Cinema

Festival Queer Lisboa regressa em Setembro ao Cinema S. Jorge

O Festival de Cinema Queer Lisboa esta de volta nesta que é a 16ª edição entre 21 a 29 de Setembro no Cinema São Jorge.

Joshua Tree 1951 _1

Joshua Tree 1951 de Matthew Mishory

Foi tornada pública a seleção de filmes que vão fazer parte da secção Queer Art do certame. Este espaço propõe uma análise aos filmes que no último ano nos deram a conhecer a obra de artistas como Marina Abramovic no documentário The Artist is Present, ou o escritor Rachid B., que se auto-representa em Ciel en Bataille. Vai ainda ser exibida a biopic Joshua Tree 1951 sobre a vida de James Dean. O realizador norte-americano Travis Matthews estará mais uma vez no Festival para apresentar o documentário In Their Room Berlin, bem como o alemão Rosa von Praunheimv com King of Comics, que nos dá a conhecer a obra gráfica de banda-desenhada de Ralf König.

O Rei dos Gnomos 1

O Rei dos Gnomos de João Pedro Vale e Nuno Alexandre Ferreira

A secção Queer Art vai contar com uma sessão especial “Screening & Party”, onde decorrerá a estreia na cidade de Lisboa de O Rei dos Gnomos, obra de João Pedro Vale e Nuno Alexandre Ferreira. Este filme português resulta de uma encomenda da Guimarães Capital da Cultura, e será apresentado já no dia 22 de Setembro no Teatro do Bairro.

A grande novidade nesta 16ª edição do festival é a legendagem em português de todas os filmes exibidos na Sala 1 do Cinema São Jorge, cuja programação incide especialmente na Competição para a Melhor Longa-Metragem e Melhor Curta-Metragem.

Marina Abramovic The Artist is Present Dogwoof Still

Marina Abramovic The Artist is Present de Matthew Akers

Outra das novidades consiste no alargamento do Prémio do Público à Competição para a Melhor Longa-Metragem e à Competição para o Melhor Documentário, tal como acontece com a secção de Curtas-Metragens, já abrangida em anos anteriores. Este alargamento justifica-se, segundo João Ferreira – Director Artístico do Queer Lisboa, “dada a adesão crescente dos nossos espectadores ao Prémio do Público para Melhor Curta-Metragem”.

Com o objetivo de premiar e produção nacional de cinema de temática queer, este ano o Queer Lisboa associa-se à Pixel Bunker para atribuir o Prémio Pixel Bunker de Melhor Curta-Metragem Portuguesa, no valor de 5.000€ em serviços de pós-produção vídeo.

Workshop Dança   Vídeo

Workshop Dança + Vídeo

Paralelamente à programação do festival vai decorrer o workshop “Dança + Vídeo” dirigido pelo bailarino Dário Pacheco e pelo videasta José Gonçalves, cujo processo criativo culminará numa apresentação pública no dia 28 de Setembro. Vai ainda ter lugar o  workshop “Análise e Crítica de Cinema” pelo crítico de cinema Boyd van Hoeij, colaborador da Variety nos dias 26 e 27 de Setembro.

Categorias
Cinema

Estudante de Farmácia, amante das ciências e das artes. Gosto particular por entretenimento em diversas áreas: televisão, cinema, teatro, música.

Comentários