Resumos de Novelas

“Belmonte”: resumo de 19 a 23 de Maio

[tps_title]Ep. 182[/tps_title]

Susana fica intrigada com o que Nina possa ter a ver com a morte do assassino profissional. Hugo explica-lhe que esse foi o motivo pelo qual este fora abordado pela rapariga.

O neurologista acaba de explicar o problema de memória de Carlos, que se mostra espantado e incrédulo com a sua situação, e despede-se dos Belmonte desejando as melhoras do irmão. João olha Carlos muito apreensivo.

Hugo garante a Susana que não contou a Nina que foi ela quem matou o assassino, deixando a sargento mais aliviada. A preocupação vem quando o jornalista lhe diz que está certo de que se tivesse dito a Nina que foi Susana quem disparou sobre o homem, a sargento já não estaria viva.

Na herdade, Paula explica à mãe que vão ter de fingir que são primas afastadas de Emílio, tudo para não chocar Carlos e não piorar o seu estado de fragilidade. No entanto, Sofia desconfia que o enteado esteja a fingir toda esta situação e garante que quando ele chegar logo irá certificar-se se este está ou não a ser verdadeiro.

Susana está cada vez mais confusa. Hugo diz-lhe que acha que Nina é uma familiar próxima do assassino e que, também ela, é uma mulher muito perigosa. A GNR não percebe porquê e o jornalista decide confidenciar-lhe algo. Algo que acaba por não contar pois Susana diz que se for grave, enquanto sargento, não o pode ignorar.

Todos na herdade estão perfilados à espera de Carlos e, ao mesmo tempo, expectantes. Quando Carlos chega, vive e atua como se estivesse parado no tempo desde há dois anos até então. Todos ficam preocupados e apreensivos ao perceber que este não se lembra sequer do tiroteio.

Depois de feitas todas as apresentações, Carlos pergunta pelo pai. Ninguém sabe o que lhe dizer. João acaba por contar ao irmão que o pai morreu num acidente no Brasil. Carlos fica chocado, dizendo que não percebe como não se lembra sequer da morte do pai. Toda a atitude de Carlos é natural e genuína e todos sentem isso.

Faz um mês que morreu Anabela e o GNR, os Milheiro e Susana vão a uma missa em sua memória. No final, agradecem ao Padre Artur pelas suas palavras amigas e reconfortantes.

Gustavo e Hugo veem-se no café de Beatriz e o jornalista aproveita a ocasião para fazer perguntas sobre o caso da morte de Alistair e sobre a audiência onde o advogado vai responder na semana seguinte. Todas as perguntas irritam Gustavo que acaba por sair, respondendo mal ao rapaz.

Paula e Sofia comentam o estado de Carlos. Ambas parecem acreditar que o Belmonte está mesmo com problemas de memória. Sofia afirma ainda que caso este esteja a mentir, fá-lo muito bem.

Sónia vai ter com Paula e fica surpreendida quando a brasileira lhe diz que pretende levar avante a peça sobre a morte de Emílio, alegando que se Carlos estiver a mentir esta pode ser uma boa oportunidade para o desmascarar.

Hugo vai nessa noite a casa de Susana e, já como amigos, conta-lhe toda a verdade sobre Nina e sobre a morte do capanga de Isaak. A sargento fica furiosa e muito preocupada.

Categorias
Resumos de Novelas

Comentários