Resumos de Novelas

“Rosa Fogo”: resumo de 4 a 10 de Novembro

[tabs class=””]

[tab title=”Ep. 19″]

Diogo descobre a chave de um cofre na busca que faz em casa de José e fica esperançado que possa estar nesse banco a pistola que o vilão guardou para o chantagear. Ao abrir o cofre, acaba por ler um bilhete do próprio José a dizer que ele jamais encontrará a arma e que está condenado a obedecer-lhe o resto da vida.

Sofia tem de fazer mais um exame e fica desanimada. Anita aproveita um momento a sós com Eduarda e mostra-se muito preocupada com a saúde da irmã. A espera por notícias torna-se desesperante. Sofia desaparece da clínica, depois de confirmar que tem cancro, já disseminado pelo seu corpo. Teme não poder salvar o filho que espera. Manel fica a saber de tudo por Anita e Eduarda. Só mais tarde Sofia regressa a casa e divide o seu drama com o marido. Manel fica arrasado ao perceber que pode perder Sofia e o bebé a qualquer momento.

A infecção no braço de Javier alastra cada vez mais, mas ele faz das tripas coração para esconder de Lara que está muito doente.

Gilda decide desmanchar o quarto que pertenceu a Joana, acreditando que isso vai ser benéfico para Matilde. Carlota aproveita para perguntar a Gilda quando é que José volta, admitindo que gostou bastante dele. Ambas concordam que Gilda teve muita sorte, por ter um filho assim.

Maria recorda o momento em que Estêvão a beijou, depois de contar a Gilda que ele telefonou a dizer que não ia trabalhar por estar doente.

Cármen não resiste a Ruben, um cliente casado, que a cortejou na barbearia. Aida critica a irmã que está disposta a aceitar o convite que ele lhe fez para jantar.

Matilde chora desesperada ao ver as roupas de Joana arrumadas em caixotes, prontas para serem dadas a quem necessite delas. Perante o choque da neta, Gilda decide voltar atrás e manda Carlota colocar tudo onde estava. Matilde diz que só assim preservará as memórias que guarda da mãe.

Estêvão sofre por Maria não corresponder o amor que ele lhe tem. Teresa incentiva o filho a lutar pela mulher que ama. Escondida, Catarina ouve a conversa com uma expressão de ódio e telefona a Diogo. Este diz-lhe que só tem de conservar Estêvão fechado em casa, até que ele case com Maria.

Matilde veste um vestido que pertenceu a Joana e recorda momentos felizes que viveu com a mãe.

Gilda convida José para jantar. Em conversa com Carlota a matriarca da família Mayer confessa que está muito preocupada com Matilde. Por isso está a pensar em contratar um psicólogo para ajudar a neta a ultrapassar a morte da mãe.

Sergei desanima por não conseguir arranjar trabalho. Regina faz-lhe uma sopa para o animar. Júlio queixa-se das saudades que tem do café e dos bolos da Imperatriz. Resmunga por Alzira não o deixar entrar na confeitaria.

José contrata Leonel para que investigue de alto a baixo a vida de Manel, o agente policial que o procura.

Cármen pede opinião a Catarina sobre o que vestir para ir jantar com Ruben. Aida recrimina a irmã por se estar a envolver com um homem casado.

Matilde não suporta que Gilda tenha convidado José para jantar e diz com todas as letras que não gosta dele, ordenando que se vá embora.[/tab]

[tab title=”Ep. 20″]

Matilde atira-se a José e bate-lhe com quanta força tem, gritando que ele é um crocodilo mau, ao mesmo tempo que exige que ele se vá embora. Maria leva Matilde de castigo para o quarto, enquanto Gilda fica arrasada com o comportamento da neta. José reage com surpresa à birra de Matilde e tenta mostrar-se cortês a Gilda.

Anita esconde dos pais, Regina e Júlio, a grave doença de Sofia. Assim que pode fala com a irmã para lhe dar algum apoio, evitando a custo começar a chorar. Regina vai ter com a filha ao quarto e pensa que ela chora por ter falado com Jean-Luc. Anita respira de alívio, pelo engano da mãe e deixa-se confortar por ela.

Sofia vive, por seu lado, a angústia de contar aos pais que está a ser consumida pelo cancro. Prefere esperar pelo resultado do último exame, para saber como evoluiu o tumor. Manel dá-lhe coragem. Sofia sente o bebe mexer dentro de si, fazendo com que viva um raro momento de alegria com o marido.

