Televisão

“Destinos Cruzados”: resumo de 1 a 6 de abril

[tabs class=””]

[tab title=”Ep. 55″]Laura atende nervosamente a chamada de Sílvia e despacha a conversa. A mulher de Jaime ameaça Sílvia dizendo que se ela voltar a ligar com aquela brincadeira de mau gosto, chama a polícia.

Raimundo e Teté discutem com Ricardo por causa do seu envolvimento com Vanessa. Raimundo diz que o filho não tem respeito por nada nem por ninguém, enquanto Teté está mais preocupada com o fato da rapariga ser padeira e não uma rapariga de famílias ricas e bom nome.

Carinhoso, Lourenço vai até casa de Fernanda e leva o jantar. Ao vê-lo, a rapariga endurece e diz que ele não precisava de levar comida, mas ele mostra-se compreensivo e diz que só queria ajudar fazendo com que Fernanda acabe por amolecer. Sónia marca a sua posição sendo particularmente simpática para Lourenço e desvalorizando a irmã.

Fernanda conta um pouco da sua difícil vida a Lourenço que fica emocionado e a elogia. Lourenço pergunta à namorada se ela e a família precisam de uma ajuda económica, mas Fernanda recusa a ajuda do namorado. Assim, ele fá-la prometer que, se algum dia precisar de ajuda, lhe pedirá a ele. Comovida com a generosidade do namorado, a mecânica promete.

Rufino e Moisés questionam a tia sobre os problemas no banco. Guida tenta desviar-se do assunto reforçando que vai pagar tudo e que o problema está quase resolvido. Depois de um inocente comentário de Luana sobre Fernanda, Moisés desanima e abandona o jantar para ir para o quarto. Numa tentativa de animar o sobrinho, Guida leva-lhe uma sopa e dirige-lhe palavras simpáticas.

Depois do telefonema do hospital, Laura mal consegue disfarçar o incómodo e o nervosismo. Os pensamentos mais estranhos lhe passam pela cabeça numa manifestação gritante do medo que a assola. Laura sabe que se Sílvia voltar para casa toda a verdade se vai saber e ela vai ser desmascarada. Dessa forma, Laura levanta-se muito cedo e prepara-se para sair de casa sendo intercetada por Eduardo. O fotógrafo tenta perceber onde a sogra vai, mas esta fecha-se em copas afirmando que ele não tem nada a ver com isso. Mas não consegue convencer o genro e este pega-lhe ao colo e leva-a para a biblioteca a contragosto.

Laura é obrigada a contar toda a verdade sobre Sílvia. Perante a história da sósia, Eduardo junta as peças sobre as diferenças de personalidade entre Laura e Sílvia.

No hospital, Sílvia continua confusa com o que ouviu no telefonema. Ainda com problemas de memória, Sílvia não sabe para onde ir quando sair do hospital.

Sónia sai do quarto a provocar Fernanda dizendo-lhe que Lourenço é uma ótima pessoa, mas que ele e a irmã não têm nada a ver um com o outro. A discussão cessa quando as irmãs veem Inácio caído no chão e com uma ferida ensanguentada na cabeça. Fernanda fala com o avô, que está inconsciente, enquanto Sónia tenta chamar uma ambulância, sem sucesso. Desesperada, Fernanda acha que já passou demasiado tempo e que Inácio está a perder muito sangue. Em esforço, a mecânica tenta pegar no avô ao colo e pede ajuda à irmã para o levar para o reboque.

Emília ouve uma conversa dos sobrinhos e percebe que Guida está com problemas de dinheiro. Ao confrontá-la, Guida tenta desviar-se do assunto, mas a irmã não vai desistir.

Humberto está pronto para sair da prisão. Um outro preso começa a fazer comentários maldosos e insinuações relativamente a Vavá. Humberto não acha piada às provocações e ameaça o preso que o provoca ainda mais. Num gesto rápido, Humberto dá-lhe uma cabeçada e vira costas vitorioso. No entanto, o outro preso ataca Humberto pelas costas ferindo-o.

