Resumos de Novelas

“Belmonte”: resumo de 28 de Outubro a 1 de Novembro

[tabs class=””]

[tab title=”Ep. 27″]

Ninguém ergue o braço mas Carlos pede para que Sofia apresente o valor que Alistair está disposto a pagar pelo parque cinegético. Astucioso, Carlos consegue agradar a todos, não entrando em litígio quer com os irmãos, quer com Sofia. No entanto, o súbito interesse de um dos irmãos pelos valores deixa João e os restantes apreensivos. José mostra-se contra a venda, independentemente do valor oferecido. Lucas não mostra qualquer interesse em participar e quase adormece em cima da mesa de reuniões com ressaca. Durante o intervalo para o almoço, Sofia tenta ainda manipular Paula para que lhe relegue o seu voto, mas esta procura apoio em João.

Na pausa para almoço, João conversa a sós com Paula e diz-lhe que compreenderá, caso esta queira ficar do lado da mãe por uma questão de lealdade pois ele pretende fazer o mesmo para com os irmãos. Paula fica emocionada com o gesto de João e num impulso beija-o nos lábios, deixando-o atordoado. O casal é interrompido por Joana e o irmão mais velho dos Belmonte fica comprometido sem saber ao certo o que assistente testemunhou. A jovem sai apressadamente da sala e João fica mergulhado nos seus pensamentos.

A votação é retomada e Paula surpreende todos ao dizer que está contra a venda do parque cinegético. Sofia não revela na frente de todos mas sente-se enraivecida com a atitude da filha.

Enquanto o marido está ocupado na reunião do grupo, Inês vasculha os pertences do marido.

Depois da reunião, Julieta repara que João não está tão animado quanto ela na procura de casas na internet e tenta perceber o que atormenta o noivo. O enólogo confessa-lhe que viu uma faceta diferente de Sofia durante a votação e que acha que se enganou a respeito dos princípios da mesma. Teme que esta apenas tenha interesse em fazer dinheiro com o legado deixado por Emílio. A veterinária alerta-o para ter cuidado com Sofia e Paula e que talvez a história sobre a sua ligação a Emílio esteja mal contada. João fica apreensivo, principalmente com a insinuação de que esta pode ter morto o seu pai.

Na pedreira, Joaquim confronta José sobre a sua ligação com Beatriz. O empregado pergunta a José se este falou com Beatriz durante o período em que foi à GNR prestar declarações. O dono da pedreira nega e ainda ameaça Joaquim de o despedir, caso continue com o interrogatório. O empregado não fica convencido, mas termina a conversa. José mostra-se convincente quanto a não ter qualquer ligação à mulher do empregado.

Depois de passar dias a trocar mensagens, Luísa encontra-se em segredo com Rui. Os dois jovens ficam a saber que entraram na faculdade e decidem comemorar passeando pela cidade. Rui tenta beijar a filha de Fernando, mas esta desvia-se. Apesar de atrapalhado, Rui não insiste e consegue deixá-la mais confortável. Durante uma pausa para comerem um gelado são surpreendidos por Lucas. Este fica atónito e cheio de ciúmes ao ver Luísa na companhia de outro rapaz. O fotógrafo tenta disfarçar a fúria que sente e tenta retribuir o gesto. Durante o encontro com Íris e o restante grupo no café, este insinua-se a Sílvia para provocar a jovem estudante de turismo. Mas Luísa vai embora sem evidenciar o que sente e Lucas fica frustrado.

Depois de darem pela falta dos filhos, Ana e Joaquim discutem à porta da escola das crianças. Ana diz que Ivo fugiu de casa influenciado por António. Esta decide ir até ao moinho procurar o filho mas nega-se a dar boleia a Joaquim, fazendo-o ir a pé. Ao mesmo tempo, Leonor prepara-se para sair de casa, deixando apenas um bilhete aos pais a dizer que foi ajudar Ivo e António…

[/tab]

[tab title=”Ep. 28″]

Ana já não encontra ninguém no interior do moinho e segue de rompante para a GNR, onde apresenta o desaparecimento do filho. Joaquim, por ter ido a pé chega mais tarde e encontra o casal hippie, a quem alerta para a falta de Leonor, António e Ivo.

