Resumos de Novelas

“Sol de Inverno”: resumo de 16 a 22 de Dezembro

[tps_title]Ep. 87[/tps_title]

Laura e Teresa esperam pela chegada dos investidores angolanos que compraram a quota da empresa que elas decidiram vender, mas ficam em choque quando quem aparece é Sofia, dizendo que afinal vão ser sócias outra vez

Margarida fica muito nervosa com o vídeo que acabou de ver e com a ameaça que recebeu e busca ajuda em Inês, sem saber o que fazer. A sua preocupação é encontrar Rodrigo para perceber o que realmente se passou, pois não se lembra de nada. Inês garante que o amigo tem dinheiro e não precisa de entrar num esquema de chantagem. Para agravar as coisas, Margarida recebe uma chamada da mãe e só muito a custo a atende. Laura está possessa pelo facto de ela não ter dormido em casa e ela mente, dizendo que o concerto acabou muito tarde e que por isso dormiu em casa de Alice. Laura não fica completamente convencida, mas a filha jura que lhe mandou mensagem a avisar. Depois de desligar, deseja que a mãe tenha acreditado na sua história e anseia por descobrir quem está a chantageá-la, caso contrario terá de pagar o que lhe exigem.

Sofia olha os sapatos que desenhou e ofereceu a Matilde para o seu casamento e desabafa com o pai que só lhe apetece atirá-los à cabeça de Laura. Adelino volta à carga e pede-lhe que acabe de vez com a guerra com Laura. Sofia não verga e afirma que se não a atacar primeiro, será destruída e que a sua grande prioridade é reconquistar Matilde ou pelo menos afastá-la da influência da rival.

Beatriz conversa na livraria com Matilde e afirma que será estranho voltar à casa de Laura no seu casamento. A tia aproveita para lhe perguntar se Sofia vai e Matilde abana negativamente a cabeça e afirma que a sua decisão está tomada, embora faça muito gosto que ela, o avô e Joana assistam à boda. Beatriz fica comovida mas rapidamente perde a tristeza pois Mariano entra por essa na livraria e começa a implicar com ela, fazendo com que se vá embora. Simão está contagiado pelo entusiasmo que Nuno demonstra por ser o fornecedor das flores para o casamento de Salvador e Matilde. Laura deseja que as cores utilizadas não sejam exageradamente exuberantes e Simão mostra-lhe alguns desenhos que Nuno fez para lhes propor. Teresa elogia o trabalho mas Laura é menos expansiva, reconhecendo que os seus problemas imediatos passam por chegar a acordo com Andreia sobre a herança de Eduardo e a venda da Boheme aos angolanos, antes que eles desistam e retirem a proposta que lhe fizeram.

Já em casa, Margarida liga desesperadamente a Rodrigo mas ele continua sem atender. Ela fica angustiada e assume que nunca deveria ter dado ouvidos a Inês para ir à festa. A amiga indigna-se mas Margarida assume que a culpa é só sua porque foi fraca e começa a tentar descobrir como poderá pagar o que lhe exigem, já que ficou sem mesada e é impensável permitir que o vídeo da orgia chegue às mãos de Laura.

João Maria vai à livraria de Mariano para falar com Matilde e pede-lhe conselho sobre que livro deve levar. No entanto, o motivo que ali o leva é saber as preferências de Salvador, pois como seu padrinho de casamento quer dar-lhe um presente original. Matilde aproveita a presença do amigo, para o convidar para jantar com eles.

Laura exaspera com o atraso de Andreia mas a nora finalmente dá sinais de vida. Quando passa por Benedita faz questão de dizer que não é apenas a senhora Andreia mas também Teles Aragão. O olhar de ódio que trocam é por demais evidente. A secretária sai do gabinete e Andreia cumprimenta Teresa cordialmente e tenta fazer o mesmo com Laura, que não se mexe e faz questão de despachar a reunião. Teresa apresenta a Andreia a proposta que têm para ela, vincando que seria melhor para todos se ele aceitasse uma pensão mensal dentro do valor a que teria direito por herança e durante trinta anos. Andreia diz que até nem se importa de receber o que lhe estão a propor, mas deixa claro que não abdica dos dois por cento da Boheme que lhe cabem. Andreia recusa fechar as negociações e diz que antes de dar uma resposta pretende conversar com os seus advogados.

Assim que a nora sai do gabinete, Laura diz ao doutor Sampaio para ligar aos angolanos, pois quer fechar o negócio da venda de parte da Boheme, temendo que eles retirem a proposta. Teresa olha para a mãe com grande preocupação.

Horácio avisa Isabel que tem de dispensar Rita depois do almoço pois a patroa mandou-a chamar. As gaspeadeiras ficam curiosas e admiradas. Rita troça e responde que, se calhar, vais ser chefe delas outra vez. Lídia provoca-a e adivinha que ela deve ter sido chamada pelas figuras que tem andado a fazer. Rita olha para Lídia com ar de quem a quer matar.

Isabel repara que Célia está desconcentrada e adivinha que isso se deve ao beijo que Fábio lhe deu. Ele aparece nesse momento e oferece-lhe uma flor e convida-a para jantar, assim que receberem o ordenado. Célia não disfarça o seu contentamento, enquanto Rita se irrita com o que vê.

