Cinema

IndieLisboa termina hoje. Saiba quem foram os premiados

“De Jueves a Domingo” foi o filme escolhido pelo júri para receber o mais importante prémio da 9ª edição do Indie Lisboa, festival dedicado ao cinema independente.

A história de uma viagem de fim de semana em família entre Santiago e o norte do Chile é a primeira longa metragem da realizadora Dominga Sotomayor.

Aqui fica a lista completa dos vencedores do festival que hoje termina com a projecção de alguns dos filmes premiados:

Grande Prémio (longa metragem):
“De Jueves a Domingo”, Dominga Sotomayor (Chile/Holanda)

Prémio de Distribuição:
“L’Estate di Giacomo”, Alessandro Comodin, (Itália/França/Bélgica)

Prémio Melhor Longa Metragem Portuguesa:
“Jesus Por Um Dia”, Helena Inverno e Verónica Castro (Portugal)

Grande Prémio (curta metragem):
“Juku”, Kiro Russo (Argentina/Bolívia)

Menções Honrosas:
“The Great Rabbit”, Wada Atsushi (França/Japão)
“Praça Walt Disney”, Renata Pinheiro e Sergio Oliveira (Brasil)

Prémio Melhor Curta Metragem Portuguesa:
Cama de Gato”, Filipa Reis e João Miller Guerra (Portugal)

Menção Honrosa:
“Kali, o Pequeno Vampiro”, Regina Pessoa (Portugal/Canadá/França/Suíça)

Prémio Melhor Realizador Português (curta metragem):
João Salaviza, “Cerro Negro” (Portugal)

Prémio Novo Talento:
Salomé Lamas, “Encounters With Landscape (3x)” (Portugal)

Prémio Pulsar do Mundo:
“Meet the Fokkens”, Gabriëlle Provaas e Rob Schröder (Holanda)

Prémio Onda Curta:
“Chefu'”, Adrian Sitaru (Roménia)
Fancy-fair”,Christophe Hermans (Bélgica)
“Kali, o Pequeno Vampiro”, Regina Pessoa (Portugal/Canadá/França/Suíça)
“Ovos de Dinossauro na Sala de Estar”, Rafael Urban (Brasil)

Prémio Amnistia Internacional:
“From This Day to Where”, Matias Rygh, Mathias Eriksen (Noruega)
Menção Honrosa
“Bon voyage”, Fabio Friedli (Suíça)
“Meet the Fokkens”,Gabriëlle Provaas e Rob Schröder (Holanda)

Prémio Melhor Filme Português:
“Luz da Manhã”, Cláudia Varejão (Portugal)

Menção Honrosa:
“Mupepy Munatim”, Pedro Peralta (Portugal)

Prémio Melhor Longa Metragem Portuguesa de Ficção:
“Por Aqui Tudo Bem”, Pocas Pascoal (Portugal)

Prémio Melhor Documentário Português:
“A Vossa Casa”, João Mário Grilo (Portugal)

Prémio do público (longa metragem):
“Whores’ Glory”, Michael Glawogger (Alemanha/Áustria)

Prémio do público (curta metragem):
“Retour à Mandima”, Robert-Jan Lacombe (Suíça)

Prémio do público IndieJúnior:
“O Cão e a Chave”, Hee Jung Kim (Coreia do Sul)

Categorias
Cinema

Jornalista Estagiária numa publicação mensal e amante de Cinema e da Cultura nacionais

Comentários