Sem suspeitar da fuga filha, Filomena e Rafael são alertados por Susana que as suas plantações ilegais foram descobertas no parque cinegético. Mais tarde no café Figueira os pais das crianças desaparecidas estão reunidos junto com Susana. Os ânimos exaltam-se devido ao nervosismo e Ana acusa a filha de Filomena de ser má companhia para o seu filho. A empregada do café não admite e as duas envolvem-se em acusações, assim como os restantes presentes, instalando-se um tumulto em pleno café.

Depois da reunião, percebendo a deceção da filha, Sofia faz-se de vítima perante Paula dizendo-lhe que está distante. A jovem brasileira conta que acedeu ao pedido de Lucas para fazerem o teste de ADN. Esta nota que a mãe fica apreensiva com a novidade e interroga-a. Sofia admite que se o teste for negativo ponham em causa a paternidade de Paula. A engenheira agrónoma estranha os medos da mãe.

Carlos assegura-se que Sofia mantem-se calada fazendo jogo duplo. Este tenta convencer Sofia de que não será um passo vender já o parque cinegético. O empresário manipula-a a esperar algum tempo até o parque valorizar. Sofia mantém-se séptica, não conseguindo desvendar de que lado está Carlos, se realmente está a zelar pelos seus interesses para a manter calada ou pelos dos irmãos.

Verónica está distraída a consultar uns documentos. Daniel entra e cumprimenta-a. Verónica não vê ninguém e ignora. Daniel pergunta se se arranja um quarto. Verónica assusta-se, inclina-se para a frente e vê Daniel. Pede desculpa pelo sucedido e informa que tem apenas suites disponíveis mas que poderá acomodar Daniel ao preço de um quarto normal. Daniel sorri, mais simpático. Verónica solicita os documentos de Daniel e arregala os olhos quando vê um cartão visa gold.

Daniel vai até ao restaurante tentando seduzir Carol que lhe nega todas as investidas. Desesperado, este entra em casa da dona do restaurante vegetariano através de uma porta que liga a habitação ao restaurante, apanhando-a enrolada numa toalha após sair do banho. Carol fica em pânico com a presença do anão. O amigo do casal hippie não consegue controlar a atração que sente por ela e persegue-a pela casa fora, tentando despi-la. Assustada, Carol irrompe pelo restaurante apenas com a toalha à volta do corpo e é salva pelo Padre Artur que prontamente intervém numa atitude de ataque. Marta observa como o Padre defende Carol de Daniel e, as suas desconfianças de que este é o “Anjo Negro” aumentam.

Em casa dos Belmonte, Lucas não resiste a pedir para que Luísa que o oiça uma última vez. O mais novo dos irmãos Belmonte implora por uma última conversa. A filha de Fernando fica estática perante a força das palavras implícitas no pedido de Lucas…

[/tab]

[tab title=”Ep. 29″]

Luísa ainda pensa em virar-lhe as costas, mas não consegue resistir ao pedido de Lucas e concede-lhe algum tempo para falar. O recém fotógrafo diz querer vê-la feliz e que está muito satisfeito por esta ter entrado na faculdade e conhecido Rui. Mas mais surpreendente, Lucas acrescenta que irá dar-lhe espaço e esperar por ela até que lhe dê uma nova oportunidade e que ficará sozinho durante esse período. A filha de Fernando fica comovida com as palavras do jovem.

Carlos e José conversam. Carlos vai direto ao assunto e pergunta se José ainda tem um caso com Beatriz. José tenta disfarçar mas Carlos não permite. José confessa que já tentou afastar-se dela mas não conseguiu e, pergunta se o resto da família sabe desta história. Carlos pensa que não e comenta que se João sabe disto vai condená-lo. José pergunta se Carlos tem frequentado o clube de strip em Lisboa…Carlos goza com o assunto e José pergunta se ele continua a ser infiel a Inês. Carlos continua, gozão.

Gustavo informa Sofia que tem mais dados sobre a mãe de Lucas. Os dois combinam encontrar-se na herdade para falar no assunto.

Sílvia interroga mais uma vez Henrique acerca dos contornos da morte de Laura Pires. Este apesar de incomodado concede-lhe algumas respostas. Sílvia tenta perceber se existiria alguma porta nas traseiras da estalagem que desse para sair com um corpo sem ser visto. Todas as questões vão ao encontro da teoria de Sílvia, de que a colega pode ter sido morta no interior da estalagem. O dono da estalagem não gosta das insinuações da jovem ativista. Mais tarde esta partilha as informações obtidas com Hugo, assim como o jornalista lhe conta sobre o barracão abandonado.

