Resumos de Novelas

“Destinos Cruzados”: resumo de 30 de Setembro a 4 de Outubro

[tabs class=””]

[tab title=”Ep. 179″]

Rufino vai a casa de Victória depois desta lhe mandar uma mensagem a dizer que quer falar com ele. A ex-modelo pede a Érica para abrir a porta, propositadamente. Érica e Rufino ficam surpreendidos por se verem e ele diz que Victória lhe disse para ir lá a casa, Victória faz sinais a Érica para dizer que ela não está e o rapaz acaba por se ir embora. Érica pergunta à madrasta o que é que se está a passar, mas ela faz-se de vítima, dizendo que não consegue falar.

Beatriz pergunta a Eduardo se ele foi ao instituto de histocompatibilidade e ele confirma. Beatriz pergunta-lhe o que é que ele teve de fazer, mas Eduardo limita-se a responder que o transplante será feito depois do casamento. Beatriz diz-lhe que o fará no próprio dia e o fotógrafo responde que não lhe interessa, desde que estejam casados em comunhão de bens.

Preocupada com a madrasta, Érica vai a casa de Teté pedir-lhe ajuda. Contudo, sabendo que Victória só está a tentar prejudicar a rapariga, Teté prefere manter-se em silêncio. Por sua vez, Victória liga a Rufino, pedindo-lhe desculpa por não ter falado com ele. Victória diz-lhe que está apaixonada por ele e o rapaz fica muito nervoso, sem saber o que responder.

Emília pergunta a Rufino se ele quer continuar a trabalhar para a Diamantes. Rufino diz que não pode abandonar o trabalho só porque a empresa está na mó de baixo, mas a madrinha relembra-o de que ele é um rapaz honesto e que não tem nada a ver com aquelas confusões. Vendo o primo triste, Luana diz-lhe que quando ele era mecânico era mais feliz e Rufino fica pensativo.

Vera vai visitar Jaime e os dois conversam sobre o estado crítico da Diamantes. Jaime penaliza-se por tudo o que aconteceu e questiona quem o terá denunciado. Vera diz-lhe para ele ver as fotografias que foram parar à imprensa e que lá terá a resposta que procura. Jaime olha para as fotografias e sai, furioso. Isadora e Laura discutiam, quando são interrompidas por Jaime que acusa a cunhada de o ter denunciado à imprensa. Jaime explica que as fotografias foram tiradas na única noite em que Isadora foi à festa e que ela não aparece em nenhuma delas. Isadora faz-se de vítima, dizendo que sempre se dedicou à Diamantes e a Jaime e que seria incapaz de o trair. Jaime não acredita na cunhada, que finge chorar. Sentindo-se dominar o jogo, Isadora liga ao jornalista para publicar a entrevista que fez com uma das raparigas contratadas para a festa.

Depois de saber que Emília esteve em sua casa a perguntar se tinha sido ela a raptar Guida, Teté vai a casa dos Cabreira pedir justificações. Emília enfrenta-a, mas Teté não se deixa ficar, dizendo que eles não têm nível nenhum. Rufino defende a família, dizendo que eles são pessoas íntegras. Teté ri-se dizendo que são tão íntegras que Emília se envolveu com Raimundo e que Rufino anda a ter um caso com a madrasta da ex-namorada. Todos ficam em choque. Emília bate em Rufino, dizendo-lhe que ele devia respeito a Érica. Contudo, o rapaz diz que ele é livre e que Érica também anda com outros, portanto, ele não deve nada a ninguém.

No dia seguinte, Isadora mostra a Jaime o jornal onde saiu a entrevista com a suposta delatora do esquema das festas. Jaime fica de rastos, por achar que foi injusto com a cunhada. Isadora finge-se muito ofendida e diz que tem de sair para levantar a empresa que ele a acusou de destruir. Também Vera lê a entrevista e fica a sentir-se culpada por ter induzido Jaime em erro.

Rufino vai falar com Jaime e diz-lhe que quer abandonar a Diamantes para não estar ligado àqueles escândalos. Jaime fica com pena, mas compreende a decisão de Rufino. Na Diamantes, também Isadora aceita o despedimento de dois modelos. A conselho de Victória, Érica decide manter-se na Diamantes.

