Palcos & Letras

J.K. Rowling publica policial sob pseudónimo

J.K. Rowling publicou em Abril deste ano um romance policial intitulado “The Cuckoo’s Calling” sob o pseudónimo Robert Galbraith. A descoberta foi revelada este fim de semana pelo Sunday Times.

A autora do sucesso literário “Harry Potter”  confessou , depois de ter sido “desmascarada”, que o livro era seu e que tem sido “uma experiência libertadora” escrever sob o nome de um autor estreante que ninguém conhece. Robert Galbraith foi descrito pela editora do livro como um ex-militar que trabalhou na indústria da segurança civil.

Até aqui o livro tinha vendido apenas 1500 exemplares mas as críticas t~em sido muito positivas. Val McDermid, considerada a rainha do thriller psicológico, disse a semana passada no “The Guardian”, ainda sem saber de quem realmente era a obra, que o livro tem “o melhor dos romances policiais tradicionais e o tipo de escrita que relembra porque é que me apaixonei por este género”.

J.K. Rowling já revelou também que preferia não ter sido descoberta. “Eu esperava manter este segredo um pouco mais de tempo porque ser Robert Galbraith tem sido uma experiência muito libertadora. Tem sido fantástico publicar sem qualquer expectativa e receber feedback sob outro nome”.

Depois da revelação feita este fim de semana, as vendas do livro que conta a história de um detective privado que investiga a morte de uma conhecida manequim, já dispararam na Amazon. A escritora já revelou que vai continuar a escrever sob este pseudónimo.

Leia aqui o que alguns dos críticos têm dito acerca desta nova aventura literária de J. K. Rowling:

“Every time I put this book down, I looked forward to reading more. Galbraith writes at a gentle pace, the pages rich with description and with characters that leap out of them. I loved it. He is a major new talent” –Peter James, autor de romances criminais;

“Just once in a while a private detective emerges who captures the public imagination in a flash. And here is one who might well do that … There is no sign that this is Galbraith’s first novel, only that he has a delightful touch for evoking London and capturing a new hero. An auspicious debut” – Geoffrey Wansell, jornalista do Daily Mail.

Categorias
Palcos & Letras

Jornalista Estagiária numa publicação mensal e amante de Cinema e da Cultura nacionais

Comentários