Lurdes arranja-se para ir à entrevista de emprego a fala com Jacinto, que nem se percebe que ela está a falar com ele. O marido começa a ficar impaciente e pede-lhe dinheiro para ir ao café. Ela responde-lhe que é melhor ficar em casa para não regressar outra vez bêbado a casa. A discussão é inevitável mas termina com a chegada de Artur, que leva mais um problema para resolver. Desta vez a família está a contas com o pagamento de dívidas do cartão de crédito, já ameaçados de penhora se não liquidarem as importâncias devidas. Jacinto comenta que por ele até podem levar o sofá ou a televisão e sai de casa irritado. Lurdes comenta com tristeza que o marido agora resolve os problemas, fugindo deles.

Nuno está a contar a Manel que tem notado Vasco muito fechado, quando Rosa chega à florista. Ela apressa-se a dizer ao ex-genro que se veio saber notícias do filho, ele está muito bem com a mãe. Manel fica irritado e dispara que o que ela diz não é verdade e vai-se embora furioso. Nuno sai em defesa de Manel e afirma que a irmã não está boa da cabeça. Rosa acusa-o de, tal como o pai, estar sempre contra a irmã.

Teresa recebe Rita no gabinete e avalia se ela tem condições de ocupar a vaga de ajudante de Dulce na cozinha lá de casa. Rita explica que só trabalhou na fábrica porque não conseguiu emprego como cozinheira, função que conhece bem, uma vez que os pais tiveram um restaurante. Teresa fica convencida com a argumentação e prepara-se para a contratar.

Ao mesmo tempo que Rita volta a enganar toda a gente, Isabel telefona a Dulce para lhe lembrar que a amiga vai ter com ela nesse dia para a entrevista de trabalho como cozinheira. A madrinha estranha e conta que já falou com ela no dia anterior. Assim que Isabel ouve Dulce falar em Rita, percebe que ela se substituiu a Lurdes e lhe roubou o lugar.

Dulce desliga o telefone e desabafa com Carlos por ter contratado a ajudante errada. Carlos fica interessado em saber se ela é nova ou velha e a mãe pergunta-lhe outra vez se já acabou com Fátima. Ele confessa que lhe está a gostar e Dulce garante que qualquer dia a vai procurar.

Fátima leva um lanche a Concha mas ela continua amuada e nem sequer lhe abre a porta do quarto.

Lúcia deixa Lé entristecida ao contar que já tem casa para morar, embora tenha pena de deixar o palacete. Lé vai colocar ervas no frigorífico e descobre duas caixas com comida estragada. Fátima avisa-a de que se trata da comida de Mariano e que ele não vai gostar que a deitem fora.

Lurdes fica destroçada quando Isabel lhe conta que Rita a ultrapassou e conseguiu o lugar na cozinha da família Aragão. Lurdes diz que só lamenta que a mesma pessoa se tenha atravessado por duas vezes à sua frente.

Laura mostra-se determinada em vender aos angolanos os quarenta e nove por cento da Boheme, mesmo apesar de Teresa lhe dizer que devia reconsiderar. Margarida interrompe a conversa e não se livra de levar um raspanete de Laura por não ter dormido em casa. O que lhe vale é que Teresa está ali ao pé e vai amenizando a conversa. Margarida tenta desesperadamente obter dinheiro e tenta que a mãe lho dê, com o pretexto de ir comprar um vestido para o casamento de Salvador. A mãe corta-lhe as vazas, dizendo que vai com ela escolher o vestido. Margarida está cada vez mais encurralada, sem saber como evitar que o vídeo com que a estão a chantagear chegue ao conhecimento de Laura.

Salvador, João Maria, Joana e Matilde jantam em casa dos noivos e os rapazes divertem-se a recordar os desportos que praticam.

Ana aparece tardiamente em casa dos pais e ainda sem ter dado o jantar a Vasco, que reclama com fome. Horácio entretém o neto enquanto Rosa prepara o jantar ao neto, ao mesmo tempo que dá uma forte reprimenda, lembrando-lhe que está a ter um comportamento negligente a tomar conta do filho.

Isabel conta a Benedita que já alugou uma casa e que agora já só precisa de levar os caixotes com as suas coisas. Sobre a empresa, duvida que tudo fique como está.

Laura está na biblioteca a ver fotografias antigas dos filhos e do marido quando este era vivo. Teresa entra e faz companhia à mãe, que lhe confidencia que o pai estava prestes a deixá-la para ir viver com outra pessoa, quando morreu. A empresária mostra-se ansiosa por conhecer os sócios que vai ter na Boheme.

Dias mais tarde, Sofia desperta muito bem disposta com o aroma de café fresco. Adelino comenta que se ela já tivesse feito as pazes com a filha, então o dia seria perfeito. Sofia concorda mas não alimenta o assunto, limitando-se a confessar que é um dia muito importante para si, mas sem desvendar o motivo.

Laura fica agastada quando Dulce lhe responde que Margarida saiu muito cedo e lhe disse que tinha assuntos da faculdade para tratar. Teresa alerta a mãe que não pode embirrar porque ela se levanta cedo e porque se levanta tarde. Laura argumenta que Margarida tem de ser controlada. Manel chega nesse momento, atempo de um café. Laura agradece que esteja com elas num dia difícil.

