Resumos de Novelas

“Sol de Inverno”: resumo de 17 a 23 de Fevereiro

[tps_title]Ep. 137[/tps_title]

Matilde fica destroçada por que sem querer magoar ninguém, acabou de trair o ex-marido com João Maria e o namorado com Salvador

Laura oferece um contrato de trabalho sem termo a Joana, se ela continuar a ajudar espiar Sofia

 

 

Ainda com João Maria no chão, Salvador pergunta-lhe como foi capaz de o trair. Ele tenta explicar que nada foi planeado mas a resposta so faz com que Salvador fique ainda mais furioso, agarrando-o pelos colarinhos. Os transeuntes vão andando e observando a discussão. João Maria, embora com o rosto ensanguentado, esforça-se por não responder à agressão. Salvador continua a perguntar-lhe há quanto tempo ele e a mulher o traiam mas nenhuma resposta o satisfaz. Salvador vai embora destroçado e furioso, enquanto João Maria tenta recompor-se, pois está bastante desorientado.

Matilde está a fechar a livraria e aceita o desafio de Concha para irem jantar, só que João Maria telefona naquele instante e diz que tem urgência em falar com ela. Matilde teme que Salvador lhe tenha contado que voltaram a estarem juntos e culpabiliza-se por poder magoar os dois quando nunca quis magoar ninguém.

Laura seduz Joana com um novo contrato de trabalho recheado de bónus, a troco de ela continuar a espiar Sofia, levando-lhe todas as informações que lhe permitam saber todos os passos que ela e a Mood estão a dar. Joana argumenta que já não é bem-vinda em casa da tia e que tem agora mais dificuldade em obter informações directas. No entanto fica tentada em aceitar a proposta de Laura.

Matilde fica alarmada ao ver a escoriação que João tem na cara, mas mais nervosa ainda ao saber que ela resultou do murro que Salvador lhe deu, depois de ele confessar que estava de namoro com ela. Matilde fica no entanto mais aliviada, quando percebe que Salvador não contou a João Maria que se tinha envolvido com ela na noite anterior.

Artur conta a Lurdes como se está a dar bem na fábrica e a vontade que já teve de lhe levar uns sapatos feitos por si. A campainha toca nesse instante e quando Artur abre a porta depara-se com Jacinto que pergunta se pode entrar. O filho fica feliz e dá-lhe passagem, dizendo que a mãe está em casa. O pai revela que também precisa de falar com ela mas Lurdes adopta um discurso agressivo sempre desconfiada das suas intenções. O marido não responde às provocações e diz que não foi ali para discutir. Confessa que já não bebe há algum tempo e que arranjou emprego fixo na quinta dos Aragão. Lurdes comenta com azedume que devem estar a querer compensá-los do mal que lhes fizeram. Jacinto afirma que têm de falar sobre o divórcio e Lurdes dispara com ironia se está a pensar em casar. Jacinto ignora o tom da pergunta e diz que não pensa nisso, mas que ela está ainda muito a tempo. Sem perder mais tempo, Jacinto diz que não tem telemóvel mas que depois lhe liga para combinarem encontro na conservatória e vai-se embora. Lurdes senta-se no sofá, convencida que perdeu o marido para sempre.

Isabel regressa ao palacete e fica satisfeita por já não encontrar Lurdes, pois seria difícil reconhecer que não gostou nada da entrevista para mulher de limpeza, garantindo que só aceita um trabalho daqueles se não tiver mais nada, Mariano mostra-se de novo simpático e Isabel regista o facto, revelando que Beatriz já a tinha avisado. Ele garante que então para Beatriz é que a simpatia não falha. Isabel fica radiante, pois assim já pode convidar a amiga para a visitar.

Horácio comenta com Rosa que Artur está a dar-se muito bem na fábrica. Ela reconhece que aquele não seria o emprego dos seus sonhos mas Ana atalha a conversa e diz que sempre é melhor do que não fazer nada e sentir-se um inútil. Os pais convidam-na a não pensar assim, pois existem muitas coisas que pode fazer, mesmo numa cadeira de rodas. Horácio propõe comprar comida fora para que Rosa descanse as pernas e Ana concorda com ele, deixando a mãe grata pela atenção de ambos. Ana segue sozinha para ir tomar os comprimidos e recusa a ajuda da mãe. Rosa lê uma revista e repara que o escritor que lhes deu o workshop sobre escrita vai dar uma palestra. Sem perder tempo, telefona a Adelino e, depois de lhe explicar que foi Matilde que lhe deu o número, convida-o para ir à palestra com ela. Adelino fica entusiasmado e aceita, recebendo depois a aprovação de Sofia, que o desafia a mostrar publicamente os textos que tem escrito. Depois conta ao pai que a Velvet lhe fez uma proposta irrecusável para ficar com toda a sua colecção, mas ainda não está convencida de que não seja mais uma golpada de Laura, confessando que está a controlar tudo com muito cuidado.

Joana janta com Beatriz no bar da praia e tenta manipulá-la para tentar voltar a viver em casa da tia. A mãe acha que nem a prima nem a tia lhe vão perdoar a traição com Salvador. Beatriz não se apercebe das más intenções da filha e conta que houve uma empresa que propôs comprar a Sofia toda a sua colecção de sapatos. Joana fica contente porque pensa que vai levar uma informação de grande importância a Laura.

