Resumos de Novelas

“Sol de Inverno”: resumo de 2 a 8 de Dezembro

[tps_title]Ep. 75[/tps_title]

Sofia diz a Raul que ainda gosta de Manel mas que se lhe disser que tem uma relação com alguém talvez Manel a esqueça mais depressa.

Família Aragão vai até à feira Internacional do Cavalo Lusitano. Manel nas suas novas funções acompanha-os.

Laura e Sofia não resistem a trocarem provocações numa feira de cavalos e envolvem-se à pancada. Laura consegue colocar-se em cima de Sofia e começa a estrangulá-la

Rosa e Horácio falam com Ana sobre automutilação. Pedem para verem os braços dela e ficam em choque.

 

Sofia confessa a Raul que ainda ama Manel mas pede ao amigo que finja que é seu namorado para conseguir afastá-lo, pois já não tem idade para mais desilusões ou para sofrer por amor.

Beatriz regressa a casa bem disposta, depois de ter estado com Isabel e é recebida por Joana com sete pedras na mão, sem perceber a razão para o mau humor da filha.

Isabel aconselha Benedita a conformar-se com a morte de Eduardo, pois quanto mais depressa o fizer, menos sofrerá. A irmã faz exactamente o contrário e diz que muito provavelmente o corpo que foi encontrado não é o dele, acreditando que ele pode estar vivo. Nesse momento, a discussão é interrompida com uma mensagem de Tomás para Benedita, pedindo para conversar sobre o arrufo que tiveram ao almoço. Ela fica contrariada e murmura que ele deve querer discutir mais.

Margarida confere na biblioteca se a mãe está bem e Laura pergunta-lhe se ela está preparada para a prova. A filha reconhece que não pode treinar tanto quanto deveria, mas mesmo assim está pronta para o que der e vier. Laura mostra desejo de passarem um dia em família e retira qualquer pressão de vitória a Margarida.

Matilde e Salvador combinam os detalhes do casamento, tentando que as suas opções não provoquem mais confrontos entre Laura e Sofia.

Sofia agradece a Raul por estar a ajudá-la a afastar Manel e elogia o amigo moçambicano, dizendo que ele é uma excelente pessoa. Raul brinca e afirma que ainda fica convencido. Sofia convida-o para que a acompanhe a uma feira de cavalos, dizendo que Laura lá vai estar e que vai ter de levar a resposta, depois do que lhe disse à porta da livraria.

Manel vai tomar uma refeição ao bar da praia e confessa a Lúcia que precisa de uma vida nova, pois a sua está bastante degradada.

Vicente também aparece no bar e continua a insistir com Lúcia para voltarem a ficar juntos. A ex-mulher recusa e ele responde, sorrindo, que não lhe custa nada tentar.

Lurdes fica muito zangada com Jacinto porque o marido chega a casa embriagado, com maus modos e ainda por cima sem avisar que não ia jantar.

Fátima telefona a Carlos e faz-lhe um ultimato. Ou se despacha a arranjar-lhe um anel de noivado, ou ficará sem se “divertir” com ela. Do outro lado, o namorado assegura que está a tratar do assunto. Dulce está a ouvir a conversa e, quando o filho desliga, critica-o por ainda estar com aquela rapariga. Ele dá-lhe um beijo repenicado na bochecha e faz com que ela para de falar. Sandra entra nesse momento na cozinha e contraria Dulce que se preparava para fazer uma lista de supermercado quando a jovem cozinheira já a fez. A discussão sobe de tom porque Sandra já percebeu que Dulce a anda a sabotar, para fazer com que ela seja despedida. A governanta fica irritadíssima por ver descobertas as suas verdadeiras motivações. Carlos sai dali assim que pode, dizendo que se entendam. Sandra ameaça Dulce de se queixar aos patrões se ela continuar a prejudicá-la.

O ambiente no palacete é de cortar à faca e Concha, por mais que explique os aumentos, não consegue a compreensão dos hóspedes. Tomás, por exemplo, diz que se não conseguir pagar terá de mudar de sítio. Lúcia também se queixa a Lé que não vai conseguir pagar o seu alojamento e o dos filhos, se Concha não voltar atrás nos preços que está a praticar. Lé tenta sensibilizar a filha mas Concha não se demove e mantém a sua decisão.