Margarida encontra Rodrigo na praia e fica desiludida porque ele nega que tenha participado no vídeo que fizeram dela e que nem sequer tem uma lista certa de convidados porque na festa estavam pessoas que ele nem sequer conhecia. Margarida tenta avaliar que garantia terá de que se pagar, não voltarão a chantageá-la. Rodrigo assume que não tem quaisquer garantias.

Benedita corre atrás de Sofia porque ela entra no gabinete de Laura sem se fazer anunciar. Todos ficam estupefactos com esta atitude, mas mais ainda quando ela anuncia que afinal parece que vão ser sócias outra vez. Perante o espanto de Laura e Teresa, Sofia conta que como nunca lhe venderiam a Boheme, recorreu a uma empresa que a comprou por ela. Sofia ironiza e diz que comprou por um preço baixíssimo.

[tps_title]Ep. 88[/tps_title]

Sofia faz uma espera a Matilde à porta da quinta onde a filha vai casar e implora-lhe que a deixe assistir à cerimónia. Matilde dispõe-se a satisfazer o desejo da mãe e concede que entrem juntas se ela prometer devolver a Boheme.

Laura reage ao anúncio de Sofia e afirma que ela ainda não ganhou, pois o facto de ter comprados quarenta e nova por cento da empresa, não lhe permite mandar nela. Sofia mantém o sorriso e garante que este foi apenas o primeiro passo para lhe tirar o resto da Boheme. Teresa tenta acabar com a conversa mas Sofia ainda não disse tudo e, voltando-se para Manel, lamenta que ele tenha escolhido o lado errado. Já de saída, despede-se dizendo que voltarão a ver-se nas reuniões da administração. Laura está devastada e dá indicações a Teresa para dispensar os serviços do escritório de advogados que a representou no negócio, frisando que nem pensem em receber os honorários, pois não conseguiram detectar o verdadeiro comprador da empresa.

Matilde lamenta não ter a disponibilidade que desejava para apoiar Concha. Mariano revela que no palacete já ninguém a suporta e muda de assunto e conta à amiga que vai seguir as suas sugestões para arranjar mais clientes para a livraria. Mariano confessa que está a apensar oferecer um livro a Fátima e Matilde confirma que ele ainda não desistiu de a conquistar.

Fátima esconde-se atrás de um cortinado do palacete quando Carlos chega à sua procura. No entanto ele percebe a sua presença e desmascara-a, questionando porque é que anda a fugir dele. Lé aconselha a empregada a contar a verdade e deixa-os sozinhos. Fátima perde a coragem e diz que é melhor adiarem o casamento porque ainda não se sente preparada. Quando Carlos lhe pergunta pelo anel de noivado, ela mente e responde que o tirou por estar a fazer limpezas. Ele controla a vontade de rir, feliz com o rumo dos acontecimentos, por ver que Fátima nem desconfia que foi ele próprio que lhe tirou o anel, para devolver à mãe.

Rita provoca as colegas da fábrica e diz que finalmente se vai livrar das suas caras horríveis. Isabel deita-lhe um olhar de ódio e conta a Célia que ela se fez passar por sua amiga e ficou com o emprego de cozinheira que estava destinado a Lurdes.

Lurdes, Jacinto e Artur são surpreendidos pela chegada de uma advogada e por um agente de execuções que vão penhorar os bens da casa para liquidação de uma dívida que a família tem ao banco. Jacinto não esboça reação e Lurdes chora, incrédula com o que está a acontecer. Artur fica desiludido, pois a duas semanas de terminar o curso fica sem o computador.

Matilde tenta animar Concha dizendo qua a quer em forma para o seu casamento. A amiga confessa que tem a vida virada do avesso.

Sofia não esconde a Raul a sua euforia por ter desferido mais um golpe em Laura, ao comprar parte da Boheme. O amigo lembra-lhe que isso não vai facilitar a reaproximação a Matilde mas Sofia decide pedir a ajuda de Salvador para reaver a filha. Assim, faz um telefonema e pede-lhe que passe pelo atelier, dizendo que precisa de lhe falar, a pretexto do casamento.

Teresa acaba de confirmar junto do advogado que é impossível reverter a venda a Sofia da quota da Boheme. Manel lembra que se Andreia vender os seus dois por cento, não correrão o risco de perderem o controlo da empresa. Laura teme que Sofia já tenha abordado Andreia nesse sentido e pede a Teresa que fale com Andreia para garantir que ela não vende a sua parte à rival. Simão não quer acreditar que a cunhada seja capaz de os prejudicar dessa maneira, mas Laura assegura que ela é capaz de tudo. Simão e Teresa saem para almoçar e Manel abraça Laura com carinho. Ela não resiste a perguntar se ele sabia que Sofia a ia atacar. Manel jura que desconhecia as suas intenções.

Sofia pede a Salvador que a ajude a recuperar Matilde, explicando-lhe que nunca teve a intenção de os prejudicar na luta que tem travado com Laura. Salvador diz com sinceridade que não ficou contente com o que ela fez á mãe, mas Sofia garante que a sua guerra com Laura é um assunto à parte. Salvador fica indeciso, sem saber se ajuda Sofia.

Laura desabafa para Teresa que, se por acaso, Sofia comprar a parte de Andreia na empresa, mais valerá venderem-lhe o resto, pois será impossível trabalhar com ela. Teresa telefona a Andreia mas a cunhada faz-se difícil e diz que só conversará com ela sobre a sua percentagem quando regressar de férias. Laura percebe o rumo da conversa e leva a mão à cabeça.

