Resumos de Novelas

“Belmonte”: resumo de 20 a 24 de Janeiro

[tps_title]Ep. 87[/tps_title]

Joana confronta Hugo e apesar deste tentar mudar de conversa, a namorada vai direta ao assunto e pergunta-lhe se ele se anda a fazer passar por Anjo Negro. Hugo fica nervoso.

Depois de terminar o interrogatório ao Padre Artur e deste sair do café, as perguntas dirigem-se a Beatriz. A dona do café não lhe sabe dizer muito sobre o Anjo Negro mas fala-lhe da vida passada e pessoal do Padre, algo que parece interessar ao inspetor.

Hugo desenvencilha-se da conversa de Joana dizendo que nunca na vida poderia ser ele o Anjo Negro, dado que a sua vida é toda vivida dentro dos limites de segurança. Joana mostra-lhe a arma da sargento, Hugo fica furioso com a namorada por esta ter remexido nos seus pertences. Joana enfrenta Hugo com perguntas, no entanto, ele também a enfrenta com a pergunta sobre a Anjo Branca o que a deixa completamente sem resposta. Ambos cedem em contar a verdade um ao outro.

O inspetor Oliveira fica frustrado quando percebe que não há nenhum crime cometido por Artur, mas fica satisfeito por saber da sua amizade próxima com João Belmonte bem como pelo facto de a sargento Susana andar a investigar o Anjo Negro. Beatriz tenta saber algumas informações mas o inspetor da PJ não adianta muito e sai do café sem mais conversas.

Alistair diz a Miguel que precisam de um novo entreposto para manter as mulheres enquanto não são distribuídas. Miguel admite que pensava que a partir do momento em que assumisse a pedreira apenas se dedicaria aos assuntos lícitos do negócio mas o inglês não lhe deixa margem para escape. Joana acaba por confessar a Hugo que o Padre Artur é mesmo o Anjo Negro e que foi ela quem apareceu naquela noite para o ajudar, contando pormenorizadamente o sucedido. Depois pergunta a Hugo a sua parte, sobre o “novo Anjo Negro”. Hugo inventa uma história mal contada que não convence a namorada e Joana coloca-o entre a espada e a parede.

Susana também é interrogada pelo inspetor que lhe faz perguntas concretas sobre as suas investigações acerca do Anjo Negro e também sobre José Belmonte. Susana faz-se de desentendida mas o inspetor Oliveira parece saber muito bem o que quer.

Luísa entra ao trabalho no café Figueira e atende José, que lhe faz elogios sobre a forma dedicada como estuda e trabalha ao mesmo tempo. Beatriz assiste a tudo com um olhar controlador.

Miguel conversa com Alistair e diz-lhe que já pensou em como quer que Sofia seja castigada pela forma como o prejudicou. Alistair diz-lhe que é algo grandioso e forte de mais para ele poder tomar essa decisão mas promete que vai levá-la aos seus superiores. Miguel sorri de contentamento e vingança. Hugo continua a enganar Joana, que não suporta a sua mentira e decide afastar-se até que este conte a verdade.

Depois de desmarcar a sessão de autógrafos, Paula regressa mais cedo para Estremoz, uma vez que a notícia no jornal a afetou bastante. Paula pergunta por novidades e Pedro informa que farão uma corrida às lebres no parque cinegético, à moda antiga, para revitalizar o parque. Todos sorriem contentes.

Íris ajuda as crianças, no moinho, a fazer os cartazes para a manifestação contra a ida de Ivo para Lisboa. Filomena tem algumas reticências mas todos estão tão entusiasmados que a mãe de Leonor não tem outro remédio.

Hugo pede a Lucas para ir ter com ele ao café para desanuviar e beber uns copos com ele. O facto de Joana ter saído de casa deixou-o de rastos. Lucas aproveita Luísa estar presente para falar do estágio de Rosário no Aquém-Tejo Digital. A rapariga ouve e fica furiosa.

Paula e João conversam no quarto. Ambos falam sobre o artigo do jornal e decidem que têm de ignorar aquele tipo de comentários. João conta à namorada que tem uma fonte que o pode ajudar a encontrar a sua mãe. Paula pergunta se o pode ajudar e João assente. Os dois beijam-se intensamente.

Na manhã seguinte, Ana acorda ao som de vozes infantis que gritam slogans de manifesto contra a ida de Ivo para Lisboa. Ana fica estupefacta.

Categorias
Resumos de Novelas

Comentários