Resumos de Novelas

“Destinos Cruzados”: resumo de 21 a 25 de Outubro

[tabs class=””]

[tab title=”Ep. 191″]

Fingindo estar nervosa e destroçada, Victória pega na roupa de Luciano e atira-lha para cima. Victória diz que está farta de ser enganada e que fez tudo por ele e por Érica. O jardineiro tenta repetir que não a traiu, mas a ex-modelo não quer ouvir.

Isadora mostra a gravação a Jaime e este ouve Eduardo confessar que Laura não o tentou matar e não passou tudo de um acidente, contudo, ele tentou matar Sílvia. Furioso, Jaime vai ter com Eduardo, que se arranja para o casamento e diz-lhe para ele sair de casa imediatamente. Mas, Eduardo diz que não vai a lado nenhum e que se vai casar com Beatriz. Jaime diz-lhe para ele não o desafiar e Eduardo percebe que tem de usar o seu trunfo e diz-lhe que têm de falar.

Laura recebe Inácio e Maria Helena e diz-se muito preocupada com Eduardo. Laura confessa que ele a tentou matar e que acredita que ele está de olho no soutien. Maria Helena concorda e diz que já tinha pensado nisso. Surpreendido, Inácio diz que, então, o melhor é que seja a filha a guardar o soutien. Quando Laura sente que está muito próxima do seu objetivo, Maria Helena diz que o soutien está escondido e deve ficar naquele sítio.

Laura ouve atrás da porta, Eduardo a dizer a Jaime que aquela família tem um segredo e que ele tem provas desse segredo. Intrigado, Jaime pergunta-lhe o que é e o genro dá-lhe uma chave de uma caixa, que ele poderá abrir depois do casamento e que tem as provas todas. Perante os argumentos de Eduardo, Jaime acaba por aceitar o pacto, combinando com o fotógrafo que, se for bluff, ele se divorciará de Beatriz logo de seguida. Laura fica nervosa e, mal eles saem do quarto, vai à procura da tal caixa. Mas, interrompida por Alzira, Laura não encontra nada.

Em casa, Afonso está profundamente deprimido por saber que o casamento da mulher que ama já está a decorrer. Vavá tenta animá-lo e diz-lhe que ele devia ter ido impedir o casamento. Derrotado, Afonso diz que Beatriz não quer ser salva de Eduardo e que o melhor foi não ter ido lá fazer figura de parvo. Afonso confessa que sabe que Beatriz já não está no seu futuro, mas que não sabe se quer um futuro sem ela. Vavá fica preocupado com aquelas palavras e faz-lhe um discurso motivador. Vavá diz a Afonso que ele não pode sucumbir à tristeza só porque teve um desgosto de amor. Embora o rapaz esteja a ver tudo muito negro, eventualmente as coisas irão melhorar.

O conservador pergunta várias vezes a Beatriz se ela quer casar com Eduardo e a rapariga hesita. O noivo pressiona-a e Beatriz acaba por dizer que sim, resistindo um pouco ao beijo que ele lhe quer dar. Os noivos trocam alianças, mas a reação dos convidados não é a mais efusiva.

Humberto ouve Moisés a dizer a Telmo que deviam ir à polícia e diz-lhes que o melhor é pagarem o resgate, antes que o raptor mate Guida. Assustado, Moisés diz que não quer isso e Humberto reforça que eles não sabem do que é que o raptor é capaz e, já que têm o dinheiro, é melhor pagarem. Moisés e Telmo acabam por concordar. Mais tarde, Telmo confessa que está apaixonado por Sónia e tem um plano para saber se ela está com ele por amor. Telmo conta o seu plano a Moisés.

Depois da cerimónia, Jaime puxa Eduardo à parte e este dá-lhe a chave da caixa que contém os segredos. Laura vê Jaime a subir as escadas e, para o impedir, pede que os noivos dancem. Laura consegue atrair Jaime para a biblioteca, onde diz que o ama. Ao beijar Jaime, Laura consegue roubar-lhe a chave.

Emília e Luciano não conseguem resistir mais e acabam por fazer amor. Emília diz que tem medo que as coisas não corram bem e de ser responsável por mais uma separação. Contudo, Luciano está muito seguro.

Rufino está em casa de Victória quando Érica chega com Ricardo. Altiva, Érica apresenta Ricardo como seu namorado e Rufino tenta mostrar-se indiferente. Assim que a rapariga sai, Rufino e Victória fazem amor.