Andreia está acompanhada por Luís que estranha o facto de ela ter disponibilidade financeira para ir de férias. Andreia confessa que logo que soube que Eduardo morreu, esvaziou todas as contas bancárias, afirmando que parece burra mas não é. Luís afirma ter percebido agora porque é que se dão tão bem.

Margarida conta aliviada a Inês que já pagou o que lhe pediram para não divulgarem o vídeo da sua orgia em casa de Rodrigo e que recebeu uma mensagem a dizer que o dinheiro foi recebido.

Nuno fica contente com a visita de Simão mas este vem preocupado com o que se passa na empresa. Nuno acredita que Laura vai conseguir resolver os problemas e conta ao namorado que tem estado a fazer os arranjos para o casamento de Salvador e Matilde, frisando que há muito não tinha uma encomenda tão grande. Nuno conta ainda a Simão que os técnicos sociais marcaram uma visita a casa deles para verificarem se existem condições para a adopção de uma criança. O telemóvel de Nuno começa a tocar e ele fica contrariado por ser outra chamada da mãe. Apesar disso atende e Rosa desabafa que está farta de não fazer nada e que se soubesse que ia ser assim não se tinha reformado. Até porque Ana não a deixa ir buscar Vasco à escola. Nuno promete levá-la a dar uma volta quando acabar o trabalho. Rosa desliga e olha ao redor da sala, descontente por não ter com que se ocupar.

Rita confessa a Dulce a surpresa por tê-la chamado mas a governanta vai direta ao assunto e mostra desagrado por ela a ter enganado, dizendo que é muito amiga de Isabel. Rita tenta puxar as lágrimas e afirma que as colegas é que não gostavam dela, a tal ponto que lhe roubaram a roupa e todos os seus pertences, deixando-as trancada na fábrica. Dulce desvaloriza o incidente, achando que se tratou de uma brincadeira e garante-lhe que vai andar atenta a tudo o que ela fizer. Rita jura que vai fazer tudo como ela quiser.

Fábio e Célia encontram-se no bar da praia ele tenta pedir-lhe namoro mas não consegue escolher as palavras certas. Célia dá-lhe uma ajuda e dispara que aceita. O rapaz agradece a ajuda e vai beijá-la. Nesse instante, Fátima aparece de mão dada com Carlos e fica agradavelmente surpreendida com o que vê. O casal aproxima-se e Fátima deixa Célia envergonhada ao dizer que é melhor deixar os pombinhos a sós para ver se ela consegue finalmente andar na roda gigante.

Isabel arruma os sacos que faltavam e despede-se de Benedita. Embora sem coragem para admitirem, as irmãs sentem alguma nostalgia por estarem a separar-se.

Salvador regressa a casa e encontra Matilde muito bem-disposta. Algo comprometido, conta-lhe que Sofia o procurou pedindo ajuda para se reaproximar dela e obter o seu perdão. Matilde reage com indignação mas depois fica dividida quando Salvador diz que a mãe gosta muito dela e está devastada com este afastamento. O noivo pergunta se ela está mesmo certa de não a querer a mãe no casamento. Matilde vacila mas, nesse momento, Laura bate-lhes à porta e conta que quem comprou quota da Boheme não foram angolanos, mas sim Sofia, que os utilizou como fachada. Matilde fica chocada e jura que não sabia de nada. Salvador também fica apreensivo, pois a mãe afirma que a empresa nunca correu tantos riscos de fechar como agora, adivinhando que seja essa a intenção de Sofia, para impor no mercado a sua própria marca.

No dia do seu casamento, Matilde está a arranjar-se na companhia de Joana e Concha, quando recebe uma mensagem de Sofia, a dizer que gostaria muito de estar a seu lado nesse momento. Matilde diz às suas madrinhas que nem lhe vai responder, mas assume a intenção de ter uma conversa séria com a mãe.

Sofia não esconde a tristeza que sente ao ver Adelino e Beatriz vestidos com elegância, de saída para o casamento de Matilde. A irmã reconhece o desconforto por deixá-la sozinha em casa e o pai pergunta se ela já falou com a filha. Sofia conta que tentou por mensagem mas não obteve resposta, assumindo que tem vontade de aparecer se surpresa no casamento. Adelino fica enervado e pede-lhe que não o faça. Sofia acaba por dizer para não se preocuparem, garantindo que não vai tomar qualquer atitude.

Laura confere com Dulce se está tudo a postos para o casamento do filho. Salvador aparece a conversar com João Maria e a governanta comove-se ao vê-lo tão elegante. Laura deseja que ele e Matilde sejam ainda mais felizes.

Célia toma o pequeno-almoço com Isabel no bar da praia e fala-lhe do vestido que Concha vai levar ao casamento de Salvador e Matilde. Isabel fica à beira das lágrimas ao mesmo tempo que confessa que gostava de lá estar. Célia estranha aquela reação mas Isabel disfarça e diz que está com uma alergia.

Carlos começa a ficar nervoso enquanto espera com Lé e Mariano que Fátima se despache para o casamento. Quando ela aparece ficam todos estasiados por causa da roupa espampanante que ela escolheu para a boda.