Inácio e Humberto chegam ao mesmo ao hospital. Fernanda e Sónia ficam perplexas ao ver o pai. Ao longe, Sílvia vê a família e começa a recuperar algumas memórias. À porta do hospital para o carro de Laura e Eduardo e os três entreolham-se. Pela primeira vez, Sílvia recorda o próprio nome.[/tab]

[tab title=”Ep. 56″]Frente a frente, Sílvia começa a perceber os motivos de Laura para ter trocado de vida com ela. Com medo do que Laura é capaz de fazer, Sílvia pergunta-lhe se ela a vai matar, mas a sósia diz-lhe que os seus planos são outros. Assim, Laura diz-lhe que elas devem trocar novamente de lugar. Sílvia fica perplexa perante a sugestão de Laura que, calmamente lhe explica que, não só sabe que Sílvia também se sente em casa na mansão, como seria muito melhor para a família Moreira. Laura conta a Sílvia todos os problemas pelos quais a sua família está a passar e oferece-se para lhes dar dinheiro que resolva os problemas mais imediatos, caso ela aceite as suas condições. Perante o olhar angustiado de Sílvia, Laura percebe que a está a conseguir manipular. No entanto, Sílvia revela-se mais forte do que Laura pensava e recusa-se terminantemente a trocar de vida com a sósia e viver numa mentira.

Jaime desabafa com Vera pois não sabe o que pensar de Laura. Sente-se confuso e acha que alguma coisa de estranho se passa, embora não saiba dizer exatamente o que é. Isadora apercebe-se da preocupação de Jaime e fala com Beatriz que a aconselha a desistir do pai. A tia pergunta-lhe por Eduardo e Beatriz diz que este foi trabalhar fora da Diamantes e tenta ligar-lhe.

O fotógrafo encontra-se num bairro degradado e carrega sacos com comida consigo. Eduardo entrega essas compras aos pais e ao irmão que vivem ali. Embora Eduardo queira ajudar a família, não consegue disfarçar o desprezo que sente por aquela pobreza.

No entanto, Isadora liga a ausência de Eduardo e de Sónia. A designer traça um plano para arranjar provas da relação dos dois para que os possa manipular.

Sílvia regressa a casa deixando todos muito emocionados. Fernanda pergunta à mãe onde é que ela esteve e Sílvia mente dizendo que tinha arranjado um trabalho num supermercado. Sónia pergunta-lhe se tem dinheiro, visto que aquela casa se está a afundar, mas a mãe nega.

Laura conta a Eduardo o que se passou com Sílvia e o fotógrafo ri-se da sogra. Mas Laura não desarma e diz que é uma questão de tempo até Sílvia perceber que a família precisa mesmo da sua ajuda e como prova de que é capaz de a ajudar, Laura liga a um juiz para que tire Humberto da prisão. Enquanto Laura e Eduardo conversam, surge Jaime que fica muito tenso ao vê-los juntos.

Laura mente, dizendo que estava a pedir ajuda a Eduardo com Beatriz. Eduardo entra no jogo e diz que não a quer ajudar depois de tudo o que aconteceu, mas Jaime intercede por Laura e pede a Eduardo que dê uma palavrinha a Beatriz.

Sílvia procura trabalho em todo o lado, sem sucesso e o desespero começa a apoderar-se dela. Sílvia vê a família a afundar-se em dívidas e problemas que ela não está a conseguir resolver. Laura liga-lhe a perguntar se ela já mudou de ideias, mas Sílvia apenas pede que ela a deixe em paz.

Vitória decide organizar uma pequena festa lá em casa. Érica chega quando a madrasta está nos últimos preparativos e pergunta-lhe se Luciano sabe da festa. Chateada, a modelo trata mal Érica que decide ir embora. Mais tarde, na festa, Victória liberta-se completamente, bebendo e consumindo drogas.

Emília dá alguns doces a Luana para tentar tirar nabos da púcara sobre Guida. No entanto, a criança percebe e mente à tia, dizendo que está tudo ótimo com a mãe.

Guida tenta animar Moisés e os dois combinam ir praticar exercício físico no dia seguinte para libertar as frustrações.