Matilde faz com que Maria fique pensativa, tal é a convicção com que diz que José é um homem mau e que só está interessado em fazer mal à família Mayer.

José finge preocupar-se com o bem-estar de Matilde e diz a Gilda que é melhor deixar o jantar para outro dia, pois não quer causar mais perturbações. Reconhece falsamente que Matilde reage desta forma contra si, por ter perdido a mãe. Gilda acredita na bondade do suposto filho, ignorando que ele esconde uma grande raiva dentro de si. A fúria é tão grande que até dá um violento pontapé a um cão de rua.

Agostinho fica danado com Carlota, porque ela defende José, dizendo que sente pena que Matilde o hostilize.

Gilda fica desolada quando Matilde lhe pede que deixe de ser amiga de José.

Diogo insiste com Catarina que não deixe Estêvão sair de casa, até que ele embarque com Maria para a Argentina. Estêvão, por pouco não houve a conversa.

José confessa a Diogo que Matilde é um obstáculo inesperado, mas garante, assustadoramente, que não vai permitir que ela lhe estrague os planos.

Maria chega a pensar não fazer a viagem para a Argentina, atendendo a que Matilde teve mais uma crise. No entanto, Gilda não permite que Maria se prenda com os problemas de Matilde e obriga-a a prometer que vai dançar a Buenos Aires.

Cármen regressa a casa satisfeita com o primeiro encontro com o homem casado que conheceu na barbearia. Aida reprova esta relação da irmã e irrita-a dizendo que ela não pode ser feliz assim.

Matilde e Gilda encontram-se ao pequeno-almoço em clima de tensão. A avó diz a Matilde que têm de conversar outra vez sobre a aversão que ela tem a José.

Anita quer desistir de participar no concurso de dança em Buenos Aires para ficar perto de Sofia, agora que a irmã corre risco de vida. No entanto, Sofia não permite, exigindo que Anita continue a perseguir o seu sonho na dança.

Alzira e Regina ficam sem empregada que lhes faça a limpeza. Júlio tem a ideia de contratar Sergei para o lugar, uma vez que ele está cada vez mais desanimado por não arranjar trabalho. Gilda concorda com a contratação e Sergei abraça-se a Regina e Júlio, radiante. Quando chega a hora de explicar ao russo o que tem de fazer, Alzira e Júlio têm mais uma briga.

Catarina obriga Estêvão a prometer que não sai de casa, dizendo que só assim levará Teresa à missa. Estêvão aceita a chantagem para não privar a mãe de uma das actividades que mais gosta. Entediado, o gestor da Forella não resiste ao impulso e liga a Eduarda, dizendo que ainda não pode ir trabalhar. Isto é apenas o pretexto para perguntar por Maria, que faz sinais a Eduarda para que não diga que ela está ali. Maria conta à amiga que o clima de tensão com Estêvão instalou-se, porque ele lhe declarou o seu amor, para ganhar pontos dentro da empresa. Maria garante que Estêvão é mentiroso e uma pessoa dissimulada, mas Eduarda diz que não acredita e acrescenta que a história de que Estêvão vive com Catarina está muito mal contada.

Cármen fica em pânico quando Ruben lhe inunda a barbearia de flores, revelando que deixou a mulher para ficar com ela. Cármen lê o cartão com grande nervosismo, perante a troça de Aida, que bem avisou a irmã para não se meter com um homem casado.

Alberto oferece a Sílvia uma flor que roubou na barbearia. Ela surpreende-o pedindo-lhe para conversar sobre eles.

[/tab]

[tab title=”Ep. 21″]

Sílvia aproxima-se de Alberto, dando a entender que quer namorar com ele, depois de se divorciar de Francisco. O pasteleiro não acredita que ela tenha deixado de gostar do marido, pois sempre tiveram um casamento alimentado pelos conflitos. Alzira interrompe a conversa aos gritos, depois de mais uma briga com Júlio.

