Destaques

Sétima Legião reúnem-se para comemorar 30 anos de música

Os Sétima Legião vão voltar a reunir-se para celebrar os 30 anos após o início da banda.

O lendário grupo português tem agendada uma pequena digressão que começa dia 29 no Porto, na Casa da Música. No dia 4 de maio atuam no Coliseu de Lisboa. A mini-tour conta ainda com mais 8 espetáculos.

Nos espetáculos, o grupo promete apresentar as músicas mais emblemáticas, com destaque para os álbuns de maior sucesso – “A Um Deus Desconhecido” (1984), “Mar D”Outubro” (1987) e “De Um Tempo Ausente” (1989).

Para assinalar o aniversário, toda a obra dos Sétima Legião será reeditada. Será ainda lançada uma antologia dos principais temas do grupo, “Memória”, em formato CD e DVD, no qual se insere um espetáculo apresentado no Pavilhão Carlos Lopes em 1990.

«A essência da nossa música – uma mistura de dimensão etérea, com canções com muito espaço – já estava presente no primeiro álbum e são muitos desses temas que as pessoas continuam a ouvir.»

Pedro Oliveira, vocalista, in Público

Segundo o vocalista e guitarrista da banda, «existe algum nervosismo até porque algumas pessoas, como eu, não têm tocado ao vivo». Ora tal acontece porque após o fim do projeto, os membros do grupo lançaram-se seguiram diferentes caminhos. Oliveira é advogado, Ricardo Camacho (teclas) é médico, e Francisco Menezes (letrista e coros) é chefe do gabinete do primeiro-ministro Pedro Passos Coelho.

Os 30 anos da banda são o pretexto para o regresso às luzes da ribalta, mas esta é uma ideia que já vinha a ser pensada há alguns anos. «Este foi o ano em que a agenda das pessoas permitiu que pensássemos em algo deste género» e por isso agora poderemos voltar a ouvir ao vivo músicas como “Por quem não esqueci”.

Categorias
DestaquesMúsica

Media student, workaholic, tv-radio-web addicted, fashion victim, music lover. A life enjoyer.

Comentários