Alzira comenta com Beatriz que viu Eduardo a tirar algumas comidas da despensa e a levá-las num saco. Beatriz tenta disfarçar perante a empregada, mas fica intrigada. Ao chegar ao quarto, Beatriz confronta o marido.[/tab]

[tab title=”Ep. 57″]Eduardo consegue enganar Beatriz dizendo-lhe que foi tirar fotografias a um bairro carenciado e que queria levar alguma coisa por solidariedade. A mulher acredita e fica sensibilizada com a atitude do marido.

A festa de Victória está a sair de controlo. Completamente bêbeda, bem como os restantes convidados. Victória dança sensualmente com uma amiga e um amigo enquanto bebe grandes goles de uísque. A festa só para quando Luciano, chocado com o que vê, liga as luzes e desliga a música que tocava alto. Luciano tenta chamar a mulher à razão que, devido ao consumo de álcool e drogas, está bastante alheada da realidade. Victória tenta puxar o marido para dançar que se recusa e diz estar farto daquela relação. Sem pensar, a modelo diz-lhe que ele tem bom remédio e que pode ir embora. Assim, Luciano pega numa mala e começa a atirar roupa lá para dentro perante o olhar assustado da mulher. Determinado, Luciano sai de casa, apesar de todos os esforços de Victória para não o deixar sair.

Érica janta em casa de Emília com a família toda. Apesar da rapariga estar um pouco envergonhada, todos são simpáticos e abertos com ela fazendo-a sentir-se bem recebida. Rufino é particularmente atencioso com Érica e dá-lhe um DVD que lhe saiu na quermesse. Percebendo o interesse do sobrinho, Emília apressa-se a interrompe-los.

Sílvia está cada vez mais desesperada com o estado da família e a sua impossibilidade de a ajudar. Embora não queira sequer considerar a proposta de Laura, as suas palavras não param de lhe martelar na cabeça. No dia seguinte, Humberto regressa a casa e, depois de Sílvia lhe dizer que foi embora para trabalhar, trata-a mal e diz que não acredita minimamente naquela história. Nesse momento, Sílvia toma uma decisão. Embora lhe parta o coração despedir-se das filhas enquanto estas dormem e despedir-se silenciosamente de Inácio, Sílvia sabe que é o melhor para eles. Desta forma, Sílvia sai de casa sem ser vista e telefona a Laura combinando um encontro.

Emília conversa com Rufino sobre Érica e o sobrinho diz-lhe que a achou muito simpática, mas que, ao contrário do que a madrinha pensa, não tem qualquer interesse amoroso na rapariga. A conversa é interrompida pela chegada de um oficial de justiça que procura por Guida. No entanto, a visita do oficial de justiça é infrutífera, já que Guida não está em casa, nem atende o telemóvel. Emília tenta tirar informações, mas o oficial não se descai, dizendo que só pode falar com Guida.

Sílvia espera ansiosamente por Laura. Também nervosa está a sua sósia quando lhe pergunta o porquê do encontro. Sílvia acaba por confessar que a situação da família é pior do que ela estava à espera e as duas trocam novamente de identidade.

Érica chega a casa e descobre, através de uma recém-acordada Victória, que o pai saiu de casa. A rapariga olha, atónita, para o estado de desarrumação da casa. Érica liga ao pai, que lhe confirma que saiu de casa porque as coisas com a mulher se descontrolaram. Assim, Érica também faz uma mochila para se ir embora. Antes de sair, Victória acusa-a de ser a culpada de tudo e que é a modelo que a expulsa de casa.

Bárbara vai ao ferro velho pedir a Fernanda que se afaste da família que ela quer criar com Lourenço. Fernanda tenta manter a calma ao máximo e expulsa Bárbara do ferro velho. Mas, para sua surpresa, Bárbara regressa provocando ainda mais a mecânica e pedindo-lhe que não lhe bata. Perdendo a paciência, Fernanda acaba por agarra-la pela camisola no momento em que Lourenço entra e fica chocado como que vê. Bárbara continua com o seu teatrinho e Lourenço diz que a vai levar a casa, mas volta. Fernanda pede-lhe que não volte.