São tantas as flores que Ruben enviou a Cármen, que ela e Aida perdem por momentos um cliente, que espera e desespera para cortar o cabelo. Cármen quer livrar-se do amante, desejando que ele volte para a mulher, mas ele desliga-lhe o telefone. Para se livrar das flores Cármen começa por oferecê-las na confeitaria, até porque Aida não para de espirrar. Faz olhinhos a Alberto, perante o olhar crítico de Sílvia. Outra mulher entra na Imperatriz para assediar o pasteleiro mas Alzira, atenta, afasta o filho da tentação. Leva a mulher para uma mesa e diz-lhe, com dramatismo, que o filho é virgem. A cliente fica desiludida, sob o olhar de Sílvia, que sorri aliviada. Só que a história espalha-se depressa e algumas mulheres, incrédulas, demandam a Imperatriz para confirmar se esse homem raro existe mesmo. Alzira e Sílvia fazem jogo, em cumplicidade.

Francisca e Madalena troçam de Matilde na escola e Vera Mónica anda à pancada para proteger a amiga. José observa a briga do lado de fora, enquanto Matilde chora. O vilão espera que os alunos regressem a casa e, fintando o segurança, combina com as duas crianças agressoras que continuem a importunar Matilde a troco de lhes oferecer presentes. As raparigas aceitam a proposta, ainda que estranhando a oferta. Matilde e Vera Mónica, por seu lado, combinam guardar segredo do incidente.

Em casa, Gilda confessa a Carlota que teme que Matilde e José nunca se entendam. A empregada esforça-se por contrariar esses pensamentos pessimistas.

O médico que acompanha Sofia deixa claro que ela terá sempre de fazer quimioterapia para atacar o cancro. Ela teme que os tratamentos prejudiquem a saúde do bebe. O médico acaba por reconhecer que o tratamento que Sofia vai fazer tem, como todos, os seus riscos. Ela quer então ouvir uma segunda opinião, dizendo-se disposta a dar a sua vida em troca pela do bebe, se conseguir aguentar sem tratamentos agressivos até ao fim da gravidez. Esbarra nas lágrimas de Manuel, que não está disposto a perdê-la.

Anita, mal controla a ansiedade pela falta de notícias sobre a saúde da irmã, mas esconde a sua angústia pois está ao pé de Regina e não quer preocupar a mãe.

Sergei fica perplexo ao perceber que Anita vai quatro semanas para Buenos Aires. Na Academia aparece Cármen que “despacha” as flores que Ruben lhe enviou. O ensaio da BiaMay começa e Maria e Anita são envolvidas pelos bailarinos e dançam também.

Ruben aparece na barbearia e, perante a recusa de Cármen em aceitá-lo divorciado, corre atrás dela para a beijar, espalhando a confusão na barbearia. Um cliente aproveita para apalpar o rabo de Aida e esta dá-lhe um estalo, refugiando-se depois na confeitaria, garantindo que não volta a trabalhar no Barbeiro de Sevilha. Cármen expulsa toda a gente da barbearia e arruma os cacos.

Regina tem dificuldade em explicar a Sergei como deve fazer as limpezas do prédio e da Academia. No meio da conversa, percebe que o russo está preocupado com a viagem de Anita para a Argentina. Ele diz-lhe que está apaixonado por Anita mas Regina não entende.

Diogo entrega os bilhetes para a viagem a Buenos Aires, mas nem Maria nem Anita, revelam grande entusiasmo.

Catarina espuma de raiva ao ouvir Estêvão falar cheio de paixão e Teresa sobre Maria, reforçando que está cheio de saudades dela. Catarina, perante a vontade que ele tem de voltar ao trabalho apressa-se a ligar a Diogo.

Cármen fica desesperada, pois Aida decide deixar a barbearia e ir para a terra, passar uma temporada junto do pai.

Matilde garante a Gilda que foge de casa se José lá voltar. A avó fica desconsolada com a determinação da neta. Agostinho também não gosta de pensar que José ali vai voltar.

Sofia promete a Manel que vai contar aos pais que está doente, logo que tenha todos os pormenores sobre o tratamento que vai fazer.

Teresa, no meio de um dos seus momentos de confusão diz a Estêvão que não gosta de Catarina, pois ela tem duas caras, é falsa. Estêvão desvaloriza, atribuindo o que a mãe diz ao Alzheimer.

Nesse instante, Maria surpreende Diogo e Catarina a falarem sobre ela e Estêvão, mas não entende o tema da conversa. Apenas estranha que Catarina ali esteja. Esta e Diogo ficam atrapalhados por serem apanhados juntos.