Teté vê Bárbara a falar sozinha, como se falasse com Lourenço e fica preocupada. Quando a confronta, Bárbara responde que Lourenço passou lá a noite e que Teté está louca. Assustada, Teté diz-lhe que pare com aquilo ou terá de tomar medidas drásticas.

[/tab]

[tab title=”Ep. 180″]

Teté desce as escadas, muito perturbada com o que viu. Bárbara segue atrás dela, dizendo que estava a brincar, mas Teté não acredita. Bárbara acaba por confessar que ainda ama Lourenço e Teté aconselha-a a então lutar por ele, mas numa luta de amor e não de ódio.

Ricardo conta a Érica que Rufino se despediu da Diamantes e a rapariga não consegue evitar sentir-se desiludida. Ricardo aproveita o momento de fragilidade para beijar a modelo, que não o afasta.

Lourenço vai visitar Fernanda à oficina, mas a rapariga mostra-se fria e distante. Assim, a mecânica diz-lhe que o melhor é separarem-se, pois sempre que estão juntos, a vida dele fica prejudicada. Lourenço nem quer acreditar no que está a ouvir, mas Fernanda é forte e diz-lhe para ele se ir embora. Quando Lourenço já está a sair, Fernanda corre atrás dele e diz que não é capaz de o deixar ir embora e que gosta muito dele. Os dois beijam-se.

Guida está a sonhar com Moisés e grita por ele. Quando abre os olhos, o raptor está à sua frente e pergunta-lhe por que é que ela chama tanto por Moisés. Guida fica atrapalhada e diz que gosta muito do sobrinho. Contudo, o raptor fica desconfiado. O raptor pede a Guida que continue a escrever a letra da canção, quando alguém bate à porta. O raptor tapa a boca a Guida que tenta pedir ajuda, mas sem sucesso.

Rufino vai à oficina falar com Fernanda e pedir-lhe o seu emprego de volta. Fernanda aceita-o imediatamente, confessando que ele lhe fez muita falta. Rufino diz-lhe que a oficina e ela é que lhe fizeram falta e que o seu lugar é ali. Rufino começa a trabalhar na hora.

Teté conversa com Raimundo sobre Bárbara e mostra-se preocupada com a saúde mental da filha. Raimundo também fica preocupado, achando que o melhor é levar Bárbara ao médico. O padeiro culpa a mulher pela educação que deu aos filhos, mas Teté defende-se, dizendo que fez o melhor que sabia, sozinha.

Isadora pede desculpas a Jaime, enquanto este está a dormir e diz que o ama. Laura ouve o pedido de desculpas, ficando intrigada com a situação. Laura vai ao quarto de Isadora à procura de alguma coisa que a incrimine, mas é interrompida por Isadora que entra a falar ao telemóvel. Isadora fala com o jornalista, que lhe conta que a rapariga que supostamente denunciou Jaime, quer mais dinheiro. Laura percebe o que se passou e sorri, vingativa. Enquanto Isadora toma banho, Laura continua à procura de provas. Assim, encontra o tablet da cunhada de Jaime e sai do quarto.

Teté vai ter com Victória e esta conta-lhe como o seu plano de vingança contra Érica está a correr às mil maravilhas. Teté diz-se com pena de Érica e conta que a rapariga foi falar com ela, preocupada com a madrasta. Victória fica ainda mais satisfeita e Teté diz-lhe que ela parece Bárbara, à beira da loucura à conta de uma vingança.

Beatriz vê Afonso a pedir uma bebida no bar da Diamantes e vai pedir-lhe que não beba, pois não lhe faz bem. Contudo, Afonso trata-a mal, fazendo a rapariga chorar. Eduardo chega e Afonso acaba por ir embora. Eduardo é ríspido com Beatriz, dizendo-lhe para ela não ceder á tentação de contar a verdade a Afonso. Vera assiste a tudo e mais tarde partilha com Afonso que viu Eduardo ser bruto com Beatriz e, embora não tenha ouvido o que diziam, percebeu que ela estava assustada.

Lourenço vai a casa de Bárbara visitar o filho, mas quando esta sabe da sua presença, fica eufórica. Bárbara vai ter com Lourenço, perguntando-lhe se ele foi para jantar e dizendo que agora está muito melhor porque ele está lá. Confuso, o rapaz diz que só foi ver o filho e que é apenas Vicente quem lhe importa. Bárbara fica descontrolada e volta a dizer que o odeia, expulsando-o de casa. Lourenço diz a Teté e Raimundo que a filha está louca e eles acabam por concordar. Raimundo diz querer levar a filha ao médico, enquanto Teté sugere fazerem as duas uma viagem.