Sofia tenta entrar no casamento de Matilde e Salvador, dizendo que é a mãe da noiva, mas é barrada por uma hospedeira que está informada de que ela não foi convidada.

Fátima causa sensação quando entra na quinta para o casamento e fica deslumbrada com a decoração do espaço para a boda. Carlos tem de a travar, porque Concha lhe atira um olhar fulminante, agastada pelo barulho que ela está a fazer.

Salvador confessa que está a começar a ficar nervoso mas Joana tranquiliza-o dizendo que Matilde está mesmo a chegar.

Sofia espera que o carro de Matilde se aproxime e aborda a filha que está no banco traseiro a compor o vestido de noiva. Matilde lembra-lhe que tinha deixado claro que não a queria no seu casamento mas a mãe afirma que tinha de a ver, implorando para que a deixe estar presente. Matilde olha Sofia nos olhos e dispara que se ela devolver a Boheme entrarão as duas juntas para o casamento. Sofia fica a digerir as palavras da filha.

[tps_title]Ep. 89[/tps_title]

Sofia, mais agressiva que nunca, contacta Andreia e propõe-lhe a compra da sua posição na Boheme, de forma a ficar com a maioria na empresa e poder dessa forma derrotar Laura

Sofia diz a Matilde que não pode impor como condição para assistir ao seu casamento, devolver a Boheme a Laura. A filha responde que se gosta tanto dela não deverá ser difícil fazer-lhe a vontade. Sofia faz-lhe notar que com aquela atitude, também ela está a fazer uma escolha. Alertada pela hospedeira que está á porta da quinta, Laura aparece e ameaça chamar os seguranças se Sofia não for embora. Ela bate a porta do carro onde está Matilde e deseja que sejam felizes antes de se afastar. Matilde deixa escapar uma lágrima que limpa com o lenço que Laura lhe entrega.

Junto ao altar, Salvador começa a ficar impaciente com o atraso de Matilde e João Maria lembra-lhe que faz parte da tradição.

Dulce avista Fátima e tenta acenar-lhe. Carlos segura o braço da mãe, para que namorada não veja o anel que já foi seu. Dulce resmunga com o filho sem perceber o que ele está a fazer e fica agastada pelo facto de ele ter levado Fátima ao casamento.

Matilde é conduzida ao altar po Adelino. Concha e Lé concordam que a noiva parece uma princesa. Adelino entrega a neta a Salvador e pede-lhe que cuide bem da sua menina. Depois vai sentar-se ao lado de Beatriz. Esta lamenta que Sofia não esteja ali com eles. O padre dá início à cerimónia.

Isabel vai a casa de Benedita buscar uma fotografias de que se tinha esquecido e descai-se ao desabafar com a irmã que gostava de ter ido ao casamento. Benedita estranha o seu interesse mas Isabel disfarça. A irmã diz que deviam ter adiado a boda, dado que a morte de Eduardo é ainda muito recente. Isabel pergunta se Sofia já começou a trabalhar na Boheme e Benedita conta que estão à espera da primeira reunião da nova administração. Isabel adivinha que a convivencia entre Laura e Sofia será explosiva.

Raul visita Sofia e encontra a amiga mergulhada numa grande tristeza. Ela conta que foi falar com Matilde à quinta porque tinha de ver a filha vestida de noiva, lamentando que seja Laura a estar a seu lado num dos momentos mais importantes da sua vida. Sofia está devastada e sente que foi derrotada pela rival.

Salvador e Matilde trocam os votos nupciais. Adelino e Beatriz comovem-se e Fátima está lavada em lagrimas no final da cerimónia. Os noivos são cumprimentados pela família e pelos convidados.

Rita finge-se simpática e leva um copo de água com açucar a Fátima para ela se acalmar. No entanto, Fátima olha-a de alto a baixo e ameaça dar-lhe uma tareia se ela olhar mais de dois segundos para Carlos, gerando uma discussão com a nova cozinheira da família Aragão. O motorista pede desculpa a Rita pelo comportanmento da namorada e estranha o seu nervosismo. Fátima não aguenta mais e confessa que perdeu o anel de noivado. Carlos finge-se indignado mas tem de mudar de estratégia com a chegada de Dulce, tentando que Fátima não veja o anel na mão dela. Fátima tenta elogiar Dulce, dizendo que ninguém lhe dá mais de setenta anos. A governanta fica incomodada e vinca que ainda lhe faltam dois anos para atingir essa idade. Carlos usa um arame que descobre no chão e faz um anel que coloca no dedo de Fátima, dizendo que estão noivos outra vez. Ela salta-lhe para o colo e beija-o com entusiasmo.

Fábio namora com Célia no palacete e quer avançar mais, para além da troca de beijos. Ela mostra-se timida e confessa recear que alguém apareça e os veja. No entanto, o desejo fala mais alto e os dois acabam por se entregar no sofá.

Tomás comenta com Lúcia que Fabio e Célia devem formar o casal mais estranho que já viu e muda de assunto mostrando desejo de ir correr mundo, pois está desiludido com a vida quem tem. Lúcia fica perturbada com a ideia de que ele realmente deixe tudo para trás e oferece-lhe emprego no bar da praia, pois marina já lhe comunicou que se vai embora. Tomás fica radiante e faz-lhe uma festa na cara. Lúcia fica atrapalhada, mas acaba por gostar daquela demosntração de afecto.