Sílvia e Laura trocam novamente de lugar. Sílvia mostra-se algo desconfortável por voltar à mansão e observa tudo como se fosse a primeira vez. Já Laura fica bastante contente por encontrar Humberto e, sem hesitar, provoca-o para fazerem amor.[/tab]

[tab title=”Ep. 58″]Eduardo confronta Sílvia e diz-lhe que sabe de toda a verdade. O fotógrafo avisa Sílvia que ela agora é Laura e não poderá nunca voltar a ser Sílvia, mas ela responde-lhe que sabe quais são as suas responsabilidades e que cumprirá com elas, mesmo sem os avisos dele.

Na casa dos Moreira, Humberto está satisfeito depois de ter feito amor com Laura, mas não consegue evitar estar um pouco confuso pelas drásticas diferenças de comportamento da mulher. Laura desvia-se do assunto e confessa que gosta da imprevisibilidade de Humberto.

Emília comenta com Maria Helena o problema de saúde de Inácio e a falta de dinheiro da família para pagar a operação. Triste pela situação que o grande amor da sua vida atravessa, Maria Helena olha para o colar que Laura roubou, pensando que talvez aquela seja a solução para os problemas de Inácio. Enquanto a mendiga sai da sociedade recreativa perdida nos seus pensamentos, entra Érica com a mochila às costas e visivelmente triste. Preocupada, Emília pergunta-lhe o que se passou e a rapariga pergunta se pode ficar em casa dela uns tempos.

Laura anuncia à família que decidiu ficar, pois sentiu muita falta deles quando foi trabalhar para fora. Ninguém se mostra particularmente entusiasmado com a notícia e, até mesmo Fernanda, se mostra indiferente à decisão da suposta mãe. Laura tenta falar com a mecânica tentando perceber o que se passa e esta acaba por lhe confessar que não sabe o que há-de fazer com Lourenço e Bárbara. Discretamente, Laura tenta dissuadi-la de manter a relação com Lourenço, deixando a filha ainda mais confusa.

Maria Helena deita o colar roubado debaixo da porta dos Moreira e quem o apanha é Sónia que olha com agrado para o colar, embora não saiba que é verdadeiro.

Laura liga a Sílvia dizendo que usou o dinheiro do cartão de crédito que Jaime lhe deu para pagar as dívidas de Fernanda. Sílvia fica incomodada com isso, sentindo que está a roubar Jaime, mas Laura acalma-a, dizendo que de outra forma seria impossível ajudar a família dela.

Guida vai a casa de Fernanda e partilha com a família a ideia grandiosa que teve para salvar a saúde de Inácio. Contente com a sua própria ideia, Guida conta que assim que ouviu falar sobre o problema de visão de Inácio, se lembrou de organizar um grande concerto do bairro para angariar dinheiro para a operação. Fernanda e Inácio ficam genuinamente emocionados com a atitude da cantora, enquanto Laura e Humberto pensam imediatamente em maneiras de ganhar alguma coisa com isso.

Bárbara continua a prender Lourenço em sua casa dizendo-se muito nervosa com o que se passou. Lourenço tenta mostrar-se compreensivo, mas não descarta a hipótese de Bárbara ter ido provocar Fernanda, o que a rapariga rejeita. Lourenço acaba por se ir embora, mas Bárbara fica satisfeita com os progressos que fez.

Lourenço vai ao ferro velho tentar falar com Fernanda, mas ela recusa-se dizendo que ele ficou do lado de Bárbara. O namorado nega, dizendo que só a queria apoiar. Fernanda acaba por dizer que a relação deles foi um erro desde o primeiro dia e que o melhor é ele sair. Devastado, Lourenço cumpre o pedido da namorada e vai embora.

Beatriz faz um teste de gravidez que dá negativo. A rapariga fica desiludida, pois já estava com algumas esperanças que tinha transmitido ao marido. Eduardo tenta acalma-la e dizer-lhe que vai conseguir engravidar em breve.

Apesar de Vitória rastejar perante Luciano, o jardineiro mostra-se irredutível na separação. Luciano marca finalmente a sua posição dizendo-lhe que tem de pensar nele e na filha. Mais tarde, Érica vai ter com o pai à mansão e diz-lhe que está em casa de Emília. Diante da insistência da filha e para não se denunciar, Luciano permite que a filha fique lá.[/tab]

[tab title=”Ep. 59″]Fernanda segura os recortes das revistas que encontrou na gaveta da mãe e confronta-a. Laura perde a cabeça e critica a filha por ter andado a mexer nas suas coisas, todavia tenta manter a calma e explica a Fernanda que guardou aqueles recortes, pois gosta de sonhar com uma vida glamourosa.