[/tab]

[tab title=”Ep. 181″]

Afonso vai a casa de Beatriz e pergunta-lhe o que é que se passa entre ela e Eduardo. Apanhada de surpresa, Beatriz fica muito nervosa. A rapariga tenta ser forte e mente, dizendo que ama Eduardo e é por isso que se vão casar. Afonso fica de rastos e vai embora, penalizando-se por ter achar que quis ver coisas onde não existiam.

Laura conta a Jaime que Humberto continua a ligar lá para casa a ameaça-la. Jaime fica furioso e diz que tem vontade de espancar Humberto, mas Laura diz-lhe para ele não se preocupar. Sem querer, o empresário descai-se e diz que tem de se preocupar porque se trata de Sílvia. Laura aproveita o momento para lhe dizer que o que sempre gostou nele foi a generosidade e abraça-o.

Érica está desanimada e Luciano tenta fazer com que ela desabafe. No entanto, a filha diz apenas que desde que acabou com Rufino as coisas nunca mais foram as mesmas. Luciano pergunta-lhe se não terá sido ela a afastar-se e Érica reage de forma agressiva, dizendo que vai ver o que se passa com o lavatório do quarto que está entupido. O pai oferece-se para tratar disso e regressa do quarto com um saquinho com cocaína, confrontando a filha. Érica diz que cheirar um pouco de cocaína não é drogar-se e Luciano perde a cabeça, dando-lhe um estalo. Érica sai para o quarto, sem querer ouvir o pai.

Isadora anda à procura do seu tablet de manhã e confessa a Jaime que as coisas na empresa estão um caos. Isadora decide regressar ao quarto para procurar melhor o tablet e dá de caras com Laura, que o segura. A cunhada de Jaime fica imediatamente tensa e Laura pergunta-lhe se ela está nervosa porque tem ali provas de que foi ela quem denunciou Jaime e enumera o que encontrou. Isadora fica furiosa, sentindo-se encurralada e pergunta a Laura o que é que ela quer. Laura responde que quer uma coisa bem simples, em troca do seu silêncio, que Isadora convença Jaime a casar com Laura. Isadora nega, mas perante a chantagem, acaba por ceder.

Lourenço incentiva o pai a regressar ao comando da Diamantes e a não temer as críticas das pessoas. Jaime diz faltar-lhe coragem, mas sabe que, em breve, terá de regressar. Lourenço diz-lhe para o fazer quanto antes e não adiar a decisão de salvar o que é seu.

Lourenço conta a Fernanda o que se passou em casa de Bárbara e partilha o seu sofrimento com a perda do filho. Fernanda começa a pensar e pergunta-lhe se ele acha que se casarem e tiverem a sua casinha, ele consegue recuperar Vicente. A mecânica diz que se ele achar que ajuda, ela está disposta a fazer tudo aquilo por ele. Lourenço fica estupefacto com a proposta, mas não aceita. O rapaz diz que quer casar com Fernanda porque se amam e não com segundas intenções. Fernanda fica contrariada, embora entenda os motivos do namorado.

Cumprindo a sua parte do acordo com Laura, Isadora fala com Jaime e diz-lhe que acha que ele se devia casar com Laura. Jaime fica admirado com a postura da cunhada, mas esta diz que está na hora de deixar de ter ilusões com ele e que Jaime deve seguir o seu coração.

Luciano conta a Emília que encontrou droga no quarto de Érica. Furiosa, Emília diz que está farta de estar quieta e que está na hora de tomarem uma atitude. Assim, os dois vão a casa de Luciano, onde encontram a filha a consumir droga. Emília não hesita e arrasta Érica para fora de casa, com a ajuda de Luciano. Emília e Luciano levam a filha para casa e trancam-na no quarto. Luciano hesita perante a atitude radical de Emília, mas esta explica-lhe que Érica tem de se curar.

Por sua vez, Victória vai à oficina e seduz Rufino, que não consegue resistir. Depois de fazerem amor, Rufino conta-lhe que a sua família já sabe que eles se andam a encontrar e Victória fica com medo que Emília conte. Rufino sossega-a, dizendo que ninguém vai contar, mas que eles têm de parar de se ver. Victória diz estar apaixonada por ele, mas o mecânico não se comove, mandando-a embora.