Lúcia diz a Vicente que vá buscar Matias e Violeta que estão lá a jantar e faz uma cena de ciumes porque desde que Tomás regressou os miúdos só falam nele. Lúcia responde que se ele está com tantos ciumes, então que vá buscar os filhos. Ele afirma que é isso que vai fazer, mas quase se esquece do telemóvel no balcão. Lúcia pergunta a sorrir se ele tem medo que lhe leia as mensagens. Vicente tem a consciência pesada e esboça apenas um sorriso amarelo.

Tomás termina o jantar e elogia a comida a Lé. Matias conta que em casa de Vivente este tem a mania de servir coisas saudáveis. Violeta defende o pai. Tomás diz a Matias que se o ajudar a levantar a mesa, o ajudará na composição que tem de fazer. Ao perceber que Tomás nunca leu o livro que Matias tem de trabalhar, aconselha-o a ir ter com Mariano. Violeta insiste em saber se Tomás vai abrir a escola de surf e até se oferece para lhe emprestar dinheiro, ressalvando que depois terá de o devolver. Lé e o surfista não evitam um sorriso.

Fátima vai ter com Dulce e pede-lhe a mão de Carlos em casamento. Apesar de se apresentar discretamente vestida, Fátima não consegue que ela a aceite como nora. Carlos entra na cozinha acompanhado de Rita. O motorista espera encontrar as duas engalfinhadas mas a conversa decorre sem sobressaltos.

Joana conta a Laura que Sofia já vendeu a colecção toda mas a patroa desvaloriza o assunto, dizendo que ela tem de esforçar-se muito mais para lhe entregar informações mais substanciais. Joana fica frustrada. Nesse instante, Laura tem de desligar a chamada porque Rita lhe entra pelo gabinete para se queixar de que Dulce está cada vez pior na cozinha a fazer as refeições. Laura dá carta branca a Rita para passar a ser sempre ela a temperar a comida, já que a última refeição ficou salgadíssima.

Rita faz-se de vítima mas deixa o gabinete da patroa toda contente.

Manel tenta saber se Eduardo tenciona alargar a exportação de medicamentos para além do Brasil mas Thaís interrompe sempre a conversa, parecendo não lhe agradar que aprofundem o tema. Margarida corresponde ao interesse de Vasco e confirma que não vai estudar mais. Manel fica constrangido mas Margarida não se mostra preocupada e desafia-o para ir montar com ele. Vasco é obrigado a recusar porque tem surf marcado com Tomás. Laura intervém e diz que ele deve é concentrar-se na equitação em vez de perder tempo no mar a apanhar ondas. Manel diz que não vai obrigar o filho a fazer uma coisa de que não gosta. Laura fica desagradada com o comentário mas nada diz, preferindo ir servir-se de uma bebida. Eduardo pergunta á mãe se está preparada para enfrentar a concorrência da nova colecção que Sofia vai lançar no mercado e a mãe decide humilhá-lo, dizendo para que não fale do que não conhece. Thaís fica desapontada e a achar que o namorado se acobardou por não responder à mãe.

Beatriz recebe uma chamada de Joana que diz estar em pranto porque a sua amiga Ângela a pôs fora de casa. Adelino diz que vai buscar a neta no táxi e Beatriz prepara-se para ir com ele. Sofia fica em casa para explicar a Matilde o que se passou.

Nuno concorda com Simão de que a melhor solução para Camila é frequentar um colégio, pois eles não podem deixar de trabalhar, para ficar com ela. Camila surge com insónias e conta que acabou de ter um pesadelo. Nuno pega-a ao colo e é seguido por Simão, já resignado a contar-lhe mais uma vez a história da princesa.

Teresa ouve com grande paciência os desabafos de Salvador, ainda incrédulo por ter sido traído por Matilde com João Maria.

Adelino e Beatriz encontram Joana lavada em lágrimas com as malas à porta. Perante a aflição da mãe, conta que Ângela lhe pôs a mala à porta e que até as economias lhe roubou. Adelino sugere que dêem queixa na polícia mas Joana fica aflita e trata de mudar o rumo à conversa.

Matilde chega a casa muito em baixo e conta à mãe que Salvador já sabe que ela está com João Maria. Sofia acha que assim é melhor e conta à filha que vão ter de dar guarida a Joana, pois a amiga com quem vivia a pôs fora de casa. Matilde autoriza desde que não façam barulho que a impeça de dormir, ou que tenha de se cruzar com ela. Sofia fica contente que a filha aceda ao que lhe pediu.

Simão brinca com Nuno, porque ele vê entusiasmado um carro que lhe parece adequado para andar com Camila.

Pela manhã, Joana cruza-se com Matilde. A prima está de saída, não dá azo a conversas e deseja apenas que ela consiga resolver os seus problemas. Manipuladora, começa a chorar, dizendo que nunca pensou que a amiga a roubasse e deixasse sem casa. Fingindo-se desesperada, súplica a Sofia que a deixe regressar a casa, para morar com eles. Gera-se um silencio sepulcral, e com Sofia sem saber o que responder.

Categorias
Resumos de Novelas

Comentários