Sofia conta a Beatriz que usou Raul para afastar Manel, fazendo-o acreditar que o amigo é o seu namorado. Beatriz comenta com a irmã que se calhar Raul até estará verdadeiramente interessado nela, pela forma como a olha. Sofia descarta qualquer possibilidade de que isso seja verdade, mas não deixa de ficar a pensar no assunto.

Manel chega abatido a casa de Laura e dá um abraço sentido a Teresa pela morte de Eduardo. Ela confessa que se sente esquisita ao tomar consciência de que não vai ver mais o irmão.

Laura fala na biblioteca ao telefone com o advogado, dizendo-se disposta a colaborar com a justiça e pagar o que for preciso para que se extinga o problema com o fisco o mais depressa possível. Teresa começa a introduzir Manel na gestão da herdade e convida-o para as acompanhar à feira do cavalo lusitano. O contabilista aceita uma vez que não tem qualquer compromisso para essa hora.

Margarida está quase pronta para entrar no picadeiro para entrar em prova, quando Luís volta a surgir para a provocar. Cinicamente deseja-lhe boa sorte e ela aproveita para lhe dizer que ele não conseguiu implicá-la, como queria, no roubo do Guerreiro e que ela reafirmou na polícia que foi ele e o seu cúmplice os autores do roubo. Depois de montar o cavalo Café, Margarida promete que ainda vai arranjar provas contra ele e que está convencida que foi ele quem atropelou Salvador. Luís fica furioso a vê-la afastar-se.

Apesar da pressão a que foi sujeita, Margarida realiza uma prova notável de dressage e merece os aplausos entusiásticos de Laura, Teresa e Manel.

Rosa e Horácio levam Ana a confessar que tem um problema psicológico grave, mostrando-lhes os braços com cortes que infligiu a si própria. Os pais dispõe-se a ajudá-la, mas estão destroçados com o que vêm e sobretudo com a obsessão que ela continua a demonstrar por afastar Vasco do pai.

Sofia procura Laura na feira mas desilude-se quando vê que ela está acompanhada por Manel. Raul ainda insiste para se irem embora mas ela recusa. Quando as duas se olham a tensão aumenta. Laura aproveita para picar Manel e diz que provavelmente ela esteve estes anos todos com o pretinho, referindo-se a Raul. Sofia insiste em ir ao encontro de Laura mas fica frustrada porque ela vira-lhe as costas e arrasta consigo Manel.

Mariano liberta Matilde para uma hora de almoço mais prolongada com Salvador. Quando ela pergunta pelos bolos que a tia lhe deixou, o livreiro confessa que os comeu todos. Matilde aconselha-o a não deixar que Beatriz saiba disso e ele confessa que ela é das poucas pessoas que o fazem ficar fora de si.

Fátima procura Carlos em casa da família Aragão mas esbarra em Sandra, ficando muito incomodada por encontrá-la. Dulce surge nesse momento e acaba por ficar com a noiva do filho a dizerem mal da jovem cozinheira. Quando se apercebe do facto, Dulce manda Fátima embora, uma vez que ela já sabe que ele não está.

Laura fica eufórica quando uma das suas éguas ganha um primeiro prémio na feira do cavalo lusitano.

Jacinto prepara-se para sair de casa e Lurdes avisa-o que não quer que se vá enfiar de novo no café com os amigos. O casal começa a discutir e Artur pede para que acabem com a briga. Depois de o marido sair, Lurdes explica que no dia anterior já chegou tocado a casa e que ela não gosta disso.

Isabel elogia a forma de escrever de Beatriz e incentiva-a a marcar encontro com o bloguer com quem tem trocado mensagens. Beatriz está longe de imaginar que se trata de Mariano, até agora o seu inimigo de estimação.

Sofia aproveita um momento em que Laura está sozinha para a ir provocar. No entanto, é Laura quem primeiro causa mossa ao dizer que soube por Matilde que ela ainda não arrancou com o negócio e já teve um revés. Sofia acusa o toque de saber que a sua filha troca confidencias com a sua inimiga. Apesar disso responde à altura e diz que ela também não ficou melhor, quando as autoridades descobriram que ela andava a fugir ao fisco. Laura ruboresce de raiva e dá um estalo a Sofia. As duas envolvem-se à pancada até que Laura fica por cima de Sofia e começa a estrangulá-la, ao mesmo tempo que murmura que ela nunca devia ter voltado. Sofia debate-se com falta de ar.

Categorias
Resumos de Novelas

Comentários