Cinema

Realizador português recebe menção honrosa em Berlim

O realizador João Viana recebeu uma menção de honra na gala de entrega dos prémios do festival de cinema de Berlim, pela sua longa-metragem “A Batalha de Tabatô”. O filme “Child’s Pose”, do cineasta romeno Calin Peter Netzer, foi o vencedor do Urso de Ouro este ano.

Os filmes vencedores do galardão Urso de Ouro foram “Child’s Pose”, do realizador  Calin Peter Netzer, e a curta-metragem “The Runaway”, do cineasta francês Jean-Bernard Marlin.

Na altura do anúncio da menção de Honra, o júri do festival reconheceu o grande trabalho feito por João Viana em torno de uma aldeia Mandinga. “É um grande filme de João Viana sobre a Guiné-Bissau, pelo qual estamos muito gratos”, afirmou um dos jurados.

O realizador João Viana tinha dois filmes  seleccionados para o festival, “Tabatô”, curta-metragem que estava na corrida pelo Urso de Ouro, e a longa-metragem “A batalha de Tabatô”, que integrou a secção “Fórum”.

Em entrevista à Lusa durante o lançamento dos seus filmes em Berlim, João Viana disse que “este é o primeiro festival do ano o que tem um grande impacto ao longo de 2013”, salientando que o principal feito de estar presente na competição é a “possibilidade dos filmes poderem dar 10 voltas ao mundo e serem comprados em diversos países”.

Além dos dois filmes de João Viana, estiveram ainda presentes no festival “Terra de Ninguém”, de Salomé Lamas, “Um fim do Mundo”, de Pedro Pinho e a coprodução internacional, filmada em em Lisboa, “Comboio nocturno para Lisboa”, de Bille August.

Categorias
CinemaDestaques

Jornalista Estagiária numa publicação mensal e amante de Cinema e da Cultura nacionais

Comentários