Cinema

Portugal representado por dois filmes em Festival de Cinema europeu na Venezuela

“Vou para Casa”, de Manoel de Oliveira, e “Embargo”, de António Ferreira, representam o cinema português em Caracas.

Portugal verá o seu valor cinematográfico defendido por dois filmes no Euroscopio – IX festival de cinema europeu, que terá lugar em Caracas, entre 9 a 23 de Novembro deste ano. O festival, que adotou como tema “as relações humanas, envelhecimento ativo e solidariedade entre gerações”, apresentará películas de diversos países, de entre os quais: Reino Unido, França, Itália, entre outros.

Em declarações à Lusa, a Embaixada de Portugal em Caracas (EPC) justifica:

« Foram escolhidos dois filmes de realizadores portugueses de gerações bem distintas: um filme do aclamado Manoel de Oliveira, que aos 103 anos de idade é atualmente o mais antigo realizador de cinema em atividade; e um filme de António Ferreira, que se insere numa nova vaga de realizadores portugueses, apresentando uma visão mais contemporânea do cinema »

“Vou para casa” (“Je rentre à la maison” – titulo original), de Manoel de Oliveira, conquistou 4 prémios, de entre os quais, um Globo de Ouro. O filme conta-nos a história de um ator de teatro parisiense, Gilbert Valence, que, aos 76 anos, vê a sua vida abalada pela morte da sua mulher, filha e genro num acidente de automóvel. Apesar de se esforçar para dar continuação sua carreira enquanto toma conta do seu neto recentemente orfão, Gilbert começa a aperceber-se da pior maneira que a hora da sua reforma chegou…

httpv://www.youtube.com/watch?v=FDiIyjXyXkQ

“Embargo”, de António Ferreira, integrou a seleção oficial de diversos festivais internacionais (Estados Unidos, Brasil, Espanha, entre outros) tendo sido premiado nos festivais Fantasporto e Caminhos do cinema português. Esta segunda longa-metragem de António Ferreira, inspirada numa obra do ilustre escritor lusitano José Saramago, relata as desventuras de um vendedor de cachorros quentes obstinado em comercializar uma máquina que ele próprio inventou.

httpv://www.youtube.com/watch?v=d0Fn3l7NSEg

Desde a sua primeira edição, em 2004, que Portugal tem marcado presença no Euroscopio, cujo principal objetivo é a promoção do cinema europeu na Venezuela. A participação portuguesa neste festival conta com a colaboração do Instituto Camões e do Instituto do Cinema e do Audiovisual de Portugal e do Instituto Português de Cultura em Caracas.

Categorias
Cinema

Comentários