Rosa desafia Horácio para darem um passeio com Ana mas ele prefere ficar a descansar. Rosa menciona que a filha se tem esforçado muito para cuidar de vasco mas Horácio argumenta em sentido contrário e mostra-se indignado porque Ana nem sequer compra comida para casa e tão pouco foi com o filho comprar roupa para o casamento de matilde e Salvador, obrigando Manel a tratar de tudo à última hora. Rosa persiste em desculpar a filha e, quando a campainha da porta soa, pede ao marido para mudar de conversa, pois deve ser Ana que está a chegar e não quer que ela fique melindrada.

Manel conversa com Nuno e confessa-lhe que enquanto Vasco estiver à guarda de Ana, não ficará descansado. O ex-cunhado dá-lhe razão, concordando que a irmã não está bem.

Joana faz cerco a João Maria e diz que ainda o vai arrancar para dançar. Salvador procura por Matilsde e Joana conta-lhe que ela foi retocar a maquilhagem. Quando entra no quarto, Teresa e Margarida deixam-no a sós com a mulher e matilde desata a chorar nos braços de Salvador, contando-lhe que a mãe tentou entrar na quinta para assistir ao casamento e que devia ter encontrado coragem para a perdoar, sentindo-se desgostosa com o facto de a mãe não ter estado ao seu lado. Salvador também confessa que se sentiu estranho, lembrando-se vezes sem conta de que os seus pais biológicos podem estar entre os convidados, sem que ele os conheça, para além da falta que lhe fez o irmão Eduardo. Apesar de todas as contrariedades, Salvador recusa que elas possam estragar o seu dia e beija Matilde, ambos muito apaixonados.

Andreia vai ao salão de beleza e exibe um bronzeado que Alice não deixa passar em claro. Estranhando não ver Margarida por ali, Alice lembra que está no casamento de Salvador e Andreia deseja que aproveitem bem a felicidade enquanto dura, confidenciando que quando casou com Eduardo, ainda mal tinham saído da igreja e já estavam a discutir.

Matilde atira o seu bouquet de noiva para as convidadas solteiras, e Joana e Fátima agarram-no ao mesmo tempo, prestes a iniciarem uma batalha. Nesse instante, Dulce percebe o perigo do escandalo e avança para tirar o bouquet das mãos de Fátima. Ela acaba por larga-lo, ao ver que Dulce tem no dedo o suposto anel de noivado que Carlos lhe tinha dado. Enquanto Matilde felicita Joana, dizendo com satisfação à prima que ela será a próxima a casar, Fátima diz a Dulce que o anel que ela tem é seu. A governanta esclarece que aquela peça lhe foi oferecida pelo marido e Fátima percebe que foi enganada pelo namorado. Carlos fica aflito com o desenrolar dos acontecimentos e vai atrás dela até ao palacete. Fátima recusa as suas desculpas, chama-lhe manhoso e acaba tudo com ele. Carlos ainda tenta argumentar a seu favor mas Mariano expulsa-o do hotel. Concha recolhe-se no quarto porque não está com paciência para gritarias, enquanto Lé vai fazer um chá para acalmar Fátima. Esta chora nos braços de Mariano que a acarinha com pena que ela esteja a sofrer assim.

Lúcia ensina Tomás como fazer as coisas no bar e ele começa a atender os primeiros clientes. Numa das mesas estão Andreia e Luís. Ela conta-lhe como foi maravilhosa a sua viagem ao Brasil e assume que por hora tem de permanecer em Lisboa, atenta ao que se irá passar com a Boheme e em garantir a herança por morte do marido. Luís, por seu lado, nega que algo digno de nota se tenha passado na sua ausência.

Margarida continua a ser chantageada e recebe mais uma chamada em que lhe pedem dez mil euros para não divulgarem o vídeo em que aparece na cama com três rapazes. Assim que ela assume que já não tem mais dinheiro o telefone é desligado. Margarida fica à beira das lágrimas mas tem de disfarçar, pois Teresa vai chamá-la para se despedir de Salvador e Matilde.

Os noivos agradecem a Laura e Dulce a festa perfeita que tiveram e Joana entra em casa, vinda do jardim com João Maria, dizendo que ele não está em condições de conduzir. Salvador decide que o amigo ficará a dormir essa noite no quarto de hóspedes. O padrinho nem reclama e segue Dulce que lhe vai indicar o quarto onde vai ficar. Salvador e Matilde despedem-se da família e Joana lembra que os levará no dia seguinte ao aeroporto, para seguirem para a lua-de-mel.

Depois de todos os convidados terem partido, Laura confidencia a Teresa que a principal prioridade que têm é a de falar com Andreia, pois constitui a sua principal ameaça.

Beatriz e Adelino regressam a casa e encontram Sofia bastante triste por ter perdido o casamento da filha. A empresária assume que fez uma escolha, mas que Matilde também escolheu Laura para ficar a seu lado. Logo, se a filha ficar no fogo cruzado entre ela e a rival, não se preocupará com isso. Sofia diz que se vai deitar e quando fica a sós com o pai, Beatriz assume que compreende perfeitamente a revolta da irmã.

Joana vai buscar Matilde e Salvador para os levar ao aeroporto. Os três confessam que estão ainda sob o efeito do champanhe que beberam durante a festa de casamento.