[/tab]

[tab title=”Ep. 192″]

Depois de Laura pedir a Isadora que empatasse Jaime na biblioteca, Isadora pergunta ao cunhado por que é que ele não impediu o casamento de Beatriz. Jaime desvia-se do assunto, querendo sair da biblioteca, mas Isadora não o deixa, inventando uma desculpa.

Laura encontra a caixa e abre-a, descobrindo documentos que provam que ela é Laura e não Sílvia. Laura fica furiosa, mas não consegue guardar os documentos a tempo. Beatriz entra no quarto e pergunta o que se passa. Assim que vê os papéis, percebe que a mulher que tem à sua frente é a mãe. Laura confessa que forjou a sua própria morte, com a ajuda de Eduardo e que Sílvia está morta. Beatriz fica em choque, dizendo que tudo aquilo é uma monstruosidade. Contudo, Laura responde que não é nada comparado com o facto de ela ter comprado Francisco a Sónia. Beatriz fica em choque com a revelação. Laura diz que o melhor que têm a fazer é unir-se e esconderem o segredo uma da outra. A contragosto, Beatriz acede.

Emília e Luciano regressam à sala, ainda a ajeitar as roupas e Moisés pergunta-lhes o que é que se passou. O jardineiro fica muito atrapalhado, mas Emília responde que, simplesmente, estavam a falar de Érica. Moisés não fica muito convencido, mas a madrinha desvia-lhe as atenções falando de Guida.

Laura finge estar um pouco tocada pelo álcool e apoia-se em Jaime, devolvendo a chave da caixa. De seguida, propõe fazerem um brinde aos noivos e coloca um pó na bebida de Eduardo. Depois do brinde, Laura vê, com satisfação, Eduardo a beber todo o champanhe que tinha no copo.

Victória critica Érica pela maneira que ela tratou Rufino quando se encontraram lá em casa. A rapariga diz não perceber a madrasta, pois ela foi sempre contra o namoro dela com o mecânico, mas Victória defende-se, dizendo que pode não concordar com namoro, mas que também não pode concordar com o tratamento que a enteada lhe deu. Érica fica a sentir-se culpada e Victória aconselha-o a não tratar mal o rapaz no futuro. Victória sorri ao ver a enteada fragilizada.

Enquanto Jaime vai ao quarto de Beatriz procurar a caixa na qual estariam todas as provas, Eduardo pede a Laura uma última dança. Cínica, Laura aceita dançar com ele. Eduardo diz-lhe que ela está perdida e que acabou tudo. Contudo, Laura sorri e diz-lhe que gosta de o ver tão confiante. Eduardo começa a sentir-se mal e cai no chão quando Jaime regressa do quarto aos berros com ele.

Luciano vai a casa falar com Victória, mas a ex-modelo tapa os ouvidos para não ouvir falar em separação. O jardineiro diz-lhe que o casamento deles já acabou há muito tempo e que está na hora de seguirem caminhos separados, mas Victória diz que o ama tanto como no primeiro dia. Luciano vira costas e Victória sorri, satisfeita com o seu teatro.

Desesperada, Beatriz bate no corpo de Eduardo e diz-lhe que precisa dele vivo. Percebendo que ele não vai acordar, Beatriz sai da mansão a correr e vai ter com Afonso, explicando-lhe que foi tudo por ele. Afonso fica muito emocionado com o gesto de Beatriz.

Passados uns dias, Telmo abre uma mala, em casa de Emília com o dinheiro do resgate de Guida. Todos estão apreensivos, com medo que o raptor não solte Guida, mas Moisés surge com uma moca, pronto para ficar escondido e descobrir que é o raptor.

O gerente de conta de Teté e Raimundo conta a Teté que todos os cheques que ela passou a Humberto foram descontados. Teté fica muito aflita, sem saber como é que vai justificar aquela despesa ao marido. Teté vai desabafar com Vavá, que lhe conta animado que Guida vai ser libertada depois de pagos os cem mil euros do resgate. Mas Teté nem ouve, de tão desesperada.

Moisés está em cima de uma árvore de olho na mala com o dinheiro. Humberto tenta passar ao lado da igreja descontraidamente, mas João Pedro tropeça na mala e decide levar o dinheiro. Moisés refila com o miúdo, mas já é tarde demais. O raptor liga a Telmo a dizer que a troca fica sem efeito, pois percebeu que Moisés estava a preparar uma armadilha.