[/tab]

[tab title=”Ep. 22″]

Catarina engana Maria justificando que foi falar com Diogo para pagar as mensalidades da BiaMay. Maria estranha, pois não quer que ela pague, uma vez que a socorreu durante o assalto. Diogo apoia a história de Catarina e diz que se referia a Estêvão quando disse que o cão que ladra não morde, pois ele gritou com Catarina e insultou-a. Maria acredita e desvia as suas atenções para o concurso de dança que deseja ganhar, na Argentina.

Gilda está cada vez mais esgotada, pois Matilde continua sem aceitar a presença de José.

Javier cai dentro de casa e Lara vai em seu socorro, descobrindo finalmente a ferida infectada que o filho tem escondido. A muito custo, consegue arrastá-lo até à estrada, onde apanham boleia para o médico, na cidade.

José finge-se agradado com a visita surpresa que Eduarda lhe fez, mas pede com cinismo que ela o avise da próxima vez que decidir aparecer.

Matilde tem um pesadelo, mas decide não acordar Maria ou Gilda, pois o sonho mau tem a prima e a avó, bem como a José, como protagonistas. Só de manhã, Maria fica a saber da história. Quer desistir da viagem à Argentina para ficar com Matilde, mas esta nem quer ouvir falar disso.

Eduarda começa a falar da doença de Sofia e, por consequência, também do marido da amiga, Manuel. José, ao perceber que é o agente que investiga a morte de Joana, interessa-se pela conversa da namorada.

Francisco e Sílvia estão em dificuldade para explicarem a Vera Mónica que vão divorciar-se. A filha começa a desconfiar que algo de mau se vai passar.

Maria despede-se de Gilda e pede à avó que seja paciente com Matilde, pois ela precisa de muito amor.

Estêvão sai de casa entusiasmado por regressar ao trabalho, mas sobretudo a sonhar reencontrar-se com Maria. Desconhece que ela está de partida, com o noivo, para a Argentina. Já Catarina ri alto e bom som quando fica sozinha com Teresa. A mãe de Estêvão não percebe a gargalhada maldosa da sua enfermeira.

Cármen fica desesperada com a partida de Aida para junto do pai. Nem os apelos desesperados para que continue na barbearia demovem a irmã. Só que, quando nada o fazia prever, Aida fica caída de amores por um cliente que surge para cortar o cabelo, fazendo com que ela se apaixone e já não queira ir ter com o pai. No entanto, Victor, recentemente licenciado em direito, só quer saber de Cármen, apesar das irmãs não se aperceberem disso. Cármen é que percebe que Anita ficou apaixonada e mete-se com a irmã. Ambas ignoram, contudo, que Victor foi contratado por alguém para saber se as irmãs estão bem e se o negócio corre de feição.

Sergei beija Anita na boca, mas ela pensa que ele se está a despedir à maneira russa, por ela ir viajar. Não entende quando Sergei diz que a ama.

Maria procura o passaporte, sem se lembrar que o deixou na Forella, pois Eduarda também não a avisou. Diogo fica agastado com a noiva, por ter de passar na empresa antes de ir para o aeroporto, Entretanto, Estêvão descobre o passaporte de Maria no gabinete de Eduarda.

Estêvão conversa com Samuel e João Nuno e tem de disfarçar a sua desilusão, quando eles contam que Maria já deve estar a viajar para a Argentina.

Sofia decide tratar o cancro com quimioterapia, partilhando a sua escolha com Eduarda e Anita, que ficam tocadas pelas palavras que ouvem.

Júlio vai à confeitaria dizer a Alberto que vai continuar a arranjar-lhe a mota. Alzira fica admirada com tanta simpatia do vizinho. Entretanto, ao ouvir falar de motas, outra cliente interessa-se por Alberto, pois ela também é fã e ligada à grande concentração de Faro. Alzira dramatiza mais uma vez e insiste que o filho é virgem. Sílvia conte o riso, ao olhar a cara de espanto da rapariga.

Maria encontra Estêvão no gabinete de Eduarda. Ele tem o passaporte na mão, mas esconde-o, pois não quer que Maria viaje durante tanto tempo. Quando ela sai, desesperada, Estêvão tem um rebate de consciência e tenta alcançá-la, para devolver o documento. Só que ao ver o rival, Diogo arranca com o carro a toda a velocidade, sem que Maria se aperceba que Estêvão correu para lhe entregar o passaporte.

[/tab]

[/tabs]

Categorias
Resumos de Novelas

Comentários