Quando Moisés conta a Emília que Guida está a organizar um evento benemérito para ajudar Inácio, a dona da sociedade recreativa, torce o nariz e recusa ceder o espaço para o evento. No entanto, o sobrinho consegue convence-la de que é por uma boa causa e Emília acaba por aceitar. Em casa, Guida faz vários telefonemas convidando artistas famosos para fazer parte do evento e fica muito animada com o resultado.

Justino aproxima-se disfarçadamente de Ricardo e Emília comenta com Moisés que Justino tem fama de malandro. Luciano aparece na sociedade, faz sinal para falar com Emília e os dois vão até casa dela. Luciano pede a Emília que mande Érica embora daquela casa, para que a rapariga volte para junto do pai, mas Emília recusa-se a abandonar a filha no momento em que ela mais precisa. Luciano não consegue evitar achar a afirmação de Emília irónica, pois Érica precisou da mãe a vida toda e não só naquele momento. Ele diz-lhe ainda que, se Emília não arranjar maneira de Érica ir embora, ele lhe conta toda a verdade. Emília quebra pedindo desculpa por todos os erros que cometeu no passado e pede que, ao menos, seja ela a contar a verdade. O jardineiro acaba por amolecer e dizer que não vale a pena contarem a Érica que Emília é sua mãe porque a rapariga já sofreu demasiado. Basta que Érica volte para junto do pai. Luciano sai de casa lançando um olhar duro a uma destruída Emília.

Bárbara liga a Lourenço pedindo-lhe que vá com ela a uma consulta e o rapaz concorda em ir. Os dois combinam encontrar-se na clínica. Nesse momento, Lourenço está prestes a fazer uma pergunta que pode mudar a sua vida. No ferro velho, Lourenço aproxima-se de Fernanda e pede-a em casamento. Mas a mecânica nega e diz que o melhor é a relação terminar de uma vez, para desespero de Lourenço. A mecânica mostra-se irredutível e diz que eles fazem parte de mundos muito diferentes e que, mais cedo ou mais tarde, mas coisas vão acabar por correr mal. O rapaz insiste o máximo que consegue, mas perante a firmeza de Fernanda, acaba por ir embora.

Fernanda desabafa com Rufino, que tinha acabado de esbarrar com Lourenço à saída da oficina. Rufino fica contra Fernanda achando que ela não devia ter acabado a relação com o homem que ama e deixa Fernanda preocupada com o estado nervoso do ex-namorado. Para aliviar a tensão, Lourenço envolve-se numa perigosa corrida, na qual os dois condutores se dirigem um ao outro e o primeiro a desviar-se, perde. Assim que Lourenço arranca, Fernanda surge de carro e segue-o a alta velocidade.

Fernanda faz sinais a Lourenço para que pare o carro, mas ele ignora-a. A velocidade dos carros é muito alta e ninguém dá mostrar de abrandar. Fernanda é obrigada a desviar o carro para o lado quando percebe que o choque entre Lourenço e o outro condutor é iminente.

O choque entre os dois é inevitável. Lourenço é levado para o hospital e Fernanda nunca sai do seu lado, já o opositor de Lourenço na corrida, morre devido ao choque.

Bárbara fica furiosa por Lourenço não ter aparecido na consulta e vai até ao ferro-velho à sua procura. No entanto, apenas encontra Rufino que a trata com desprezo.

Isadora oferece um aumento a Luciano e depois convida-o para irem beber um copo. A princípio, o jardineiro tenta recusar, mas perante a insistência da patroa, acaba por aceitar. Fernanda liga para a mansão e dá a notícia de que Lourenço está no hospital a Laura, que fica bastante nervosa. Jaime e Beatriz conversam sobre a irresponsabilidade de Lourenço relativamente à gravidez de Bárbara, mas são interrompidos por Celeste que tenta contar as tristes novidades ao patrão.[/tab]

[tab title=”Ep. 60″]Jaime e Beatriz correm para o hospital e encontram Fernanda. Jaime e Fernanda trocam um olhar sentido, abraçam-se emotivamente e a mecânica desaba num pranto. Fernanda conta a Jaime e a Beatriz como se deu o acidente e Jaime responsabiliza o filho pelo acidente, afirmando que aquelas corridas ilegais só poderiam ter um final infeliz. Fernanda confirma que o oponente de Lourenço morreu no impacto, deixando a família do namorado em choque.