[/tab]

[tab title=”Ep. 193″]

O raptor decide soltar Lucinda para que esta vá a casa de Emília e recupere a mala com o dinheiro. Humberto ameaça Lucinda, dizendo-lhe que se ela contar alguma coisa a alguém, ele mata João Pedro. Lucinda concorda em fazer tudo o que ele diz e Guida ameaça matar-se se ele não a soltar. No entanto, o raptor não quer saber e diz que vai passar a dormir ali com ela.

O inspetor Machado vai à mansão dizer que a autópsia confirmou os resultados dos exames preliminares e que Eduardo morreu de ataque cardíaco. Laura suspira de alívio e Isadora pergunta o que é que querem fazer em relação ao funeral. Beatriz mostra-se fria, dizendo que para ela tanto lhe faz. Jaime pergunta o que se passa e Beatriz conta verdade sobre Eduardo e a medula óssea. Jaime e Isadora ficam horrorizados e Jaime pergunta a Laura se ela já sabia daquilo. Fazendo um grande esforço, Beatriz mente, dizendo que Sílvia esteve sempre ao seu lado e que foi ela quem pediu para Sílvia não contar nada.

Ricardo apoia Érica, que está muito nervosa com a sessão fotográfica do dia seguinte para o catálogo da Diamantes. Victória surge quando os dois estão a conversar e Érica desculpa-se por ainda não lhe ter contado, mas anda muito nervosa. Victória apoia-a, falsa e a enteada agradece por tudo o que ela tem feito.

Inácio e Maria Helena lamentam a morte do filho, pois mal o conheciam e sentem-se culpados por não terem acompanhado o crescimento dele. Fernanda regressa de viagem para dar apoio ao avô e promete ir com eles ao funeral. Também os Cabreira vão apoiar Inácio e Maria Helena neste momento mais difícil.

Depois de uns dias separados, Luciano vai falar com Victória para conversarem sobre a separação definitiva. A ex-modelo finge-se muito afetada e diz sempre ter amado o marido e continuar a amá-lo. Contudo, o jardineiro diz que o casamento deles já acabou há muito tempo e que já não quer continuar casado. Victória acusa-o de a estar a trocar por Emília e o marido diz que tem de seguir o seu coração. Na sala, Victória chora à frente de Érica e Ricardo, fazendo-se de vítima. Érica diz que vai falar com o pai, pois ele não pode estar bom da cabeça, mas a madrasta diz que não é preciso e aconselha Érica a ficar lá em casa com ela. Embora tenha prometido a Vicky que não ia falar com o pai, Érica demonstra ao pai estar contra ele e a favor da madrasta.

Raimundo confronta Teté com o investimento que ela fez- Muito nervosa, Teté tenta justificar-se, mas o marido está furioso e diz-lhe que ela vai pagar aquele rombo com trabalho. É com incredulidade que Teté recebe a notícia de que vai começar a trabalhar na padaria no dia seguinte.

De modo a afastar Bárbara de casa, Lourenço diz-lhe para ela ir escolher o vestido de noiva, pois eles vão casar. Deslumbrada, Bárbara sai imediatamente de casa, deixando tempo ao namorado para instalar câmaras de segurança pelo quarto.

Lucinda regressa à sociedade e Emília confronta-a com a mentira da mãe doente. Lucinda fica muito atrapalhada e mente à amiga, dizendo que esteve doente e teve de fazer tratamentos. Emília acaba por se emocionar e dizer a Lucinda que está ali para a ajudar.

Antes de irem para o funeral, Fernanda vai à oficina com Moisés e Inácio. Humberto aparece para dar os pêsames a Inácio quando Laura chega com Jaime e Sónia. Laura finge-se muito assustada e Fernanda e Jaime protegem-na. Humberto defende-se, dizendo que não anda a fazer telefonemas nenhuns mas ninguém acredita nele. Sónia sai com o pai e vai com ele para a sociedade, onde aproveita para enviar uma mensagem escrita do telemóvel do pai a Isadora a marcar um encontro. Isadora responde a combinar encontrarem-se no dia seguinte e Humberto desconfia mas Sónia desvaloriza.

Teté vai á sociedade à procura de Humberto. Quando ela lhe diz que quer falar com ele, Humberto revela muito pouca paciência, mas acalma-se quando Teté lhe diz que ele a fez perder cem mil euros com as suas vigarices.