Já alertados pelo desaparecimento das três crianças, Susana organiza uma busca pelos campos alentejanos à procura de vestígios dos amigos escuteiros.

Beatriz aparece em casa depois do marido lhe ter enviado uma mensagem desesperado com a fuga do filho. Esta mostra-se visivelmente preocupada com o filho, deixando o marido intrigado. Nessa tarde decidem confessar-se ao Padre Artur. Escandalosamente, Beatriz confessa ter traído o marido várias vezes com um amante, sem expor a identidade deste. Provocatória, revela não estar arrependida deixando o Padre revoltado com a sua atitude. Joaquim também confessa o seu pecado. Este diz já ter pensado matar o próprio patrão e que acha que Beatriz estará interessada em José. Padre Artur fica desconfortável perante as suspeitas de Joaquim. Quando questionado sobre o arrependimento, o marido de Beatriz diz, sem vergonha, que se as suas desconfianças se confirmarem irá mesmo matar o dono da pedreira. O padre fica em choque com as revelações e a falta de arrependimento do casal.

No acampamento Leonor e António começam a vacilar perante a ideia de manter a fuga de casa. Ivo, no entanto, tenta motivar os amigos receando que ao voltar para casa a mãe o coloque num colégio interno. O jovem líder decide mudar o acampamento de lugar para que não sejam descobertos. Os três caminham em busca de um novo local quando são assustados pelo barulho de um carro. Ao volante do mesmo encontra-se Alistair, que se afasta, após ter entregue um envelope a um homem musculado. Quando as crianças olham já não vêem Alistair, apenas conseguem testemunhar o homem musculado a tirar violentamente do interior da carrinha uma mulher de mãos atadas para o interior de uma casa abandonada. Os três amigos ficam atormentados.

[/tab]

[tab title=”Ep. 30″]

Ivo fica a observar a violência com que o homem obriga a mulher a entrar na casa abandonada. Este decide ficar a vigiar a casa enquanto António e Leonor vão até à cidade pedir ajuda.

Sofia e Gustavo encontram-se na casa Belmonte para fugir aos olhares suspeitos de Henrique. O advogado revela ter descoberto que Schreider, a hipotética mãe de Lucas, pode estar em Portugal. Durante a conversa, estes tentam arranjar maneira de anunciar aos irmãos Belmonte que Gustavo irá viver no casarão da família.

A presença de Gustavo deixa os irmãos cada vez mais desconfortáveis com a estadia de Sofia. Carlos, José e Pedro conspiram uma forma de afastar a viúva de Emílio das suas vidas. Após se informarem com Mário sobre os direitos legais de Sofia sobre a herança, decidem criar um plano engenhoso, para que Sofia cometa um erro na administração das empresas fazendo-os perder parte da fortuna, provando a sua falta de competências para gerir o Grupo Belmonte e dessa forma ser legalmente afastada da liderança administrativa. Os três irmãos decidem deliberadamente manter João e Lucas afastados da sua conspiração, temendo oporem-se.

Depois de Ivo escorregar e chamar atenção do homem musculado, é perseguido. Este consegue esconder-se. O homem telefona a Alistair enquanto este almoça no restaurante vegetariano. Este dá ordens para que leve a mulher para longe da casa abandonada e sai de imediato do estabelecimento, deixando a refeição a meio. O seu comportamento deixa as donas do restaurante, assim como os irmãos Belmonte que estão a almoçar numa mesa ao lado, intrigados.

Leonor e António chegam finalmente à estalagem deixando todos espantados com o seu aparecimento. Estes contam o que viram e que Ivo precisa de ajuda. Hugo percebe que os pormenores da história podem estar ligados à morte de Laura e contacta Susana para ir à procura da casa abandonada e do filho dos Craft. Hugo e Lucas decidem ir de moto-4 à procura da criança. Ana fica em pânico e obriga Leonor a confessar de quem foi a ideia de fugirem os três. Esta fica perplexa quando a rapariga admite que o autor da fuga foi Ivo, com o pretexto de não querer ir para um colégio interno.