Andreia afronta Laura e diz-lhe olhos nos olhos que não vende a sua parte na Boheme, pois percebe que a empresa tem um valor comercial que lhe dá poder de decisão e lucros de que não quer abdicar. Laura tenta intimidá-la, ameaçando que não lhe perdoará se ela vender a sua quota a Sofia. A nora reafirma que não mais se deixará espezinhar e antes de sair diz a Laura que vai começar a trabalhar no dia seguinte e que, por isso, quer o gabinete limpo. Laura fica furiosa e quase dá um murro na mesa para exteriorizar a sua raiva. Teresa prepara-se para sair e encontra Margarida que lhe causa estranheza por querer ir primeiro ver os cavalos do que tomar o pequeno-almoço. No entanto, a conversa é quebrada pelo aparecimento de João Maria que não esconde a ressaca com que despertou.

Dulce mostra-se feliz pelo facto de Carlos ter terminado o namoro com Fátima mas fica agastada ao perceber que o filho ainda não deu a namorada por perdida. Dulce vai reagir mas é interrompida pala chamada de Isabel que se quer encontrar com ela para que lhe conte o casamento do filho Salvador, pitada por pitada.

Nuno está a conversar com Rosa sobre o comportamento de Ana e a mãe continua a ter uma atitude protectora e justificativa das atitudes da filha para com Vasco. No entanto, a sua “estratégia “ é imediatamente desmontada quando Manel entra na florista e informa com agrado que a ex-mulher faltou à reunião de pais que devia ter comparecido na escola do filho. Nuno fica incomodado e Rosa sem argumentos.

Andreia entra no atelier de Sofia espantada com a grandeza do espaço que ela ocupa. Sofia vai direita ao assunto e propõe a Andreia que lhe venda os seus dois por cento da Boheme. A viúva de Eduardo tenta resistir mas é encostada às cordas quando Sofia decreta que ela só tem como opção ceder a sua posição ou afundar-se com Laura.

[tps_title]Ep. 90[/tps_title]

Andreia recusa vender os seus dois por cento da Boheme a Sofia e esclarece que tomou a mesma decisão quando Laura lhe fez igual proposta. Sofia mantém-se firme e contra-ataca, dizendo que lhe dará dinheiro cada vez que ela votar ao seu lado nas reuniões da administração. Andreia considera a proposta pouco habitual mas aceita colaborar com Sofia.

Laura confessa o seu desagrado a Teresa pelo facto de Andreia estar a fazer-lhe frente na empresa. A filha lembra-lhe que o facto de a ter posto fora de casa não ajuda a que ela agora fique do seu lado. Laura está tão irritada que diz que gostava de ver Andreia a vender hortaliças no mercado com a mãezinha.

Benedita vê as fotografias do casamento de Salvador e Matilde que Simão lhe mostra no telemóvel e comenta que não deixou de ser estranho que tenha havido uma festa, apesar de Eduardo ter morrido. Simão confessa que todos sentiram a falta do irmão. A amiga muda de assunto e diz que está a torcer por ele e pelo companheiro no processo de adopção, mostrando desejo de conhecer Nuno. Benedita continua a ver as fotografias do casamento e fica espantada ao ver Fátima ao lado de Carlos. Simão conta que eles são namorados mas que acabaram por se zangar.

Fátima está inconsolável por ter sido enganada por Carlos e quando ele lhe liga atira o telemóvel para dentro do lava-louça que está cheio de água. Lé tenta “salvar” o telefone e a empregada jura que se Carlos lhe aparecer à frente o esgadanha todo.

Beatriz entra na livraria e, aproveitando a ausência de mariano que está no escritório, espalha alguns saquinhos com cheiro de alfazema. Quando ele dá pela sua presença diz logo que como Matilde não está, escusa de aparecer por ali. Beatriz inventa que não consegue falar com a sobrinha para se justificar. Mariano começa a espirrar e Beatriz sai da livraria com um sorriso malandro.

Margarida conta a Inês que continua a ser chantageada e que agora lhe estão a pedir dez mil euros. A amiga aconselha-a a falar com a mãe, mas ela responde quase em pânico que isso está fora de questão.

Salvador e Matilde chegam ao hotel em Cabo Verde felizes e dispostos a desfrutaram da lua-de-mel. Ela mal acredita na felicidade que está a viver e o marido afirma que os problemas ficaram em Lisboa e que agora estão a iniciar uma nova etapa nas suas vidas.

Laura estranha que Benedita tenha conseguido um empréstimo para comprar a parte da casa que pertencia á irmã e desconfia de que possa ter sido a secretária a passar as informações confidenciais da empresa a Sofia. Teresa não acredita que Benedita seja uma traidora mas, mesmo assim, Laura diz que vai dar informações falsas A secretária e ao departamento de informática para perceber quem a traiu.

Benedita passa mais informações sobre a Boheme a Sofia e esta fica agradada por ficar a conhecer os planos de Laura para a empresa. A secretária pergunta se ela já falou com Andreia mas Sofia responde-lhe que não deve envolver-se mais do que já está e corta a conversa.