[/tab]

[tab title=”Ep. 182″]

Depois de trancaram Érica no quarto, Emília e Luciano conversam sobre o futuro da filha. Luciano penaliza-se por terem chegado àquele ponto, mas Emília tranquiliza-o, dizendo que estão a fazer o melhor para a filha.

Em casa, Luciano conta a Victória que encontraram Érica a consumir cocaína e pergunta onde é que a filha arranjou a droga. Victória finge-se ofendida com a pergunta e diz que só tem ajudado Érica e que só quer o seu bem. Luciano responde que cada vez lhe custa mais a acreditar que Victória não sabia das drogas, mas Victória responde que é Emília quem o está a virar contra ela. O jardineiro nega essas acusações, mas Victória vira o jogo, fazendo-se de vítima.

Isadora conversa com Jaime sobre a Diamantes e sobre a felicidade do cunhado. Isadora volta a dizer que acha que ele devia casar com Laura e este continua surpreendido com esta nova postura de Isadora. Laura vai ao escritório falar com Jaime e ele partilha com ela as palavras da cunhada. Laura finge-se surpreendida e depois pergunta se há alguma hipótese de eles casarem. Jaime fica perturbado com a pergunta e diz que tem coisas mais importantes em que pensar.

Moisés chega a casa e é atraído pelos gritos de Érica. A rapariga pede ao primo que a solte, pois está a passar-se alguma coisa grave. Preocupado, o talhante liga à madrinha e Emília corre para casa. Os dois abrem a porta do quarto e dão com Érica caída no chão. Emília pede a Moisés que lhe pegue ao colo e, nesse movimento, Érica abre os olhos e Emília percebe que ela está a mentir. Assim, Emília manda Moisés poisá-la e trancam novamente a rapariga no quarto.

Moisés vai à oficina contar a Rufino que Emília prendeu Érica e este corre imediatamente para casa. Emília tenta esconder-se na casa-de-banho para não ter de responder às perguntas do sobrinho, mas não consegue. Tentando não contar demasiado, Emília diz que apenas quer o bem da filha.

Beatriz chega ao quarto e Eduardo está com Francisco ao colo. Beatriz fica chateada por perceber que Sónia não está com o bebé e Eduardo pergunta-lhe como é que ela pode confiar tanto em Sónia. Beatriz fica nervosa e tenta disfarçar, dizendo que ninguém tem de questionar as suas decisões. Mais tarde, Beatriz vai ter com a Sónia e diz-lhe que ela não pode continuar a negligenciar Francisco, pois está a dar nas vistas. Sónia acede aos pedidos de Beatriz, contrariada.

Ricardo vai a casa de Emília para tentar libertar Érica, mas Emília impede-o e expulsa-o de casa. Quando vai a sair, Ricardo encontra uma luva igual à do chefe do gangue e fica intrigado. Ricardo pergunta a Emília onde é que ela arranjou aquela luva, mas Emília não responde, encarando seriamente o rapaz.

Teté chega a casa e pergunta a Afonso como está Bárbara. Afonso é honesto com a tia e diz-lhe que acha que a prima precisa de acompanhamento médico. Teté vai tentar falar com a filha, mas Bárbara está perdida nos seus pensamentos e afirma amar Lourenço. Preocupada, a mãe pergunta-lhe se ela não quer ir a um terapeuta para conversar e compreender os seus sentimentos. Contudo, Bárbara diz que ela está bem e que todos os outros é que estão loucos.

Victória chama Rufino lá a casa para lhe contar por que é que Luciano e Emília prenderam Érica. Ao saber que a ex-namorada estava metida na droga, Rufino fica muito desiludido. Vicky aproveita o momento para atrair Rufino e ele deixa-se levar. Os dois acabam por se envolver.

Jaime convida Telmo para jantar e para falarem da parceria da Diamantes com o banco de Telmo. Sónia vem dos quartos, chateada por ter de tomar conta de Francisco quando dá de caras com Telmo, ficando surpreendida. Laura diz a Sónia que Telmo é dono de um banco, deixando a rapariga boquiaberta.

[/tab]

[/tabs]

Categorias
Resumos de Novelas