[/tab]

[tab title=”Ep. 194″]

Na sociedade recreativa Humberto e Teté discutem por terem sido descontados os cheques pré-datados. Humberto queixa-se, furioso por ter perdido a sua comissão do negócio, mas Teté considera-se muito mais lesada por ter perdido o seu investimento, perguntando a Humberto se foi ele que ficou com o seu dinheiro. Muito ofendido Humberto nega mas Teté fica desconfiada.

Bárbara entra em casa feliz por ter encontrado o vestido de noiva dos seus sonhos. Lourenço finge não entender de que casamento ela está a falar, decidido a expor perante as câmaras a sua loucura. Bárbara fica completamente transtornada e insiste que Lourenço lhe prometera que se iam casar. Então, apontando o berço de Vicente jura que o atira de uma janela se ele não cumprir a sua promessa. Lourenço ri e diz-lhe que estava a brincar com ela. Bárbara abraça-o e beija-o com desvairo, jurando que o ama e que ficarão juntos para sempre.

Em casa dos Cabreira, discute-se o rapto de Guida e Moisés sugere irem à polícia. Ao ouvir isto, Lucinda grita em pânico que não o façam. Perante o espanto de todos, ela explica que gosta muito de Guida e a interferência da polícia pode agravar a situação. Todos se mostram incrédulos por esta preocupação.

Luciano chega e pede-lhe para falar com ela. Conta-lhe que confessou tudo a Victória e saiu de casa. Emília fica desconcertada e diz ter de pensar antes de tomar uma decisão.

Entretanto Guida continua amarrada com Humberto a vigiá-la, nervoso. Guida lamenta-se pelo estado da sua roupa, imprópria para aparecer perante o seu público. Para animar o ambiente canta até que, exasperado, Humberto ameaça dar-lhe uma sova. Mas Guida ignora-o. Incapaz de a fazer calar, Humberto aponta-lhe uma arma à cabeça. A cantora alerta-o para o facto de perder o dinheiro do resgato, caso a mate.

Na sociedade, Sónia e Telmo estão juntos a conversar. Telmo prepara-se para sair mas Sónia pede-lhe que fique mais um pouco. Telmo desculpa-se alegando que tem de ir tratar de uns assuntos da Guida. Sónia queixa-se a Tobias de que Telmo a rejeita. Tobias sugere que ele está a pressioná-lo demasiado e admira-se que ela esteja tão interessada em alguém a que ela antes não ligava e pergunta-lhe se não será por causa do seu dinheiro. Sónia protesta e garante que os seus sentimentos são genuínos.

Vavá está ao computador a ler no facebook comentários de admiradores de Guida exprimindo simpatia e tristeza pela sua situação. Teté entra queixando-se de uma terrível dor de cabeça e Vavá aconselha-a a ir a um especialista e entrega-lhe um folheto, acrescentando que está muito preocupado com o rapto da sua diva. Conta-lhe que o raptor pediu cem mil euros mas nada está ainda decidido. Quando ouve referir esta quantia, Teté recorda a discussão com Humberto, ficando ainda mais desconfiada.

Lourenço relata ao pai a cena de loucura de Bárbara que tinha gravado, mas Jaime aconselha-o a ter calma porque isso pode não ser prova suficiente para o tribunal. Lourenço fica a saber que Fernanda já voltou da Alemanha e pede aos presentes que digam a Bárbara que tinha saído para comprar fraldas. Quando a rapariga chega e lhe dão o recado ela fica furiosa pois percebe que se trata de uma desculpa e acusa todos de estarem a mentir.

Lourenço vai à oficina ter com Nanda e esta recebe-o com frieza. Quando o rapaz se prepara para se ir embora, Fernanda corre para ele e beijam-se com paixão.

Victória telefona a Rufino para contar que o marido tinha saído de casa por causa de Emília e finge chorar Rufino acusa Emília de ter destruído um casamento e acabará por magoar Luciano. Discutem e Rufino sai indignado.

Humberto chama incompetente a Lucinda. Guida pede que lhe dê mais um ou dois dias. Humberto aceita mas promete matar as duas se Lucinda não for bem sucedida. O telemóvel de Humberto toca e este afasta-se para falar. Guida aproveita para dizer a Lucinda que ela tem de ir à polícia. Desliga e volta para junto das duas e amarra Lucinda também.

[/tab]

[/tabs]

Categorias
Resumos de Novelas

Comentários