Teresa comenta com Simão o carinho que Nuno tem para com Vasco e Simão diz que o companheiro sempre foi muito protetor do sobrinho, pois Ana esteve muitos anos fora. Teresa acha que ele dará um ótimo pai e o irmão acrescente que ele está prestes a cumprir a segunda etapa da formação de adoção. Teresa recebe um email de Manel e Simão comenta que ele passou muito tempo à conversa com a mãe durante o casamento, achando que existe entre eles algo mais do que uma simples reaproximação. Simão recebe uma chamada de Margarida que pede para se encontrar com ele. Está muito preocupada, mas tenta não demonstrar. O irmão estranha que ela lhe peça segredo sobre o assunto.

Andreia toma um café com Luís e afirma em tom jocoso que vai usar os sapatos com maiores saltos para pisar Laura na reunião da administração da Boheme. Ele acha que a matriarca Aragão não vai deixar-se pisar mas Andreia está muito confiante de que ela não tem forma de a combater.

Vicente tenta beijar Lúcia quando chega ao bar mas ela esquiva-se, lembrando-lhe onde está. Vicente fica desagradado quando ela revela que contratou Tomás para substituir Marina.

Concha conversa com Lé e não controla a mágoa, dizendo que tem de ligar a Artur para que lhe pague o dinheiro que lhe emprestou para pagar o curso. A mãe, sempre tolerante, aconselha-a a não agir assim e a dar tempo ao ex-namorado para terminar o curso e arranjar emprego, pois assim pagará o que lhe deve sem constrangimentos. Tomás diz a Lé que só pode pagar o que lhe deve dentro de dois meses mas Cocha intromete-se e responde pela mãe que não pode abrir exceções. Tomás não contesta e diz que vai fazer a mala para ir dormir no barracão da praia. Lé fica incomodada e censura a atitude da filha, que argumenta com o pedido de subsídio que fizeram para tornar o palacete numa unidade de turismo de habitação.

Célia vai oferecer apoio a Fátima mas acaba por receber conselhos úteis para agradar a Fábio. Célia agradece as dicas da amiga e Fátima ri das suas próprias piadas, assumindo que tem de se ocupar com alguma coisa para não amassar Carlos como ele merecia.

Carlos disfarça perante Fábio que está devastado pela discussão que teve com Fátima. A sua tristeza aumenta quando ouve o amigo a desfazer-se em elogios a Célia.

Isabel toma um café com Dulce e vê as fotografias que a madrinha tem do casamento de Salvador. Isabel entristece por não ter estado num dos momentos mais importantes da vida do filho mas a madrinha esforça-se por fazê-la acreditar que ela tomou a atitude certa quando abdicou do filho para uma família que lhe deu tudo.

Horácio e Rosa encostam Ana à parede e fazem-lhe um ultimato. Ou vai viver com eles para que a ajudem a tomar conta de Vasco, ou o pai vai falar com o juiz para dizer que ela não está em condições para tomar conta do filho. Ana fica em choque porque já nem a mãe a defende.

Lurdes e Artur entram em casa com os sacos de comida que receberam da misericórdia e encontram Jacinto a dormir, com uma garrafa de vinho do Porto aberta. Está tão embriagado que não consegue acordar. Lurdes fica em pânico e chora, enquanto o filho agarra no telefone para chamar uma ambulância.

Joana chega a casa vinda do trabalho e surpreende Beatriz e Adelino com o seu mau humor. Para se justificar, reconhece que a única coisa que tem de positivo na vida é o emprego que Sofia lhe arranjou. Presente no seu pensamento está o facto de Matilde estar a divertir-se em grande na lua-de-mel com Salvador e ela na sua vidinha triste. Depois de a neta ir para o quarto, Adelino confia a Beatriz o que acha do problema, afirmando que Joana está a ver Matilde a resolver a vida e ela encalhada. Beatriz acha que encalhada está ela com a idade que tem e não a filha.

Raul vai buscar Sofia para jantar e ela conta que decidiu batizar a sua marca de sapatos com o nome de Mood, que significa estado de espírito. Raul avalia a parceria que Sofia está a estabelecer com Andreia e afirma que ela não é de confiança e que penderá para quem lhe der mais rendimento. Sofia não acredita que Andreia se alie a Laura porque a odeia mas diz que vai estar atenta.

Laura surpreende Manel e aparece em sua casa dizendo que encomendou o jantar. No fundo, o que vai fazer é pedir-lhe que esteja a seu lado na reunião da administração da Boheme com Sofia e Andreia, Laura afirma que não teme Sofia, mas reconhece que pode ter subestimado Andreia. Manel recusa acompanhá-la, pois não se sente à-vontade.

Teresa tenta convencer Andreia a vender a sua parte na Boheme, mas ela recusa e mente, quando diz que Laura pode estar descansada, pois não irá apoiar Sofia contra ela. Andreia afirma que vai mesmo avançar com a sua empresa de figuração e Teresa deseja-lhe sorte. A despedida das cunhadas é emotiva, prometendo ambas que vão continuar amigas.

Margarida conta a Simão que está a ser chantageada mas o seu desespero aumenta quando o irmão reconhece a sua impotência para a ajudar. Nesse momento recebe uma chamada e percebe logo que quem está a ligar é o chantagista. Margarida fica muito nervosa e jura que vai pagar o que lhe pedem. Do outro lado da linha está Luís que disfarça a voz e ameaça divulgar o vídeo que tem na sua posse. Ao seu lado, revela-se a cúmplice na tramoia que é nem mais nem menos do que Inês.

 

Categorias
Resumos de Novelas

Comentários