Cinema

Doclisboa 12′ arranca hoje para a sua décima edição

O Doclisboa regressa hoje á capital, nesta que é já a sua decima edição. O festival tem inicio hoje, 18 de Outubro, e realiza-se até ao dia 28 na Culturgest, Cinema São Joge, Cinema Londres e Cinemateca Portuguesa.

O festival apresenta-se este ano com uma proposta clara: por um lado pensar no cinema como um campo artistico e político, por outro, como força de inscrição no real onde os documentários têm uma relevância maior.

A programação foi pensada tendo em conta a actual situação política e social sem desprezar o cenario que se vive no panorama artístico nacional. A proposta passa por uma reflexão profunda dos tempos que se vivem sem esquecer a exigência do publico que é caracteristico do Doclisboa.

Estas ano são apresentadas três novas secções que têm por objectivo abrir o o festival a cineastas mais jovens que tragam novas abordagens ao conceito de documentário. A organização vai ainda mais longe e afirma que:

O Doclisboa criou, assim, espaços e momentos em que o cinema independente será pensado junto da sua comunidade de públicos e de futuros realizadores — pois acreditamos que a existência de um cinema independente em Portugal é assunto de todos, e com certeza do público do Doclisboa.

Para a sessão de abertura foi seleccionado o documentario “A Última Vez Que Vi Macau (The Last Time I Saw Macao)” de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata enquanto que para a sessão de encerramento foi escolhido “Cesare Deve Morire (Caesar Must Die)” de Paolo e Vittorio Taviani. Consulte a programação completa em: http://www.doclisboa.org/

Categorias
CinemaDestaques

Estudante de Farmácia, amante das ciências e das artes. Gosto particular por entretenimento em diversas áreas: televisão, cinema, teatro, música.