Música

Resistência regressam em dezembro

É verdade! Os Resistência, grupo criado nos anos 80, parece… resistir ao tempo. O Campo Pequeno foi lugar escolhido para receber novamente os temas que marcaram a cultura musical portuguesa, no próximo dia 19 de dezembro, pelas 21 horas.

Esta foi a data escolhida para festejar o vigésimo aniversário da estreia em palco do grupo, do qual fizeram parte elementos nomes tais como os de Tim (Xutos & Pontapés), Olavo Bilac (Santos & Pecadores) ou Miguel Ângelo (Delfins).

O projeto consistia na interpretação de vários temas, alguns deles cantados pelos artistas nas bandas das quais faziam parte. Inicialmente, com a presença feminina de Teresa Salgueiro, mais tarde, o grupo passou a ser unicamente composto por homens.

O primeiro êxito foi “Palavras ao vento”, que chegou às lojas em 1991. Um ano depois a banda fez-se à estrada e apresentaram 30 concertos, que contribuíram para a dupla platina. Nesse mesmo ano, foi lançado um novo trabalho, “Mano a mano”. A última dos Resistência foi feita para o disco em tributo a António Variações,”Variações – As Canções de António”, com o tema “Voz-Amália-de-Nós”, em 1994.

Muitos foram os temas que fizeram sucesso, tais como “Não sou o único” dos Xutos e Pontapés, “Só no mar”, “Circo de Feras” ou “Palavras ao vento” (oiça alguns temas abaixo).

Dia 19 de dezembro, os Resistência sobem ao palco do Campo Pequeno e prometem momentos de nostalgia. Os bilhetes estão à venda nos locais habituais e variam entre os 27 e os 30 euros. Uma boa prenda de Natal antecipada para quem quer matar saudades da banda.

Para assinalar o vigésimo aniversário do primeiro espetáculo ao vivo do grupo, em fevereiro, foi também lançado “As vozes de uma geração”, um projeto que reúne dois discos dos Resistência – “Palavras ao vento” (1991) e “Mano a mano” (1992) – e ainda um livro biográfico assinada por António Pires, com fotografias de Augusto Brázio.

 

Categorias
Música

Comentários