Na mansão, Laura avisa Isadora do acidente do sobrinho. Isadora fica fora de si não entendendo por que é que Laura não está no hospital com Jaime. A mulher de Jaime tenta justificar-se dizendo que achou que Jaime poderia querer ficar sozinho, mas Isadora não acredita nela. Assim, a designer apressa-se a ligar a Luciano e a desmarcar o encontro que tinham e vai para o hospital.

Teté e Raimundo discutem por causa de Ricardo que simulou estar doente para não trabalhar. Teté acusa o marido de ser insensível e não gostar do filho, mas o padeiro defende-se afirmando que só quer fazer dele um homem. Teté está mais preocupada com estado de saúde do filho e vai até ao seu quarto dar-lhe mimo para ele melhorar. Ricardo finge-se muito doente e insinua que não sabe se poderá trabalhar no dia seguinte, ideia que a mãe rejeita imediatamente afirmando que se Raimundo o forçar a ir trabalhar, Teté atira-se a ele.

Nervosa, Bárbara volta a tentar ligar a Lourenço e quem atende é Fernanda que lhe explica que o pai do seu filho está no hospital. Nesse momento, Lourenço surge no corredor levado numa maca e ainda inconsciente. O neurocirurgião fala com a família do paciente e com Fernanda e explica que Lourenço tem uma ligeira lesão na coluna, mas que só saberão mais pormenores quando Lourenço acordar e depois de exames mais intensivos. Bárbara surge, muito nervosa chamando por Lourenço e perguntando como é que aquilo aconteceu.

Passados uns dias no hospital, Lourenço regressa a casa ainda debilitado. Bárbara e Fernanda não perdem a oportunidade para lhe mostrar apoio e as duas vão à mansão. Lourenço mostra-se bastante revoltado com a situação e as discussões entre as duas raparigas não ajudam. Assim, Lourenço tenta subir as escadas para o quarto sozinho, mas não consegue, sendo socorrido por Fernanda.

Ao ver Fernanda na mansão, Sílvia fica muito nervosa e esconde-se na suite. Já Eduardo tem uma atitude mais calculista e, discretamente, baixa uma moldura com uma fotografia de Laura para que Fernanda não se aperceba.

No entanto, o pensamento de Fernanda está longe disso e continua a discutir com Bárbara que acredita que Lourenço vai superar bem a morte do rapaz de conduzia o outro carro. A mecânica fica chocada com a frieza da rapariga, mas é Jaime quem põe fim à discussão pedindo a Bárbara para sair, pois o filho e Fernanda devem ter o que falar. Bárbara fica fora de si e diz que Laura é a única que a entende e procura por ela na suite. No entanto, Sílvia está escondida no quarto de Isadora, depois de ter ido recolher as fotografias à sala.

Fernanda confessa a Lourenço que teve muito medo por ele e faz-lhe uma declaração de amor à sua maneira, que o rapaz aceita. Os dois fazem as pazes e ficam juntos novamente.

Raimundo dá por falta de dinheiro na caixa registradora da padaria e pensa imediatamente em Ricardo que, ao mesmo tempo, convida Vanessa para irem a um concerto.

Isadora pede a Luciano que lhe leve uma planta ao gabinete da Diamantes e mostra-se muito insinuante com o jardineiro. Por fim, Isadora beija o empregado sofregamente e Luciano acaba por se deixar levar.

Guida distribui, alegremente, os cartazes para a festa de beneficência incentivando toda a gente a contribuir para uma causa tão nobre.

Sílvia liga a Laura dizendo-lhe, num tom duro, que precisam de falar. Laura fica surpreendida com a firmeza da sósia.[/tab]

[/tabs]

Categorias
Televisão

Estudante de Farmácia, amante das ciências e das artes. Gosto particular por entretenimento em diversas áreas: televisão, cinema, teatro, música.

Comentários