Resumos de Novelas

“Destinos Cruzados”: resumo de 28 de Outubro a 1 de Novembro

[tabs class=””]

[tab title=”Ep. 195″]

Depois de se envolver com Lourenço, Fernanda diz-lhe que eles não devem estar juntos. Lourenço diz-lhe que precisa dela e que sabe estar a ser egoísta. Contudo, Fernanda responde que eles não podem lutar mais contra a vida e que a vida os separou. Lourenço fica de rastos.

Laura planta o frasco com a droga que matou Eduardo no quarto de Beatriz e fotografa-o. De seguida, Laura chama a filha e pergunta-lhe pela história da filha de Jaime que morreu. Beatriz recusa-se a falar sobre um assunto que transtorna tanto a família e a mãe sente que ela está a jogar. Assim, Laura diz-lhe que ela está a ser inconsciente, visto que tem muitos podres na sua vida e abre a gaveta, revelando o frasco.

Teté pressiona Humberto para este lhe dizer como é que perdeu os cem mil euros. Humberto não quer revelar, mas Teté diz-lhe que já sabe que se trata dos dinheiro do rapto de Guida. Encurralado, Humberto acaba por confirmar.

Beatriz fica revoltada quando percebe que foi Laura quem matou Eduardo e, consequentemente, a sua única esperança para salvar Afonso. Cínica, Laura diz que o frasco com a droga se encontra no quarto de Beatriz e diz-lhe que o melhor é ela contar tudo o que sabe. Furiosa, Beatriz diz que não vai ser escrava das vontades da mãe e as duas agridem-se. Jaime entra no quarto, a tempo de as ver em cima da cama a atacarem-se mutuamente. Laura mente, afirmando que Beatriz estava muito nervosa e que ela teve de a acalmar a todo o custo. A filha entra na mentira e Jaime diz-lhe que ela tem de se acalmar, pois tem um filho que depende dela. Beatriz pede desculpa ao pai, com duplo sentido. Laura lança-lhe um olhar de aviso.

Mais tarde, Beatriz acaba por contar tudo a Laura, que fica surpreendida com o percurso daquela família.

Lourenço conversa com Afonso e incentiva-o a ser mais positivo quanto à sua recuperação. Aproveitando a dica do amigo, Afonso diz-lhe que também ele devia ser mais positivo e não devia deitar a perder a sua relação com Nanda por causa do filho. A conversa é interrompida por Bárbara que vai buscar o namorado para irem dormir. Lourenço lança um olhar angustiado a Afonso.

Teté faz um acordo com Humberto para que ambos possam lucrar com o rapto de Guida. Inicialmente, Humberto tenta ameaçar Teté, mas esta consegue antecipar-se. Assim, Teté propõe-lhe que ele fique com o dinheiro e, mais tarde, o dividam metade para cada um. A mulher de Raimundo propõe-se a encontrar alguém para fingir que é o raptor de modo a parecer que foi ela quem salvou Guida. Humberto fica perplexo com a ideia, mas é obrigado a aceitar.

Guida e Lucinda continuam amarradas e à beira do desespero. Guida acusa Lucinda de ser culpada por estarem as duas naquela situação e Lucinda pede-lhe perdão. Guida responde que só a perdoa quando sair dali intacta. Humberto regressa ao cativeiro e solta Lucinda, mandando-a para casa sob ameaça.

Bárbara está na cama com Lourenço e tenta seduzi-lo. Chateado, o rapaz diz que não a ama e que não consegue sentir desejo por uma pessoa que faz chantagem com um bebé. Bárbara fica muito alterada e reforça que é ela quem tem a custódia de Vicente e que o pode levar embora. Com esforço, Lourenço acalma-se, sendo carinhoso com ela.

Guida tenta seduzir o raptor para tentar escapar. Contudo, Humberto percebe o plano e não se deixa enganar, prendendo a cantora com mais força. Guida fica frustrada, dizendo que ele só pode ser gay.

Teté acaba por passar a noite na padaria e acorda toda torta. A mulher de Raimundo prepara-se para ir para casa, mas, olhando em volta, muda de ideias.

Érica está a correr na passadeira, preparando-se para a sessão fotográfica. Victória vai ter com ela, dando-lhe um sumo de frutas para, supostamente, lhe dar energia. Érica agradece a atenção da madrasta.

