Palcos & Letras

São Luís estreia «Hamlet» em versão menos conhecida

Estreia hoje no Teatro São Luís uma versão  do clássico «Hamlet» de William Shakespeare trazido à cena pela companhia “Mala Voadora”.

Optou-se por uma versão pouco clássica do clássico. Este “mau quarto” como é apelidado é, segundo as palavras do encenador Jorge Andrade, “uma versão de Hamlet sem travões… Um Hamlet mais energético“. Trata-se de um texto que poderá ter resultado de testemunhos de quem conheceu o espetáculo e o vendeu a outras companhias.

Fernando Villas-Boas foi o responsável pela tradução e não houve nenhum pudor por parte da companhia em trabalhar a obra, embora o encenador admita que foi “o texto mais clássico da companhia“. O processo criativo passou com “implodir o texto” numa versão que considera também sua chegando mesmo a afirmar que a “relação com o texto é aquilo que serve à cena e não o contrario, não hipotecamos a cena em prol do texto“.

O desafio para o encenador foi trabalhar o “material rico” que tinha em mãos. No entanto, refere que o fundamental é a história em si, e não a forma como é contada “aquilo que é importante é contarmos uma história. Se aquilo que vamos contar é contado com mais textos, ou menos textos, mais versos ou menos versos do Shakespeare... ”

Jogos de enganos, personagens que são encenadas, encenadores que são personagens e teatro dentro do teatro são marcas do texto e também da própria companhia. A direção do espetáculo fez questão em explorar bem esses jogos de cena para que cheguem ao público e sirvam a farsa.

Do cenário fazem parte cinco telões com a boca de cena do próprio São Luís. Mais um artifício para sublinhar a ideia de um teatro dentro de um teatro e não deixa dúvidas para o “faz de conta” que se vive quase em cada marcação.

Em cena estão dez atores: Anabela Almeida, Carla Bolito, Carlos António, David Cabecinha, David Pereira Bastos, João Vicente, Jorge Andrade, João Villas-Boas, Manuel Moreira e Marco Paiva com uma dinâmica a que obriga a obra.

“Hamlet” continuará no São Luís até dia 30 de março de quinta a sábado às 21h e domingo às 17h30. Depois da curta temporada em Lisboa, o espetáculo ruma a Braga.

Mais fotos do espetáculo na nossa página de facebook. Fique com o vídeo de apresentação do espetáculo.

 

Categorias
Palcos & Letras

Estudante de Farmácia, amante das ciências e das artes. Gosto particular por entretenimento em diversas áreas: televisão, cinema, teatro, música.

Comentários