Resumos de Novelas

“Sol de Inverno”: resumo de 9 a 15 de Dezembro

[tps_title]Ep. 82[/tps_title]

Margarida começa a trabalhar na Beauty Boutique.

Benedita diz Sofia que Laura vai ter que vender parte da empresa.

Salvador fica em choque ao receber uma carta da sua mãe biológica que diz que sempre esteve perto dele.

Laura reconhece que vender a Boheme é a decisão mais difícil que teve de tomar na vida. Margarida está inconformada e acusa a mãe e a irmã de terem gerido mal os negócios. Laura recusa-se receber lições dela e prepara-se para ir até à empresa. Teresa diz que vai ficar a trabalhar em casa porque passou mal a noite.

Dulce volta a perguntar a Carlos pelo anel que ele levou para limpar. O filho continua a mentir dizendo que o trabalho ficou mal feito e teve de ser repetido. Dulce diz que já tem saudades de usar a jóia que o marido lhe ofereceu.

Quando encontra o telemóvel, Dulce vê que Isabel lhe ligou e faz a chamada de volta. A afilhada pede-lhe que passe por sua casa, pois precisa de lhe pedir uns conselhos.

Lídia critica Rita por esta ter atirado o bolo que fez á cara de Fábio. Ela fica irritada e responde à colega que da próxima vez poderá ser ela a vítima. Rita fica ciumenta quando Fábio pede a Célia para lhe rever uma matéria, dizendo que encaixa melhor o estudo quando o faz com ela. Célia fica toda derretida com o elogio de Fábio.

Lurdes conta a Artur que o pai chegou tardíssimo a casa e a tresandar a álcool. O filho diz que vai tentar falar com ele e na sequência da conversa com a mãe, conta-lhe que ele e Concha terminaram o namoro, argumentando que ficaram muito diferentes.

Concha procura conforto no ombro amigo de Matilde e chora por ter sido traída por Artur, dizendo que dificilmente lhe perdoará.

Andreia aproveita a ausência de Laura em casa e, de acordo com Teresa, para ir buscar alguns pertences que ainda lá deixou. Andreia conta que tenciona criar uma empresa de figuração televisiva com o dinheiro de herança que conta receber. Teresa confirma que Laura ficou furiosa com ela e com a imagem que ela passou de só estar interessada no dinheiro, Andreia só reafirma que quer apenas aquilo a que tem direito.

Margarida conta a Alice que foi admitida na empresa de produtos de beleza e que vai trabalhar com ela no mesmo espaço. Margarida está convicta que esta é a grande oportunidade para provar à mãe que está mais responsável e que pode voltar a confiar nela.

Simão vai agradecer à mãe por ter convidado Nuno para jantar e por o ter recebido bem. Laura reconhece que ainda não está habituada à situação mas que acima de tudo tem de respeitar as suas escolhas e a sua felicidade. O filho fala da venda da Boheme e Laura assume que é para si uma decisão muito difícil, até porque a sua experiencia com sócios não foi boa. Simão defende que é melhor vender parte da empresa do que ela e a irmã serem acusadas.

Benedita aproveita a presença de Simão para saber o que é que Laura tenciona fazer com a empresa e tentar perceber se os postos de trabalho estão em perigo. Simão não acredita que os trabalhadores sejam prejudicados.

Raul saúda que Sofia tenha aceite almoçar com ele. Nesse momento ela recebe uma mensagem de Benedita a informar que Laura é obrigada a vender parte da Boheme, a que ela se vai candidatar.

Sofia procura Matilde na livraria mas fala com ela com grande dificuldade pois a filha afirma que está muito desiludida com ela e com a guerra com Laura que nunca mais tem fim. Sofia afirma que ela é a pessoa mais importante da sua vida mas Matilde não dá grande margem para conversas.

Concha fica desiludida porque o orçamento das obras do palacete excede em muito o que ela pensava. O empreiteiro pede cem mil euros o que deixa Lé radiante. Concha percebe e discute coma a mãe, refugiando-se depois no seu quarto. Lé mostra esperança a Fátima de que a filha desista da ideia de remodelar o hotel.

Carlos dá conselhos a Fábio no bar da praia, tal como tinham combinado. Entretanto também aproveitam para verem as beldades que se passeiam por ali.

Tomás aproxima-se de Lúcia e não assume que namoro com Benedita acabou. No entanto, quando pergunta por Vicente, fica com a ideia de que ela lhe está a esconder alguma coisa.

Nuno vende um arranjo de flores a Vicente e depois deste sair, repara e comenta que a mãe também tem jeito para a coisa. Rosa confessa que está a gostar muito do seu primeiro dia de reformada. Nuno aproveita para falar da situação de Vasco que parece não estar nada bem desde que está a morar com Ana. Rosa sai mais uma vez em defesa da filha e afirma que ela deve ser apoiada e não censurada. Nuno conta à mãe que foi convidado a jantar em casa da mãe de Simão e que a casa parece um palácio.

Dulce censura Isabel por ela ter escrito uma carta a Salvador na qualidade de sua mãe. Benedita entra em casa e revela que a empresa está em polvorosa.

Matilde confere a correspondência e nota que existe uma carta estranha entre as outras. Joana telefona-lhe nesse instante, o que a deixa mais distraída.

Manel apresenta a Teresa as propostas que receberam para venderem as éguas e ela manda-o avançar. Manel conta que estão todos cada vez mais preocupados com Vasco por causa de Ana, que foi apanhada pelo filho a mutilar-se. Laura chega entretanto e tente desfrutar um pouco da companhia de Manel mas ele vai embora assim que pode. Ela não disfarça a sua frustração.

Lé consegue que Concha a deixe entrar no quarto e a filha acaba por contar que acabou tudo com Artur porque o namorado a traiu. Lé apoia a filha e a sua decisão, já que não lhe consegue perdoar.

Vicente oferece o ramo de flores a Lúcia que volta a ceder aos seus encantos.

Carlos tenta tirar o anel a Fátima mas ela não desvia o olhar da jóia, frustrando as suas intenções.

Laura desabafa com Teresa e lamenta tudo o que lhes tem acontecido, reconhecendo que a primeira coisa a fazer é mesmo pagarem a dívida que têm ao estado.

Salvador apanha o choque da sua vida quando Matilde lhe entrega a carta mistério que recebeu e ele percebe que se trata da sua mãe biológica que ainda por cima diz que sempre esteve perto dele.

Categorias
Resumos de Novelas

Comentários