Sónia diz que tem uma consulta nessa manhã e que não pode mesmo faltar. Beatriz fica chateada e pergunta quem é que vai tomar conta de Francisco e Laura oferece-se. Beatriz fica de pés atrás, mas Laura diz-lhe que ela pode confiar.

[/tab]

[tab title=”Ep. 196″]

Pela manhã, Lourenço sai da casa de banho para encontrar Bárbara a tratar de Vicente, muito carinhosa. O rapaz estranha o comportamento e quando fala com ela, Bárbara responde de uma forma perfeitamente normal. Lourenço desabafa com Jaime, que lhe diz ter medo que Bárbara seja bipolar. Lourenço responde que, se Bárbara estiver doente, acaba por ser melhor, pois tem tratamento e seria o suficiente para ele recuperar o filho. Jaime dá força a Lourenço.

Érica está pronta para ir para a sessão fotográfica, quando acusa um cansaço fora do normal. Victória diz-lhe que ela não devia ter abusado no exercício físico e que o melhor é sentar-se um pouco no sofá. Vencida pelo cansaço, Érica acaba por adormecer, drogada. A madrasta desliga-lhe o telemóvel para que a modelo falte à sessão fotográfica e não acorde de forma nenhuma.

Raimundo chega à padaria para encontrar Teté a dar um sermão a Noémia e Vanessa. O dono da padaria diz à mulher que ela ali é uma funcionária como outra qualquer e que Noémia será a sua chefe. Teté fica indignada e diz que ela também é dona das padarias. Raimundo ignora as queixas da mulher e manda-a fardar-se. No entanto, mal Raimundo sai, Teté arma-se novamente em patroa.

Isadora vai ao bairro falar com Humberto, que entra dentro do carro dela. Ao longe, Sónia tira fotografias dos dois juntos. Isadora e Humberto perguntam um ao outro o que é que queria e percebem que algo de estranho se passa ali.

Isadora fica furiosa quando percebe que Érica já está atrasada para a sessão fotográfica e tenta ligar-lhe sem sucesso. Isadora vai queixar-se a Jaime, que decide tentar ligar a Victória. Sonsa, a ex-modelo diz que não sabe da enteada e que, realmente, é uma pena ela estar a perder aquela oportunidade de ouro que lhe deram. Entretanto, Érica começa a despertar e Victória deixa-se ficar no quarto, como se não estivesse em casa. Ainda trôpega da droga que a madrasta lhe deu, Érica levanta-se, pega na carteira e sai de casa, em esforço.

Satisfeita com os bons resultados do seu plano, Victória veste uma lingerie sexy e liga a Rufino para este ir ter com ela. No início Rufino resiste, mas depois acaba por aceder.

Érica chega ao local da sessão fotográfica e a equipa já está a desmontar tudo. Ricardo, ainda presente, pergunta-lhe o que se passou e a rapariga conta-lhe a verdade, que apenas se lembra de se estar a arranjar e depois de acordar no sofá, muito azamboada. Ricardo fica desconfiado e conta-lhe que a sessão foi cancelada.

Sónia leva as fotografias que tirou a Humberto e Isadora a Laura. Laura fica muito satisfeita e Sónia diz mal reconhecer a mãe, pois não a sabia tão calculista. A suposta mãe disfarça, respondendo que tem de usar as armas que tem ao seus dispor e que também Sónia poderá lucrar com aquilo.

Érica reúne-se com Isadora e Jaime, que a criticam pelo atraso. A modelo justifica-se, dizendo que se deitou cedo e acordou cedo também, não percebendo bem o que se passou. Jaime responde que Victória disse que ela saiu cedo, deixando Érica confusa, enquanto Isadora a acusa de andar metida em drogas. Érica acaba por se mostrar arrogante, dizendo que eles tinham era de esperar. Jaime e Isadora ficam mal impressionados com a postura dela e Jaime decide que, o melhor é despedi-la por justa causa. Érica ainda alega que vai mudar, mas tanto Isadora como Jaime dizem que ela já teve demasiadas oportunidades.

Victória está na cama com Rufino, que se sente culpado. Victória consegue seduzi-lo para que ele passe mais algumas horas com ela.

[/tab]

[/tabs]

Categorias
Resumos de Novelas

Comentários