Cinema

Curta portuguesa distinguida no Festival de Clermont-Ferrand

O filme português SIZÍGIA, de Luís Urbano, foi distinguido com o Prémio Especial do Júri no Festival de Curtas-metragens de Clermont-Ferrand, em França, um dos mais importantes festivais de curtas-metragens.

A distinção foi feita ontem (11 de Fevereiro) no festival que decorreu entre os dias 1 e 9 de Fevereiro.“É a primeira vez que um filme português ganha um prémio no Festival de Clermont-Ferrand, considerado o mais importante festival de curtas-metragens do mundo”, afirma o comunicado enviado à imprensa.

A curta-metragem de Luís Urbano, arquitecto, professor na Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto e cineasta, retrata uma “história de ficção que se desenrola na Piscina das Marés, edifício desenhado por Álvaro Siza, e que conta apenas com um personagem, interpretado por Rui Pinto”.

Portugal concorreu com 105 filmes mas, “apenas três foram seleccionados” para o certame: O Vivos Também Choram, de Basil da Cunha (que participou na competição internacional) e KALI – O Pequeno Vampiro, de Regina Pessoa, e o filme de Luís Urbano.

Categorias
CinemaDestaques

Jornalista Estagiária numa publicação mensal e amante de Cinema e da Cultura nacionais

Comentários