António volta a casa deixando os pais comovidos. O jovem pede para que estes prometam não voltar a discutir. Beatriz e Joaquim comprometem-se, aliviados por terem o filho de volta.

Sem saber que Leonor já está sã e salva com a mãe, Rafael e o casal hippie encontram Ivo perto da casa abandona. Também Susana descobre o local e procura saber os pormenores sobre o que as crianças testemunharam. Ivo conta que o homem abandonou o local com a mulher na carrinha e dá a matrícula do automóvel a Susana.

Na moto-4 a caminho da casa abandonada, Hugo e Lucas são surpreendidos pela carrinha conduzida pelo homem suspeito descrito por Ivo. Ficam frente a frente. Lucas desvia a moto e despista-se para fora da estrada, desaparecendo. A carrinha foge a alta velocidade…

[/tab]

[tab title=”Ep. 31″]

Depois do almoço no restaurante vegetariano, Marta exalta-se com Pedro acerca das touradas, dizendo que irá à manifestação. José assiste perplexo, surpreso com a atitude desta, que minutos antes distribuía sorrisos. Carol consegue acalmar a sócia, que entretanto, ficou ainda mais irritada por ter sido convidada pelo dono do parque cinegético, em tom de gozo, para ir com ele a uma tourada.

Hugo e Lucas levantam-se, apenas assustados e cheios de pó. Susana ainda tenta auxiliá-los, mas percebendo que os dois estão bem continua a sua perseguição à carrinha suspeita. Um pouco mais à frente, Susana e o seu colega encontram a carrinha parada na berma da estrada. Mas já não se encontra ninguém no seu interior. Uma vistoria minuciosa à carrinha revela a que a carrinha esteve recentemente em Badajoz.

João conversa com Julieta sobre o mau ambiente que se instalou em casa. A sua estratégia para enfrentar este problema passa por ignorar a situação.

José convida Marta para passar a tarde com ele na piscina da casa dos Belmonte. Esta pergunta-lhe se a razão de tanta vontade de ir à piscina é para estar em forma para salvar pessoas em apuros. O dono da pedreira não entende a razão de tantas perguntas mas deixa-se levar pela conversa descontextualizada da jovem vegetariana. José acaba por lhe mentir e dizer que é o Anjo Negro, apenas para a convencer a aceitar o convite. Maravilhada com a ideia de que descobriu a identidade do herói, esta aceita o convite. José aproveita o deslumbramento desta, para a beijar. Marta deixa-se levar, mas são interrompidos por Carol que parece ficar enciumada. Durante a tarde na piscina, depois de alguma conversa com José, a jovem percebe que afinal foi enganada e que o Belmonte lhe mentiu e sai irritada da herdade acusando-o de ser um impostor.

Apenas Daniel vai à manifestação na inauguração da praça de Touros. Este fica indignado por ter sido abandonado, especialmente por Carol e vai até ao seu restaurante. Esta não lhe abre a porta. Irritado, pontapeia a porta da rua, deixando-a em choque.

Na estalagem, Daniel desce as escadas com a mala de viagem. A mala abre-se e o seu conteúdo espalha-se pelas escadas, inclusive, uma boneca insuflável. Verónica, Faustino, Hugo e alguns hóspedes assistem a tudo, incrédulos. Daniel continua a arrastar a mala, indiferente ao que o rodeia, pergunta pela conta e informa que, depois, envia alguém para levar as suas coisas

Depois de saberem que Marta terá confundido José com o Anjo Negro, Paula e Pedro decidem ir jantar ao restaurante vegetariano para saberem mais sobre a história. Enquanto conversam animadamente, Paula mostra a Pedro alguns dos seus contos. João e Julieta entram também para jantar mas decidem não se juntar a eles. Durante toda a refeição, João olha discretamente para a dinâmica entre o irmão e a brasileira, não revelando o tom enciumado do seu olhar na presença de Julieta.

Quando Ivo volta para casa, Alistair fica apreensivo com medo de que este o tenha visto perto da casa abandonada. No dia seguinte, o investidor recebe uma chamada suspeita, avisando-o de que a mercadoria chegou bem, mas que deve criar um novo entreposto seguro, pois o que a criança viu terá posto em causa a segurança do local.

[/tab]

[/tabs]

Categorias
Resumos de Novelas

Comentários