Social

A (i)realidade da autoestima

“Real Beauty Sketches” [Retratos da Verdadeira Beleza] é o nome da campanha que se tornou viral pela mensagem que transmite, uma vez que nos permite perceber que subestimamos a nossa beleza.

Numa sala, separados por uma cortina,num lado está um ilustrador forense do FBI, Gil Zamora, perito em desenhar rostos de criminosos a partir de relatos de testemunhas e do outro, alguém que se autodefine fisicamente.

Durante todo o processo, o desenhador forense nunca teve qualquer contacto com nenhuma das pessoas que se autodefiniu. Os desenhos finais são apenas fruto da descrição das pessoas.

De forma a comparar a “visão sobre nós próprios” e a “visão dos outros sobre nós”, foi pedido a amigos próximos das pessoas que as descrevessem.

Do processo de comparação podemos concluir que tendencialmente subestimamos a nossa beleza e tendemos a subvalorizar as nossas características.  Aos olhos dos outros, somos mais belos. Aos nossos olhos, maioritariamente damos mais relevância aos nossos “defeitos”.

A qualidade desta campanha fez com que fosse nomeada para os prémios publicitários de Cannes e que se tornasse viral pelos sites de redes sociais.

Um português que trabalha no Brasil, Hugo Veiga, é co-autor deste vídeo publicitário produzido pela agência Ogilvy.

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=ELI9X4SRppE

Categorias
Social

Comentários