematográficas tocadas ao vivo como fossem verdadeiros instrumentos  musicais.

01h30 Festa de Encerramento – Lux Frágil

Óptima opção se estiver a pensar em aproveitar a noite Lisboeta. O Lux abre acolhe a Festa de Encerramento da 5ª edição do 8 1/2 Festa do Cinema Italiano que fecha com chave de ouro no espaço noturno mais emblemático da capital.

Não perca mais tempo e aproveite em grande o último dia desta festa!

Categorias
CinemaDestaques

Comentários